Celular
Publicidade

Por Isabele Scavassa, para o TechTudo

Thássius Veloso/TechTudo

Câmerasiaomi 12 é o celular topo de linha da fabricante chinesa no Brasil, que chegou ao mercado com ficha técnica potente. Dentre os destaques do modelo aparecem a câmera tripla, a internet 5G e a tela com taxa de atualização de 120 Hz. Os recursos também estão presentes no rival iPhone 13 Pro, da Apple. Nas linhas a seguir, compare as características dos smartphones à venda no país.

O celular premium da Xiaomi chegou ao mercado pelo valor de R$ 9.499. O preço é similar ao ofertado pelo iPhone 13 Pro no site oficial da Apple, mas o telefone da maçã já pode ser encontrado na Amazon por R$ 6.499 – um desconto de R$ 3.000.

iPhone 13 Pro chegou ao Brasil em outubro de 2021 — Foto: Divulgação/Apple

Tela e design

As diferenças entre os aparelhos começam com uma ligeira distinção no tamanho, uma vez que o Xiaomi 12 utiliza tela de 6,2 polegadas, ao passo que a Apple aposta no display de 6,1 polegadas do iPhone 13 Pro. Existe também uma breve alteração entre a resolução dos painéis, que indicam 2400 x 1080 pixels no primeiro modelo e 2532 x 1170 pixels no segundo.

Xiaomi 12 possui tela de 120 Hz — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Ainda no sentido das diferenças, pode-se pontuar que a Xiaomi opta pelo painel AMOLED, enquanto a Apple mantém o OLED. Na prática, o produto da gigante chinesa pode conferir maior eficiência energética, bem como uma exibição livre de rastros nas imagens.

Em comum, os telefones trazem tela com taxa de atualização de 120 Hz. A especificação em questão permite que o display garanta maior fluidez na transição de imagens, fator que pode otimizar a experiência com jogos e filmes, por exemplo.

iPhone 13 Pro — Foto: Artyom Geodakyan/Getty Images

Quanto à estrutura, um dos primeiros pontos que distinguem os celulares é o design. O Xiaomi 12 traz uma tela sem interferências, apenas com um furo para alocar a câmera de selfies. O iPhone 13 Pro, por sua vez, mantém o notch das gerações anteriores e, por isso, tem um aproveitamento de tela menor.

Se o modelo da Xiaomi apresenta destaque no aproveitamento de espaço, a Apple chama a atenção pela construção elaborada do produto. A empresa da maçã confere proteção contra água e respingos pela certificação IP68, bem como maior resistência a quedas e arranhões por meio da proteção Ceramic Shield.

O Xiaomi 12, por outro lado, fica devendo resistência à água, mas traz revestimento pelo Gorilla Glass Victus, material que pode reforçar a proteção do telefone em eventuais acidentes.

O modelo da Xiaomi está disponível nas cores azul e preto. Já o iPhone 13 Pro está disponível em cinco cores: verde, prata, dourado, azul e grafite.

Câmeras de Xiaomi e iPhone

As câmeras do iPhone 13 Pro e do Xiaomi 12 trazem a mesma quantidade de sensores, ou seja, são disponibilizadas três lentes em cada telefone para o registro de fotos e vídeos. Tanto em um, quanto em outro, elas se distribuem entre principal, ultra wide e teleobjetiva.

iPhone 13 Pro conta com Modo Cinema — Foto: Reprodução/ Apple

No caso do iPhone, todos os sensores contam com 12 MP, apesar de variarem as funções e as aberturas focais. O celular repete a quantidade de megapixels para a câmera de selfies.

Já o Xiaomi 12 traz variações no arranjo, com câmera principal de 50 MP, ultra wide de 13 MP e uma teleobjetiva de 5 MP que também pode operar como sensor macro.

Apesar da distinção acentuada de conjunto fotográfico, ambos prometem entregar registros com qualidade significativa. Além disso, vale mencionar que a quantidade de MP também não é, necessariamente, algo determinante para o resultado final das fotografias.

Xiaomi 12 Pro desembarcou ao país em maio deste ano — Foto: Divulgação/Xiaomi

O último lançamento da gigante de Cupertino trouxe sensores maiores do que a geração anterior, bem como a capacidade de fazer registros mais precisos mesmo em locais com pouca luminosidade. Quanto aos recursos disponibilizados, é possível destacar o Modo Cinema, que permite ajustar o foco durante as gravações – que por sua vez são feitas em 8K.

Já o representante da Xiaomi chega com ferramentas otimizadas para capturas noturnas, como o Vídeo Ultra Noturno, além de foco automático aprimorado. Assim como o concorrente, ele também faz vídeos em 8K, mas se difere na capacidade extra de tirar fotos de objetos próximos com riqueza de detalhes.

Desempenho e armazenamento

O iPhone 13 Pro conta com o chip A15 Bionic, um processador lançado pela própria fabricante, com dois núcleos voltados para alto desempenho e quatro destinados à eficiência energética. Dessa forma, o novo componente consegue entregar novidades em termos de inteligência artificial, mas também em aproveitamento da bateria.

iPhone 13 Pro comporta até 1TB de memória interna — Foto: Reprodução/ Apple

O concorrente do iPhone 13 Pro inclui o Snapdragon 8 Gen 1 na ficha técnica, o que deixa a disputa acirrada. Com o processador da Qualcomm, o modelo alcançou o posto de quarto telefone mais veloz do mundo. Não à toa, o chip assume o pódio de processadores usados no Android desde que foi lançado.

