Campeonatos
Publicidade

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A FURIA Esports foi derrotada pela Ninjas in Pyjamas, nesta segunda-feira (16), e ficou em situação delicada no PGL Major Antwerp 2022, torneio mundial de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). A série melhor de três partidas (MD3) era tida como muito equilibrada por conta do bom desempenho de ambas as equipes em seus últimos compromissos no mundial. O primeiro mapa, no entanto, foi bem diferente do esperado, com a NiP dominando o confronto. A FURIA tentou se recuperar no mapa seguinte, mas acabou derrotada por 2–0 no final. As parciais foram de 16–2, na Nuke, e 16–10, na Inferno, resultado que classificou a NiP para a próxima fase.

O próximo jogo da FURIA acontece nesta terça-feira (17) e será a última chance dos brasileiros de chegarem ao Champions Stage. Vale lembrar que a PGL transmite os jogos na Twitch e no YouTube. Streamers brasileiros, como Alexandre "gaules" Borba e Jean "mch" Michel D'Oliveira, também transmitem o torneio ao vivo em seus canais na Twitch. Confira, a seguir, os destaques da série entre FURIA e NiP.

FURIA Esports perdeu para a Ninjas in Pyjamas e deixou escapar sua primeira chance de avançar ao Champions Stage do PGL Major Antwerp 2022 — Foto: Divulgação/PGL

Mapa 1 (Nuke)

A Nuke foi um desastre para a equipe brasileira. A partida começou com um pistol em que a FURIA foi derrotada, mas conseguiu realizar o plant para ter uma economia. No entanto, a NiP buscou a vitória no round seguinte, quebrou a economia dos brasileiros e não perdeu mais o bom momento. Quando parecia que a FURIA conseguiria emplacar sua primeira vitória, Nicolas "Plopski" Zamora e Fredrik "REZ" Sterner chamaram a responsabilidade para manter a sequência da NiP. Foram 12 rounds seguidos para os suecos, até os brasileiros acordarem e diminuírem o prejuízo para 13–2.

A FURIA tentou buscar o jogo como CT e sabia da importância de fazer o segundo pistol. A rodada até começou bem para a equipe brasileira, mas a NiP virou o jogo e marcou seu 14° ponto. Sem escolhas, a FURIA precisou forçar no round seguinte e partir para o tudo ou nada. Mais uma vez o começo foi bom, com Rafael "saffee" Costa abrindo a rodada com um abate. Porém, novamente os suecos souberam responder, emplacaram mais uma vitória e fecharam a Nuke em um largo 16–2.

Ninjas in Pyjamas conquistou vitória dominante na Nuke — Foto: Divulgação/PGL

Mapa 2 (Inferno)

O segundo mapa também começou dramático para a FURIA como CT. Foi mais uma derrota decidida no detalhe no primeiro pistol, e mais uma vez com a NiP assumindo o controle do jogo. No entanto, quando os suecos chegaram ao 4–0 no placar, os brasileiros buscaram uma vitória perfeita, sem perder jogadores, para sair do zero. Depois, Kaike "KSCERATO" Cerato, com um 3K, e Rafael "saffee" Costa, fazendo o clutch em um complicado retake, não deixaram a NiP se afastar no placar. A insistência dos brasileiros foi recompensada com a virada no último round dessa metade para ficar com o 8–7.

Pelo lado CT, a NiP venceu seu quarto pistol na série e chegou à virada no marcador. Os brasileiros esboçaram uma reação no round armado, mas Ludvig "Brollan" Brolin fez o trabalho de manter sua equipe na liderança e frustrar os planos dos brasileiros. Disparos precisos da AWP de Patrick "es3tag" Hansen também complicaram o TR da FURIA, que via a vitória na Inferno cada vez mais distante. A NiP se manteve à frente, até fechar a conta em 16–10 e garantir sua classificação para a próxima fase.

FURIA foi derrotada na Inferno, perdeu a série e fica em situação difícil no mundial — Foto: Divulgação/PGL

Com informações de HLTV e Liquipedia

Mais do TechTudo