Celular
Publicidade

Por Danilo Paulo de Oliveira, para o TechTudo

Thássius Veloso/TechTudo

Xiaomi 12 foi chegou ao Brasil como o sucessor direto do Xiaomi Mi 11. O mais novo celular topo de linha da fabricante chinesa trouxe mudanças importantes em relação ao modelo anterior. Apesar da evolução na troca de gerações, ambos smartphones premium trazem recursos avançados na ficha técnica, como alta capacidade de processamento, internet 5G e carregamento sem fio. Já o tamanho da tela e o conjunto fotográfico são características que diferem entre os aparelhos, como pode ser observado no comparativo a seguir.

O mais novo lançamento da Xiaomi tem preço inicial de R$ 9.499 nas cores azul ou preto. Já o Mi 11 chegou ao Brasil em junho de 2021 pelo preço sugerido de R$ 7.999, mas a alta do dólar fez com que o dispositivo aumentasse de preço – atualmente ele é vendido por R$ 9.999.

Mi 11 tem alto desempenho e câmera de 108 MP — Foto: Divulgação/Xiaomi

Tela e design

O Xiaomi 12 e o Xiaomi Mi 11 têm diferenças marcantes no design, a começar pelo tamanho da tela, que é de 6,28 polegadas no modelo mais novo contra 6,81 polegadas no antecessor.

A tecnologia do painel e a densidade de pixels por polegada também são diferentes, já que o Xiaomi 12 entrega a tecnologia OLED e 419 ppi, enquanto o Mi 11 é equipado com o AMOLED e 515 ppi. Apesar da diferença aparentemente significativa na taxa de pixels, vale lembrar que a mudança não é tão perceptível a olho nu.

Xiaomi 12 tem câmera frontal centralizada — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Ambas as telas trabalham com altas taxas de atualização de 120 Hz, recurso que se destaca por permitir movimentos de imagem mais fluidos nos smartphones.

Os dois dispositivos são construídos em metal e vidro e a tecnologia de proteção é a mesma: Gorilla Glass Victus, uma das mais modernas da Corning.

Na traseira, os celulares ostentam conjunto triplo de câmeras, com desenhos diferentes. Na frente, a câmera em formato de furo na tela mudou de posição, saindo do canto no Mi 11 para o centro no Xiaomi 12.

Mi 11 é maior e tem desenho diferente de câmeras — Foto: Divulgação/Xiaomi

O Xiaomi 12 está disponível apenas em azul ou preto, mas o dispositivo na tonalidade rosa também deve desembarcar em breve no Brasil. Já o Mi 11 possui três opções de cor: azul, branco ou cinza.

Câmeras dos celulares Xiaomi

O Xiaomi Mi 11 é reconhecido pela boa qualidade dos registros fotográficos. Na nova geração, a história não é diferente: a tendência permanece sendo de ótimos cliques, mas com diferenças de ficha técnica.

Mi 11 tem recursos cinematográficos na câmera; um deles é o magic zoom — Foto: Reprodução/Xiaomi

O modelo do ano passado apresenta uma câmera principal com resolução maior do que a oferecida pelo Xiaomi 12, mas vale lembrar que quantidade maior de megapixels não define necessariamente uma melhor qualidade da fotografia.

Os dois produtos se destacam pelas filmagens em até 8K UHD, mas o Xiaomi 12 sai na frente na hora de capturar vídeos em super câmera lenta, já que consegue captar expressivos 1920 quadros por segundo, contra os 960 quadros por segundo do celular de 2021.

O Xiaomi Mi 11 possui o seguinte conjunto fotográfico:

  • Principal de 108 MP (f/1.85)
  • Ultra wide de 13 MP (f/2.4)
  • Teleobjetiva + macro de 5 MP (f/2.4)
  • Frontal de 20 MP (f/2.4)

Xiaomi 12 possui câmera de 50 MP — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Já o Xiaomi 12 apresenta as seguintes câmeras:

  • Principal de 50 MP (f/1.88)
  • Ultra wide de 13 MP (f/2.4)
  • Teleobjetiva + macro de 5 MP (f/2.4)
  • Frontal de 32 MP (f/2.45)

As câmeras frontais dos dois celulares se limitam a gravar vídeos na resolução máxima de Full HD, mas o Xiaomi 12 alcança o dobro de quadros por segundo do modelo anterior: 60 fps contra 30 fps. O smartphone deste ano também evoluiu na resolução da câmera para selfies: são 32 MP contra os 20 MP da geração anterior.

Desempenho e armazenamento

Xiaomi 12 está entre os celulares Androids mais rápidos do mundo — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O Xiaomi Mi 11 é comercializado com o poderoso chipset Qualcomm Snapdragon 888 de oito núcleos de processamento e velocidade máxima de 2,84 GHz. O sucessor ganhou mais poder de fogo, já que conta com o Snapdragon 8 Gen 1, chip de oito núcleos capaz de chegar a 3 GHz. O Xiaomi 12 conquistou a marca de quarto celular Android mais veloz do mundo.

Nada muda no campo da multitarefa, visto que ambos contam com memória RAM de 8 GB. O armazenamento máximo dos dois telefones também é igual: 256 GB sem possibilidade de expansão via cartão microSD. Ambos os aparelhos Xiaomi possuem alta capacidade de processamento para navegar na internet ou carregar dados e jogos.

