Robótica
Publicidade

Por Luana Carmelina, para o TechTudo

Divulgação/Intuition Robotics

O estado de Nova York vai utilizar robôs para driblar a epidemia de solidão que assombra a região. Cerca de 800 unidades do ElliQ serão doados para os idosos que moram sozinhos. Os aparelhos não desempenham atividades braçais, mas conseguem assumir algumas funções da Alexa ou da Siri. A diferença é que o ElliQ é proativo: de acordo com seus idealizadores, a ideia é focar na socialização com a terceira idade, estimulando a memória e o pensamento.

O projeto é organizado pelo Escritório do Estado de Nova York para o Envelhecimento (NYSOFA) e conta com robôs construídos pela empresa israelense Intuition Robotics. De forma inteligente, os ElliQs podem ajudar a enfrentar a solidão, incentivando a independência entre os idosos que vivem sozinhos. Além disso, eles também proporcionam companhia, podem prevenir a depressão e diminuir o estresse.

Robô ElliQ poderá auxiliar os idosos de diversas formas, inclusive como entretenimento — Foto: Divulgação/Intuition Robotics

O aparelho promete envolver os usuários em conversas, ajudar a contatar familiares e amigos e ainda acompanhar metas de saúde, como exercícios e medicamentos. De acordo com a Intuition Robotics, o ElliQ será treinado para lembrar detalhes importantes sobre a vida de um usuário e moldar seu funcionamento a partir disso.

ElliQ apresenta design compacto e dividido em duas partes. — Foto: Divulgação/Intuition Robotics

O design do ElliQ é simples e moderno, feito para parecer mais com um robô do que com um humanoide. Ele consiste em duas partes presas a uma única base. A primeira parte é semelhante a uma lâmpada com microfone e alto-falantes, que acende e gira para se dirigir às pessoas com quem está falando, o que poderia ser o “rosto” do robô. Esse sistema dá importância ao usuário, já que mostra o robô como um interlocutor ativo.

A segunda parte é um tablet com tela sensível ao toque, utilizado para exibição de fotos e vídeos, além de mostrar informações adicionais e realizar chamadas de vídeo.

O montante investido pelo governo novaiorquino não foi divulgado. No mercado geral, o preço médio para contratar o robô tem uma taxa inicial de US$ 250 mais a assinatura mensal de US$ 30. Seria o equivalente a R$ 1.210 e R$ 145, respectivamente, considerando-se o câmbio de hoje.

Atualmente existem cerca de 14 milhões de americanos com mais de 65 anos que vivem sozinhos.

Com informações de The Verge

Mais do TechTudo