Campeonatos
Publicidade

Por Victor de Abreu (colaboração), Lucas Soares e Nathalia Duarte (da Redação)


A FURIA Esports venceu a G2 Esports, nesta terça-feira (17), e está classificada para o Champions Stage do PGL Major Antwerp 2022, torneio mundial de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). Após deixar a primeira chance de classificação escapar na segunda-feira (16), a FURIA foi para o tudo ou nada no duelo contra a G2. Os erros cometidos no dia anterior passaram longe, e os brasileiros foram capazes de mostrar todo o seu potencial para conquistar a vitória dramática por 2–1, parciais de 16–12, na Vertigo, 16–15, na Inferno, e 16-11, na Ancient.

O horário e a rival da FURIA em sua estreia no Champions Stage ainda não foram definidos. Vale lembrar que a Imperial Esports também joga nesta terça-feira (17) contra a CPH Flames valendo a última vaga na próxima fase. Lembrando que Alexandre "Gaules" Borba e outros streamers brasileiros fazem a transmissão dos jogos ao vivo em seus canais da Twitch. A PGL também transmite a competição na Twitch e no YouTube. A seguir, veja os destaques do duelo entre FURIA e G2.

CS:GO: FURIA Esports se classifica para os playoffs do PGL Major Antwerp 2022 — Foto: Divulgação/PGL

👉 O que é CS:GO Stash? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo

Mapa 1 (Vertigo)

A FURIA Esports iniciou a Vertigo com um TR bastante sólido. Embora a G2 tenha tentado responder ao encaixar o primeiro armado, a equipe brasileira passou a dominar o confronto após executar um excelente rush no bombsite A e quebrar a economia adversária e abrir 6–2 no marcador. No entanto, Nemanja "huNter-" Kovač passou a encaixar suas balas e liderou a G2 em uma grande reação nessa metade até virarem para o 7–6. Nesse momento, a própria equipe europeia fez uma pausa tática, mas, curiosamente, que levou a rodada seguinte foi a FURIA, que não perdeu jogadores. A G2 ainda conseguiu levar o último round do half e sair com a vantagem de 8–7.

No segundo pistol, os europeus tinham a rodada na mão ao eliminarem dois jogadores, mas os brasileiros mostraram que o lado CT também estava afiado e buscou esse importante ponto mesmo na desvantagem. Quando parecia que a FURIA assumiria o controle do jogo de novo, foi a vez de Ilya "m0NESY" Osipov colocar sua AWP para funcionar e dar esperanças para a G2. Por outro lado, Andrei "arT" Piovezan passou a gostar do jogo e fazer bons abates na abertura de rodadas, e Rafael "saffee" Costa seguiu consistente no duelo. m0NESY ainda assustou com um belo clutch, mas a FURIA confirmou a vitória por 16–12.

Mapa 2 (Inferno)

Se a FURIA deu aula de TR na Vertigo, foi a vez da G2 tentar fazer o mesmo na primeira metade de Inferno. Os europeus executaram bem suas entradas nos bombsites, superaram os brasileiros na mira e ficaram em uma situação aparentemente tranquila com um 4–1 no placar. Yuri "yuurih" Boian teve um grande impacto no round seguinte para trazer o segundo ponto para sua equipe. Depois, André "drop" Abreu chamou a responsabilidade para segurar o bombsite B sozinho e levou quatro jogadores sozinho em uma das melhores jogadas do dia. A FURIA conseguiu a virada e fechou essa metade em 8–7.

Na virada de lados, os brasileiros tiveram um excelente início, mas uma derrota em um econômico da G2 colocou um drama maior na Inferno. Os europeus começaram a gostar do jogo e conseguiram impôr um ritmo à FURIA, empatando no 10–10. Depois disso, os brasileiros tentaram reagir às jogadas da G2, chegando a 14-15, mas não foi o suficiente para vencer. Assim, os europeus levaram o mapa por 14–16.

Mapa 3 (Ancient)

O terceiro e último mapa da MD3 foi dramático para a equipe brasileira. A G2 conseguiu abrir uma vantagem na defesa conquistando 10 pontos contra 5 da FURIA. Os grandes destaques foram os jogadores Nemanja "huNter-" Kovač e Ilya "m0NESY" Osipov, que estavam com a mira em dia e pegaram abates importantes.

Na troca de lados, os brasileiros conseguiram ganhar o round pistol, mas perderam o primeiro armado. Com o placar 10–6, a FURIA buscou jogo, fez abates importantes e forçou o primeiro econômico da G2 no vigésimo round. Kaike "KSCERATO" Cerato, assim como vinha fazendo desde o início do mapa, continuou sendo o grande destaque brasileiro.

No entanto, Yuri "yuurih" Boian começou a brilhar, ajudando no empate 11–11. A virada aconteceu e os brasileiros André "drop" Abreu e Kaike "KSCERATO" Cerato fizeram uma jogada combinada, jogando uma granada no chão e impedindo que a G2 ouvisse o desarme da bomba. Com o 14–11 da FURIA, o caminho do Brasil ficou mais tranquilo. O mapa foi sacramentado e a conquista se encerrou por 16–11.

FURIA Esports RMR das Américas de CS:GO — Foto: Divulgação/PGL

O Champions Stage do PGL Major Antwerp 2022 começa na próxima quinta-feira (19) e será finalizado no domingo (22). Essa fase é os playoffs da competição, em que as equipes oito equipes sobreviventes se enfrentarão em chaves de eliminação simples e também na frente da plateia na arena Antwerps Sportpaleis.

Com informações de HLTV e Liquipedia

Mais do TechTudo