Telefonia
Publicidade

Por Maya Abreu, do TechTudo

Reprodução/Arquivo pessoal

O Google usou a música Texts Go Green, lançada pelo rapper Drake na última sexta-feira (17), para provocar a Apple devido à ausência da tecnologia RCS no iPhone. O protocolo é considerado o "SMS do futuro". O perfil oficial do Android soltou um tuíte no sábado (18) argumentando que era necessário um vídeo não-oficial para “explicar” a canção – e, de quebra, tentar convencer a Apple a aderir ao RCS em seus celulares.

A brincadeira foi possível porque a letra de Drake faz referência ao que acontece quando é enviada uma mensagem, via iMessage (mensageiro oficial do iPhone), para outra pessoa que a tenha bloqueado ou não esteja no mensageiro do iOS. A bolha ao redor da mensagem não fica mais azul, mas sim verde.

Tela de Mensagens no iPhone — Foto: Katarina Bandeira

Entre usuários que não estejam bloqueados mas usem sistemas operacionais diferentes, a bolha aparece assim porque a troca de mensagens é feita via SMS regular. Desse modo, a opção utiliza os créditos do plano de telefonia para fazer o envio, e também não conta com os recursos adicionais do iMessage – como a possibilidade de enviar vídeos, por exemplo.

Foi justamente essa brecha que o Google aproveitou para "alfinetar" a dona do iPhone. "Se ao menos uma equipe de engenharia supertalentosa da Apple consertasse isso. Porque esse é um problema que apenas a Apple pode consertar. Na verdade eles só têm que aderir ao RCS", dizem no vídeo.

Mas afinal, o que é RCS?

RCS é a sigla para Rich Communication Services, algo como Serviços Ricos de Comunicação. O protocolo de troca de mensagens é considerado a evolução do SMS. Ele surgiu primeiramente em 2007 e hoje é usado no Google Mensagens, aplicativo equivalente ao iMessage no universo Android.

Os recursos são bem parecidos com os do mensageiro oficial do iPhone, como o envio de mídias como vídeos, GIFs e emojis; a criptografia de ponta a ponta; e o consumo de internet para envio de mensagens, ao contrário do SMS, que tem uma tarifação específica.

O recurso foi alvo de polêmica no começo do mês por causa do excesso de propagandas. O Google precisou desativar o envio de publicidade via RCS na Índia após receber reclamações de diversos usuários.

O RCS ainda não é utilizado pelas operadoras de telefonia móvel do Brasil, o que faz com que tenha pouco impacto por aqui. Até agora não há uma previsão para adoção nas redes da Claro, TIM e Vivo.

O que mudaria na música de Drake se o iPhone usasse RCS?

O grande ponto da brincadeira feita pelo Google no Twitter é que, se o iPhone utilizasse RCS como protocolo de mensagens no iMessage, usuários do Android e do iOS poderiam conversar pelo aplicativo com direito a todas as funções.

Essa, porém, não é a primeira vez que o Google pede à empresa da maçã que adote o RCS: em janeiro de 2022, o engenheiro de softwares do Android, Hiroshi Lockheimer, usou o Twitter para criticar a falta de suporte que a Apple dá ao RCS. “Ao não aderir ao RCS, a Apple está retendo a indústria e retendo a experiência de usuário não apenas para quem utiliza Android, mas também para seus próprios clientes”, escreveu o engenheiro.

Com informações de The Verge e Android Police

Confira no vídeo abaixo 7 funções do celular que você não conhece

Confira no vídeo abaixo 7 funções do celular que você não conhece 7 funções que seu celular tem e você não conhece!

Confira no vídeo abaixo 7 funções do celular que você não conhece 7 funções que seu celular tem e você não conhece!

Mais do TechTudo