Esports
Publicidade

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A Imperial Esports superou a Bad News Eagles, neste domingo (15), e permanece viva no Legends Stage do PGL Major Antwerp 2022, mundial de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). A série melhor de três partidas (MD3) era tida como uma revanche para os brasileiros, visto que eles já haviam sido derrotados no Challengers Stage pela mesma bNE. Dessa vez, a Imperial se mostrou mais preparada para o duelo e foi capaz de encaixar sua proposta de jogo para conquistar a vitória por 2–0. As parciais foram de 16–13, na Inferno, e 16–14, na Mirage.

A próxima partida da Imperial acontece nesta segunda-feira (16) contra a Cloud 9, que tem o jogador Abay "⁠HObbit⁠" Khasenove envolvido em um escândalo de Matchfixing. Lembrando que a PGL transmite os jogos na Twitch e no YouTube. Streamers brasileiros, como Alexandre "gaules" Borba e Jean "mch" Michel D'Oliveira, também transmitem o torneio em seus canais na Twitch. Confira, a seguir, os detalhes da primeira rodada e quais serão os próximos jogos.

Imperial se saiu melhor na revanche contra a bNE e segue viva no Legends Stage do PGL Major Antwerp 2022 — Foto: Divulgação/PGL

Mapa 1 (Inferno)

No primeiro mapa da série, Gabriel "FalleN" Toledo e Fernando "fer" Alvarenga lideraram a Imperial no round pistol para fazer o primeiro ponto e adquirir uma pequena vantagem nesse lado TR. A Bad News Eagles se mostrou um pouco mais superior nos primeiros armados e ainda teve Dionis "sinnopsyy" Budeci frustrando muitos dos avanços dos brasileiros para ficar à frente no placar. FalleN e Lincoln "fnx" Lau fizeram clutches importantes para colocaram a Imperial na frente de novo, mas a bNE foi mais regular nessa metade e ficou na vantagem por 8–7.

Como CT, a Imperial garantiu seu segundo pistol ao realizar um retake perfeito no bombsite B e logo virou o jogo para 9–8. Os brasileiros quase levaram o primeiro armado dessa metade, mas foi a vez de Rigon "rigoN" Gashi, com um 3K, impedir a sequência de seus adversários e buscar o empate. Depois de um bom momento da bNE, a Imperial encontrou um round armado perfeito, sem perder jogadores, e chegou ao empate em 11–11. Os brasileiros continuaram superiores após o empate, chegaram ao map point e, pacientes ao guardar armas no momento certo, fecharam a Inferno em 16–13.

Imperial fez uma Inferno bastante controlada e chegou ao match point da série — Foto: Divulgação/PGL

Mapa 2 (Mirage)

Em seu mapa de escolha, a Bad News Eagles levou o pistol, mas a Imperial respondeu logo em seguida com um forçado, contou com Gabriel "FalleN" Toledo e Lincoln "fnx" Lau encaixando seus disparos com a Scout, buscou a vitória e passou a dominar a Mirage. Foram sete rounds seguidos dos brasileiros, até a bNE realizar uma pausa técnica e conseguir encontrar seu segundo round no mapa e um espaço para tentar acertar seu TR. No entanto, fnx e Ricardo "boltz" Prass fizeram o trabalho de frustrar o bom momento de seus adversários e garantir o 10–5 nessa metade.

A bNE tentou esboçar uma reação ao vencer o pistol também como CT. Dessa vez, a Imperial não forçou no lado seguinte e chegou à vitória no primeiro armado para quebrar a economia adversária. Os brasileiros voltaram a dominar o confronto na MIrage e se aproximar do map point. A partida parecia encaminhada, mas a bNE buscou uma reação no melhor momento dos brasileiros, e a Mirage se tornou dramática de repente. Porém, com a tática superior e no sufoco, a Imperial garantiu o ponto e venceu por 16–14.

No mapa de escolha dos adversários, Imperial superou final dramático e fechou a Mirage em 16–14 — Foto: Divulgação/PGL

Com informações de HLTV e Liquipedia

Mais do TechTudo