Apps
Publicidade

Por Raquel Freire, para o TechTudo


O Sweatcoin foi o app mais baixado no Brasil nesta semana. O aplicativo que paga para caminhar está em primeiro lugar no ranking de downloads tanto na Google Play Store quanto na App Store. Na loja do iPhone (iOS), a plataforma permanece no topo desde domingo (dia 1º). Dois dias depois, o mesmo aconteceu na loja do Android, em que o Sweatcoin já foi baixado mais de 10 milhões de vezes. As informações são do ranking feito pela Data.ai, consultoria especializada em mercado mobile, que lista apenas apps grátis para download.

Na última terça-feira (3), a empresa anunciou em seu perfil do Twitter que atingiu a marca de 1.26 milhão de usuários, um recorde para a plataforma. O app que paga pra caminhar viralizou nas redes sociais após a popularização de uma trend do TikTok. Nela, afirmavam ser possível sacar o dinheiro obtido após convidar 15 amigos para fazer cadastro no serviço. Contudo, vale ressaltar que as correntes espalhadas pela internet não são verdadeiras, já que ainda não é possível sacar dinheiro de verdade do Sweatcoin.

Sweatcoin, aplicativo que remunera atividade física dos usuários, é o mais baixado do Brasil desde 1º de maio — Foto: Raquel Freire/TechTudo

Como funciona o Sweatcoin

O Sweatcoin tem como premissa incentivar a atividade física dos usuários por meio de remuneração. Ele funciona em conjunto com aplicativos como Google Fit e o Saúde, da Apple, para acessar dados de contagem de passos. Cada mil passos valem 1 Sweatcoin, moeda que pode ser usada para comprar cartões de presente, obter descontos em lojas afiliadas ou fazer doações para instituições de caridade parceiras.

O app fitness também dá sweatcoins de outras formas: ao convidar amigos para ingressarem na plataforma, assistir anúncios ou participar de desafios. Também é possível obter moedas ao assinar o plano premium, que oferece o dobro de recompensas em relação à versão grátis.

Sweatcoin possui desafios para premiar comunidade de corredores — Foto: Reprodução/Raquel Freire

Em ambos os casos, o dinheiro virtual não pode ser convertido em dinheiro de verdade. Isso só deve acontecer quando a plataforma lançar sua própria criptomoeda, a "Sweat", anunciada para a partir de junho. Contudo, ainda não se sabe o valor de mercado, formas de resgate ou outros detalhes a respeito da moeda criptografada.

Lançado em 2016, o app tem reputação consolidada e se mantém por meio das propagandas e transações efetuadas por meio do seu marketplace. Em outras palavras, o Sweatcoin é um aplicativo confiável e, apesar de o pagamento não ser em alguma moeda oficial, o montante adquirido tem valor no mundo real — como os cupons de desconto da Play Store, que podem ser adquiridos na loja do app.

Com informações de App Annie (1 e 2)

Veja também: 6 aplicativos para vender coisas usadas

6 aplicativos para vender coisas usadas

6 aplicativos para vender coisas usadas

Mais do TechTudo