Celular
Publicidade

Por Pedro Cardoso, para o TechTudo

Thássius Veloso/TechTudo

A Xiaomi é a mais nova empresa a conseguir a expressiva marca de mais de 500 milhões de usuários ativos de celulares. Antes da fabricante chinesa, apenas Apple e Samsung detinham esse número. A informação já tinha sido divulgada pela marca no final de 2021 e agora foi confirmada por um estudo da Counterpoint, empresa especializada em análise do mercado. A análise foi divulgada em um relatório publicado nesta semana com base nas vendas até o primeiro trimestre de 2022.

O melhor reconhecimento global da marca – que recentemente lançou o Xiaomi 12 no Brasil – é apontado pela Countepoint como um dos fatores que fizeram a Xiaomi atingir o novo patamar. O estudo ressalta que a fabricante expandiu vendas na Índia e na Europa ao longo de 2021, com respectivamente 23,2% e 12,6% de participação de mercado.

Participação da Xiaomi no mercado de celulares dos países onde tem maior presença — Foto: Reprodução/Counterpoint

De acordo com o estudo, apesar de ocupar a terceira posição no mercado global de celulares, curiosamente, a Xiaomi está apenas em quinto lugar em seu país de origem. Apple, Honor, Oppo e Vivo ocupam os quatro primeiros lugares.

A Xiaomi faturou US$ 4,16 bilhões no período, algo em torno de R$ 21 bilhões, somente com o "tráfego de usuários" com os seus smartphones. Entretanto, o órgão de pesquisa destacou que, apesar deste crescimento, a receita média por usuário vem caindo, e a causa disso pode ser o rápido crescimento nas vendas em escala global.

Xiaomi 12 foi lançado recentemente no Brasil com câmera de 50 MP — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

No final de 2021, a Xiaomi anunciou o Xiaomi 12, modelo topo de linha. O celular chegou recentemente ao Brasil por R$ 9.499, valor acima do cobrado pelo iPhone 13 Pro, por exemplo. A fabricante chinesa era apontada como referência em bom custo-benefício, mas, nos últimos tempos, ela tem se reposicionado no mercado, produzindo dispositivos para bater de frente com os modelos da Apple e da Samsung.

Com informações de Counterpoint

Confira no vídeo abaixo produtos inovadores da Xiaomi que são pouco conhecidos

Três produtos inovadores da Xiaomi que são pouco conhecidos

Três produtos inovadores da Xiaomi que são pouco conhecidos

Mais do TechTudo