Telefonia
Publicidade

Por Katarina Bandeira, para o TechTudo

Carolina Ochsendorf/TechTudo

A latência é um dos principais indicadores da qualidade de uma conexão com a internet, seja ela móvel ou via Wi-Fi. Todas as pessoas em dúvida sobre a conexão em casa ou no trabalho deveriam conhecer esta característica, também chamada de ping por referir-se ao tempo de resposta de uma ação que envolve comandos online. A latência será um ponto-chave na hora de explorar o potencial da rede 5G, que promete entregar conexões de altíssima velocidade.

Jogadores de esports, por exemplo, sabem que não adianta contar com um plano de 150, 200 ou até 500 Mb/s se a latência não for boa. Ela é a responsável pelo tempo que a máquina demorará para mandar os dados para o servidor. Quanto menor a latência, melhor será a experiência em jogos online.

Quanto menor a latência, melhor será a qualidade da internet — Foto: Divulgação/TP-Link

O que é latência de internet

A latência de internet se refere ao tempo que uma mensagem, representada por um pequeno pacote de dados, leva para chegar ao destino e retornar à máquina de origem (pertencente ao usuário), medida em milissegundos (ms). Na hora de verificar a qualidade da Internet, é utilizada a latência bidirecional, conhecida como RTT (Round Time Trip) ou ping.

Quando falamos de redes disponíveis no Brasil, a recém-chegada 5G é a que traz maior velocidade de conexão com menor latência. Por conta disso, ela é peça fundamental na implementação de soluções autônomas, como carros que não precisam de condutores humanos, drones de entrega, entre outros. Ao conectar um dispositivo em uma rede de quinta geração, é a latência que dirá em quanto tempo o aparelho irá responder ao comando acionado. Se ela for alta, os comandos executados não acontecerão em tempo real.

Qual é a latência ideal?

Para um usuário comum de internet uma latência de até 80 ms (milissegundos) pode ser considerada usual, enquanto, para jogos online, o ideal é que ela esteja abaixo de 30 ms. Em 2020, um estudo divulgado pelo Centro de Estudos e Pesquisas em Tecnologia de Redes e Operações (Ceptro) mostrou como a latência presente nos pacotes de internet em todos os estados brasileiros oscilou, dada a demanda de conexões que surgiram com o início da pandemia de Covid-19.

A média ficou em 28 ms, mas o valor é bem maior quando observado por região, principalmente nos Estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O panorama, monitorado no período de 1º de março a 28 de setembro de 2020, apresentou um aumento do ping nos primeiros meses, seguido por uma diminuição e estabilização de valor a partir dos seis meses de quarentena.

Apesar disso, a medida não é muito distante do esperado. Em dezembro de 2020, o Brasil registrou mais de 234 milhões de acessos móveis à internet, usados para serviços de voz ou de conexão como a tecnologia 3G e 4G. A rede de quarta geração pode variar entre 30 ms e 70 ms. A conexão 5G promete latências entre 5 ms e 20 ms.

Realme 8 5G é um dos modelos com internet de quinta geração à venda no país — Foto: Divulgação/Realme

Como checar a latência pelo celular?

Para checar a latência pelo celular é necessário baixar um aplicativo que faça a medição da velocidade, além de outros aspectos da conexão à Internet. O usuário pode encontrar testes satisfatórios nos apps Speedtest e Fast, ambos disponíveis nas versões Android e iPhone (iOS).

Basta abrir o aplicativo escolhido para que o teste seja iniciado automaticamente. No caso do Fast, ao tocar em “Mostrar mais informações”, o valor da latência em milissegundos aparecerá próximo da velocidade de upload.

Medidor de Internet, Fast — Foto: Reprodução/Katarina Bandeira

Como checar a latência pelo computador

Também não há mistério na checagem pelo computador. Basta ir ao site do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR e acessar a página de consumidor.

Site que mede a conexão de Internet no PC — Foto: Reprodução/Medições Nic/Katarina Bandeira

O site irá redirecionar para o SIMET, um medidor de velocidade Internet gratuito que verifica, além da banda de download, diversas métricas de qualidade, incluindo a latência (ping).

Medidor de velocidade Internet gratuito — Foto: Reprodução/Medições Nic/Katarina Bandeira

Assim que clicar em "iniciar", o site iniciará o teste e mostrará o resultado.

SIMET — Foto: Reprodução/SIMET/Katarina Bandeira

Mais do TechTudo