Assim, é possível afirmar que os telefones reforçam suas especificações, de modo a conferir a possibilidade de realizar tarefas simultâneas ou até mesmo jogar games mais pesados. A memória RAM do telefone da Xiaomi traz 8 GB, mesmo valor estimado para o concorrente. Vale lembrar que o número da Apple é uma estimativa extraoficial pois a fabricante não divulga a quantidade.

Tanto iPhone 13 Pro quanto Xiaomi 12 dispõem de suporte para carregamento sem fio — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

A empresa presidida por Tim Cook aposta em opções variadas de armazenamento: 128 GB, 256 GB e 512 GB ou 1 TB para guardar aplicativos, fotos e vídeos. O Xiaomi 12 oferece apenas a versão com 256 GB, o que pode soar como desvantagem por conta da falta de possibilidades.

Bateria de Apple e Xiaomi

A capacidade de bateria do Xiaomi 12 reserva 4.500 mAh, valor que deve ser o suficiente para autonomia de um dia sob uso moderado. O número diminui em relação à geração anterior, mas conta agora com ferramentas que buscam prolongar o tempo longe das tomadas. Entretanto, quando for preciso recarregá-lo, será possível usar um adaptador com 67 W de potência, número capaz de repor a energia em cerca de 40 minutos, segundo a marca.

iPhone 13 Pro tem suporte para NFC e Bluetooth 5.0 — Foto: Reprodução/Apple

Assim como no caso da memória RAM, a Apple também não disponibiliza os números da capacidade da bateria. Estima-se que ela alcance por volta de 3.095 mAh. O que se sabe de forma oficial é que o componente promete durar até 1,5 hora a mais do que o antecessor iPhone 12 Pro.

Um dos destaques do iPhone é o MagSafe, sistema de carregamento wireless implementado pela fabricante. A Xiaomi também garante essa modalidade de recarga sem fio, dessa vez com potência máxima de 55 W.

Versão do sistema

O Xiaomi 12 sai de fábrica com o Android 12, uma das versões mais recentes do sistema do Google. O telefone roda ainda a interface MIUI, própria da empresa, de modo a disponibilizar recursos de personalização, privacidade e demais funcionalidades que acompanham a atualização.

Vale mencionar que é possível esperar um suporte para futuros updates, como é o caso do Android 13, anunciado pela gigante das pesquisas ainda neste mês.

Xiaomi 12 chega com Android 12 — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Enquanto isso, o iPhone 13 Pro roda um sistema totalmente diferente, o iOS 15. Voltado para os aparelhos da maçã, o software em questão tem trabalhado em aprimorar a privacidade, além de conferir ferramentas como leitura de texto alocado em imagens e isolamento acústico para microfones durante videochamadas.

Recursos adicionais

Entre as funcionalidades em comum dos celulares estão o suporte ao NFC e à rede 5G. Tais formas de conectividade permitem, respectivamente, fazer pagamentos por aproximação e internet até 50 vezes mais rápida do que a rede 4G.

O iPhone 13 Pro permite acessar o aparelho apenas por meio do desbloqueio facial ou senha, enquanto o Xiaomi desempenha a função via sensor de impressão digital acoplado na própria tela.

Preço

Os celulares premium chegaram em datas diferentes. Enquanto o iPhone 13 Pro já se encontra em solo brasileiro desde outubro de 2021, o Xiaomi 12 só foi desembarcar no país em maio de 2022. Atualmente, o iPhone 13 Pro pode ser encontrado por R$ 6.499 na Amazon, enquanto o Xiaomi 12, recém-chegado, continua com o mesmo valor pelo qual desembarcou, R$ 9.499.

Confira abaixo tabela comparativa de Xiaomi 12 e iPhone 13 Pro

Xiaomi 12 vs iPhone 13 Pro

Especificações Xiaomi 12 iPhone 13 Pro
Lançamento março de 2022 setembro de 2021
Preço de lançamento R$ 9.499 a partir de R$ 9.999
Preço atual R$ 9.499 a partir de R$ 6.499
Tela 6,2 polegadas 6,1 polegadas
Resolução da tela Full HD+ (2400 x 1080 pixels) Full HD+ (2532 x 1170 pixels)
Processador Snapdragon 8 Gen 1 A15 Bionic
Memória RAM 8 GB 8 GB
Armazenamento 256 GB 128, 256, 512 GB ou 1 TB
Cartão de memória sem suporte sem suporte
Câmera traseira Principal de 50 MP, Ultra wide de 8 MP e Macro de 5 MP Principal de 12 MP, Ultra wide de 12 MP e Macro de 12 MP
Câmera frontal 32 MP 12 MP
Bateria 4.500 mAh 3.095 mAh
Sistema operacional Android 12 iOS 15
Dimensões e peso 152,7 x 69,9 x 8,16 mm; 180 g 146,7 x 71,5 x 7,65 mm; 203 g
Cores azul e preto azul-sierra, prateado, dourado e grafite

Com informações de Xiaomi e Apple

Confira no vídeo abaixo 6 fatos sobre o iPhone 13

6 fatos sobre o iPhone 13! Preços, novidades e tudo que você precisa saber!

6 fatos sobre o iPhone 13! Preços, novidades e tudo que você precisa saber!

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques. Os valores indicados no texto são referentes ao mês de maio de 2022.

Mais do TechTudo