Campeonatos

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A MIBR perdeu para a Bad News Eagles, nesta quinta-feira (12), e foi eliminada do PGL Major Antwerp 2022, torneio mundial de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). Depois da vitória convincente contra a Eternal Fire, a equipe brasileira voltou a mostrar uma excelente atuação no duelo decisivo contra a bNE, abriu a série com vitória, mas viu seus adversários crescerem no confronto e chegarem à virada por 2–1. As parciais foram de 16–13, na Nuke, 8–16, na Ancient, e 13–16, na Vertigo.

A equipe brasileira encerrou sua campanha no mundial com duas vitórias e três derrotas e ficou com a 19ª colocação no Top geral. A seguir, você confere os destaques da série entre MIBR e bNE. Lembrando que a PGL transmite os jogos ao vivo em seus canais oficiais na Twitch e no YouTube. Os streamers Alexandre "Gaules" Borba e Jean "mch" Michel D'Oliveira também transmitem o torneio na Twitch.

MIBR deixou escapar por pouco a vitória sobre a Bad News Eagles e foi eliminada do PGL Major Antwerp 2022 — Foto: Divulgação/PGL

👉 O que é CS:GO Stash? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo

Mapa 1 (Nuke)

A Bad News Eagles começou forte na Nuke com um 4K de Rigon "rigoN" Gashi e a vitória no pistol sem perder nenhum jogador. A vitória animou a equipe do Kosovo, que fez um excelente lado CT nos primeiros rounds. A MIBR teve dificuldades em suas rotações e em realizar o plant da C4, o que deixou sua economia muito precária em diversos rounds. Quando a bNE abriu 8–0 no marcador, Adriano "WOOD7" Cerato chamou a responsabilidade e fez um 3K em um round armado para colocar sua equipe no jogo. Essa vitória animou os brasileiros, que foram capazes de diminuir o prejuízo para 11–4 antes da virada de lados.

No segundo pistol, Marcelo "chelo" Cespedes abriu o caminho da MIBR com dois abates e garantiu essa importante vitória como CT. A bNE até chegou ao 12° ponto no primeiro armado dessa metade, mas os brasileiros conseguiram se manter firmes como CT e, sem grandes sustos, buscaram a virada em 13–12. A MIBR chegou a sofrer o empate em um round muito disputado, mas Raphael "exit" Lacerda voltou a ser importante com um clutch 1v2 no limite durante um retake e deu tranquilidade para sua equipe chegar à vitória por 16–13.

Tuurtle marcou 25 abates e foi crucial para garantir a primeira vitória da MIBR na série — Foto: Divulgação/PGL

Mapa 2 (Ancient)

Novamente, a Bad News Eagles teve mais vantagem sobre a MIBR nos primeiros rounds. A equipe do Kosovo venceu o pistol, sobreviveu ao forçado e abriu 3–0 no placar. No primeiro armado, Jhonatan "JOTA" Willian surpreendeu ao abater rapidamente quatro adversários e quebrou o bom momento da bNE. Logo após a MIBR chegar ao 3–3, foi a vez de Dionis "sinnopsyy" Budeci abrir o caminho com sua MAC-10 para garantir o quarto ponto trazer a bNE de volta para o jogo. Dessa vez, a MIBR demorou para se recuperar e viu seus adversários se distanciarem no placar. As vitórias vieram apenas nos dois últimos rounds para diminuir o prejuízo para 10–5.

Na virada de lados, o cenário foi semelhante ao primeiro half, com a bNE tendo vantagem no pistol e a MIBR se saindo melhor no primeiro armado. Marcelo "chelo" Cespedes, que não conseguiu fazer uma boa primeira metade, começou a acertar a mira e dar esperanças para a MIBR buscar uma recuperação. Infelizmente, a bNE conseguiu capitalizar seu mapa de escolha, souberam administrar bem a vantagem e chegaram à vitória em 16–8.

Bad News Eagles venceu na Ancient e forçou o último mapa da série — Foto: Divulgação/PGL

Mapa 3 (Vertigo)

Depois de perder os rounds pistols nos primeiros mapas, a MIBR conquistou a vitória no primeiro pistol da Vertigo com um 3K de Marcelo "chelo" Cespedes. A bNE frustrou os brasileiros ao vencer o round seguinte em um forçado, mas a MIBR também forçou logo em seguida e devolveu na mesma moeda. As rodadas seguintes foram para a bNE, que aproveitou bem a vantagem do CT para se distanciar no placar. A MIBR conseguiu se recuperar na reta final e ir para a segunda metade com um prejuízo menor de 9–6.

Para dar confiança na continuação da Vertigo, a equipe brasileira venceu novamente o pistol sem perder um único jogador. A bNE arriscou um forçado, não conseguiu plantar e viu sua economia quebrar de vez. Os brasileiros tinham o bom momento, mas a derrota em um round armado fez a Vertigo desandar. A bNE passou a gostar do jogo, emplacou cinco rounds em sequência e se aproximou do match point. A MIBR ainda esboçou a reação, mas já era tarde demais, e a derrota chegou por 16–10.

MiBR foi derrotada na Vertigo e deu adeus à competição — Foto: Reprodução/PGL

O Challengers Stage ainda terá sua última série a ser realizada nesta quinta-feira (12). A Imperial Esports jogará contra a forZe também em sua última chance de avançar ao Legends Stage. Vale lembrar que o Legends Stage é a segunda fase do PGL Major Antwerp 2022, começa já no próximo sábado (14) e tem seu encerramento marcado para o dia 17 de maio, quando as equipes classificadas para a última fase, o Champions Stage, serão definidas.

Com informações de HLTV e Liquipedia

Mais do TechTudo