TVs
Publicidade

Por Igor Nishikiori, para o TechTudo


A gigante sul-coreana Samsung pode deixar de fabricar telas LCD e passar a produzir apenas displays OLED e Quantum Dot (QLED), apontam rumores. Segundo informações da imprensa local, a mudança acontecerá em junho de 2022 e foi motivada por prejuízos causados pela queda nos preços das telas LCD produzidas por fabricantes de China e Taiwan. A Samsung ainda não se pronunciou sobre o assunto.

De acordo com o jornal The Korea Times, caso confirmada a informação, a subsidiária Samsung Display encerrará a produção de telas LCD seis meses antes do previsto. A princípio, a decisão de mudar o foco dos negócios para painéis OLED aconteceria no final de 2020. Porém, por conta da pandemia de Covid-19, a demanda por eletrônicos com LCD disparou e a decisão acabou adiada para o fim de 2022.

Samsung Display planejava encerrar produção de telas LCD em 2020 — Foto: Divulgação/Samsung

Com isso, a expectativa é que a Samsung passe a usar displays LCD fabricados por empresas chinesas e taiwanesas em seus produtos mais baratos, enquanto gadgets premium usarão apenas telas OLED ou QLED (que usa uma versão mais avançada dos painéis LCD). A empresa tem parceria com a chinesa BOE Technology Group e com a taiwanesa AU Optronics.

Atualmente, além dos displays citados acima, a empresa sul-coreana também conta com painéis de microLED, que conta com milhares de pontos de LED para fazer a retroiluminação, melhorando a definição dos tons mais escuros. A vantagem dessa tecnologia é que ela é tem qualidade semelhante ao das telas OLED (que atualmente é a melhor tecnologia para displays), porém sofre menos riscos de causar burn-in, as temidas manchas que ficam marcadas na tela com o tempo de uso.

Recentemente, a empresa reativou uma fábrica de painéis LCD para montar telas OLED, com expectativa de produção de 180 mil displays por ano. Além disso, uma nova fábrica da Samsung Display deve ser construída em breve.

Com informações de The Korea Times e SamMobile

Mais do TechTudo