Bateria dos smartphones Xiaomi

Lançamento da Xiaomi, Mi 11 já vendeu mais de 1 milhão de unidades. — Foto: Divulgação/Xiaomi

A ficha técnica do Xiaomi 12 menciona uma bateria de 4.500 mAh contra 4.600 mAh no Xiaomi Mi 11. A redução de 100 mAh chama a atenção, mas é importante levar em consideração que o tamanho da tela ficou menor e o painel agora tem uma resolução inferior, que deve gastar menos bateria. A fabricante afirma que os dois aguentam pelo menos um dia longe da tomada - com uso moderado.

O Xiaomi 12 promete maior inteligência no fluxo de recarga durante a noite para que o componente dure mais tempo sem que necessite ser trocado. Além disso, a companhia equipa o modelo com um carregador rápido de 67W – bem acima do que é oferecido pela maior parte dos concorrentes, o que faz com que a bateria vá do zero ao 100% em cerca de 39 minutos, de acordo com a Xiaomi.

Xiaomi 12 vem com carregador de 67 W — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O Xiaomi Mi 11 também não faz feio na hora de repor a energia. O carregador é de 55 W, o que é suficiente para levar a bateria do dispositivo de zero a 100% em 45 minutos – pouca coisa a mais que o modelo da geração passada. Ambos os produtos suportam carregamento sem fio rápido, com tempo estimado de aproximadamente 50 minutos para completar os 100%. A entrada dos dois celulares é o USB-C, padrão dos smartphones Android atuais.

Versões do sistema Android

Mi 11 veio com Android 11 de fábrica, mas Android 12 já está disponível para o modelo — Foto: Divulgação/Xiaomi

O Mi 11 veio com o Android 11 de fábrica, mas já existe atualização disponível para o Android 12 – a mais recente versão do sistema operacional da Google. Por ser um modelo recente, o Xiaomi 12 já sai da caixa rodando o Android 12. Vale lembrar que os modelos usam a interface personalizada MIUI, que se encontra atualmente na versão 13 e oferece recursos exclusivos da companhia, principalmente na parte de personalização.

Recursos adicionais

Recursos não mudam muito entre Mi 11 e Xiaomi 12 — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

As funções adicionais não mudam muito entre os dois produtos topo de linha. Ambos os aparelhos trazem recursos como conexão para internet 5G de altíssima velocidade e NFC. Sendo assim, eles podem realizar pagamento por aproximação e dispensam um sensor físico na estrutura para desbloquear o celular. Os dois celulares Xiaomi contam com sensor de impressão digital na tela.

Vale mencionar a curiosa ausência de certificação de resistência à água e poeira por parte dos dois produtos, algo incomum para celulares topo de linha nesta faixa de preço. O responsável pela operação da Xiaomi no Brasil, Luciano Barbosa, explicou ao TechTudo que o consumidor não valoriza tanto as certificações e que elas encareceriam os produtos.

O Galaxy S22 Plus, por exemplo, vem com o IP68. Isso significa que ele pode ficar submerso em água doce a uma profundidade máxima de até 1,5 metro por 30 minutos. Além disso, o celular da sul-coreana é comercializado por cifras menores que as cobradas pelos modelos Xiaomi.

Preços de Xiaomi 12 e Mi 11

Xiaomi 12 e Mi 11 têm preços salgados — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O Xiaomi 12 chegou ao Brasil em 10 de abril pelo preço inicial de R$ 9.499 nas cores azul e preto. Já o Xiaomi Mi 11 chegou ao país em junho de 2021 pelo preço sugerido de R$ 7.999 com três opções de tonalidades: azul, branco e cinza. Apesar disso, a alta do dólar fez com que o produto ficasse mais caro, sendo atualmente encontrado por R$ 9.999, valor acima do dispositivo recém-lançado.

É possível encontrar os modelos por valores menores na internet, mas a gigante chinesa não oferece garantia e nem suporte técnico para produtos não oficiais. Além disso, vale lembrar que a marca é o principal alvo de contrabando de celulares no Brasil.

Confira abaixo a tabela que compara especificações de Mi 11 e Xiaomi 12

Xiaomi Mi 11 vs Xiaomi 12

Especificações Mi 11 Xiaomi 12
Lançamento fevereiro de 2021 março de 2022
Preço de lançamento R$ 7.999 R$ 9.499
Preço atual R$ 9.999 R$ 9.499
Tela 6,8 polegadas 6,28 polegadas
Resolução de tela Quad HD+ (3200 x 1440 pixels) Full HD (2400 x 1080 pixels)
Processador Quacomm Snapdragon 888 Qualcomm Snapdragon 8 Gen1
Memória RAM 8 GB 8 GB
Armazenamento 128 e 256 GB 256 GB
Cartão de memória sem suporte sem suporte
Câmera traseira Principal de 108 MP, ultra wide de 13 MP e teleobjetiva + macro de 5 MP Principal de 50 MP, ultra wide de 13 MP e teleobjetiva + macro de 5 MP
Câmera frontal 20 MP 32 MP
Bateria 4.600 mAh 4.500 mAh
Sistema operacional Android 11 Android 12
Dimensões e peso 164,3 x 74,6 x 8,06 mm; 196 g 152,7 x 69,9 x 8,16 mm; 180 gramas
Cores branco, cinza e azul azul e preto

Confira no vídeo abaixo alguns produtos inovadores da Xiaomi

Conheça produtos inovadores da Xiaomi

Conheça produtos inovadores da Xiaomi

Mais do TechTudo