Campeonatos
Publicidade

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A Imperial Esports foi derrotada pela Copenhagen Flames, nesta terça-feira (17), e está eliminada do PGL Major Antwerp 2022, torneio mundial de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). Depois de fazer uma campanha de muita superação, a Imperial chegou com moral para conquistar a classificação ao Champions Stage. Porém, a CPH Flames mostrou um excelente CS:GO na série melhor de três partidas (MD3), resistiu aos bons momentos do brasileiros do "Last Dance" e ficou com a última vaga da próxima fase. O resultado final foi 2–0, parciais de 16–2, na Inferno, e 22–18, na Vertigo.

Apesar da eliminação da Imperial, o Brasil ainda será representado pela FURIA Esports no Champions Stage. Os Panteras conseguiram a classificação mais cedo nesta terça-feira (17) após vitória sobre a G2 Esports por 2–1. A seguir, você confere como foi a série entre Imperial e CPH Flames.

Imperial esboçou reação no segundo mapa, mas caiu para a CPH Flames e se despediu do mundial de CS:GO — Foto: Divulgação/PGL

👉 Counter-Strike ainda é o melhor game FPS? Opine no Fórum do TechTudo

Mapa 1 (Inferno)

Semelhante ao que ocorreu na série contra a Cloud9, a Imperial teve um começo desastroso. Como TR na Inferno, os brasileiros não tiveram uma boa atuação nos primeiros rounds e encontraram dificuldades para lidar com o jogador Rasmus "Zyphon" Nordfoss, que segurou bem os bombsites em cada rodada. A Imperial saiu do zero após um excelente entry de Vinícius "VINI" Figueiredo, mas a equipe não conseguiu executar a mesma reação do dia anterior. A CPH seguiu bastante superior como CT e fechou esse half no 13–2.

No segundo pistol, a CPH iniciou a rodada eliminando três jogadores brasileiros rapidamente. VINI ainda conseguiu dois abates precisos para tentar segurar o bombsite B, mas Fredrik "roeJ" Jørgensen também estava em um mapa inspirado e impediu a virada da Imperial no round. Infelizmente, nada deu certo para os brasileiros, e a derrota chegou de forma dura por 16–2.

Copenhagen Flames dominou o confronto na Inferno e ficou a uma vitória da classificação — Foto: Divulgação/PGL

Mapa 2 (Vertigo)

Diferentemente da Inferno, a Vertigo começou com um confronto equilibrado entre as equipes. A Copenhagen Flames conseguiu adquirir um pouco de vantagem no começo, muito por conta da superioridade na mira. Ricardo "Boltz" Prass e Fernando "fer" Alvarenga apareceram com excelentes jogadas para garantir alguns rounds e levar um pouco mais de tranquilidade para os brasileiros. No entanto, a paciência da CPH em reconhecer os melhores caminhos para os bombsites e saber quando improvisar pegou os brasileiros desprevenidos em diversos momentos na Vertigo. O alívio chegou apenas na reta final, quando a Imperial emplacou três rounds seguidos e diminuiu o prejuízo para 9–6.

Na virada de lados, a Imperial venceu seu primeiro pistol da série, aproveitou o econômico adversário, mas perdeu a chance do empate após Nico "nicoodoz" Tamjid fazer um 4K na rampa. Apesar da frustração desse rounds, os brasileiros conseguiram reagir com mais velocidade e contaram com Lincoln "fnx" Lau chamando a responsabilidade para ajudar a assegurar rodadas muito importantes para o empate chegar em 13–13. A Imperial conseguiu chegar ao map point em 15–14, mas a CPH achou um forçado heroico e buscou a prorrogação em 15–15.

Com a derrota na prorrogação da Vertigo, Imperial se despediu do PGL Major Antwerp 2022 — Foto: Divulgação/PGL

Animada com a grande vitória que forçou a prorrogação, a CPH emplacou dois rounds em sequência como CT, mas a Imperial se recuperou no último round dessa metade para chegar ao 16° ponto. Embora o CT dos brasileiros não tenha funcionado no começo, a reação chegou rápido para forçar mais uma prorrogação em 18–18. Infelizmente, nada deu certo para a Imperial na segunda prorrogação, e a CPH Flames chegou à vitória por 22–18.

O Champions Stage, os playoffs do PGL Major Antwerp 2022, começa na próxima quinta-feira (19) e se encerra no domingo (22). Além da FURIA Esports, outras sete equipes sobreviventes estarão disputando o título mundial em uma chave de eliminação simples. Alexandre "Gaules" Borba transmite a competição em seu canal na Twitch. A PGL também realiza a transmissão em seus canais oficiais na Twitch e no YouTube.

Com informações de HLTV e Liquipedia

Mais do TechTudo