Impressoras
Publicidade

Por Luana Carmelina, para o TechTudo

Divulgação/Epson

As impressoras multifuncionais têm sido mais procuradas pelos consumidores porque podem facilitar o dia a dia do usuário e ser uma boa escolha quando o assunto é praticidade. Os benefícios vão desde funções nativas, como scanner, fax e impressão, até atributos como economia de energia, que pode ser um fator decisivo na hora da compra. Como tudo, elas também possuem algumas desvantagens, principalmente em relação ao preço, que costuma ser mais salgado quando comparado a uma impressora convencional.

Diante de tantas opções e funcionalidades, o TechTudo separou as principais vantagens e desvantagens do produto para se levar em conta na hora de buscar uma impressora nova.

Impressoras multifuncionais costumam ser bastante práticas para o usuário — Foto: Unsplash/Evelyn Geissler

VANTAGENS

1. Facilidade para tirar cópias

A impressora 3330DNI admite uma tela LCD e velocidade de até 42 páginas por minuto — Foto: Reprodução/Amazon

No mundo das impressoras multifuncionais, tirar cópias de documentos, fotos ou outros itens é uma tarefa simples e rápida. Na maioria dos modelos é necessário apenas apertar um botão ou, como nas impressoras mais sofisticadas, escolher a opção no painel, além de controlar o número de cópias. Geralmente é possível escolher se a cópia será colorida ou preto e branco, com exceção de quando uma das tintas acaba ou em casos de multifuncionais especiais, que fazem impressão somente em P&B.

Tirar cópias pode ser algo demorado numa impressora comum, visto que primeiro é preciso escanear o documento. Ou seja, no final, a cópia acaba se tornando uma impressão comum.

2. Dispensa a compra de um de um scanner

A impressora a tinta multifuncional Brother DCPT420W é uma ótima escolha para quem busca agilidade e praticidade — Foto: Reprodução/Amazon

Outra vantagem de uma multifuncional é ter um scanner acoplado. Essa função garante maior facilidade na hora de tirar cópias. Além disso, ela permite que os documentos sejam enviados rapidamente para o computador e, em alguns modelos inteligentes, diretamente para o e-mail desejado ou para algum serviço de armazenamento online.

Dessa forma, apenas um aparelho resolve as principais necessidades do usuário. E caso o aparelho precise de manutenção, o custo tende a ser menor do que pagar pela assistência técnica de três máquinas distintas – fax, scanner e impressora.

Vale observar que, embora existam aplicativos para celular que cumpram a função scanner, a qualidade do documento escaneado provavelmente não será tão boa quanto a de um scanner dedicado.

3. Gasta menos energia

Multifuncionais tendem a gastar menos energia — Foto: Divulgação/Epson

Um dos benefícios mais atrativos das impressoras multifuncionais é a economia de energia. Em média, uma impressora a laser gasta cerca de 400 kWh para funcionar, enquanto uma a jato de tinta consome cerca de 50 kWh. No entanto, quando os modelos são multifuncionais, eles tendem a gastar menos ainda. A Epson estima que algumas de suas impressoras multifuncionais a laser consumam até 85% menos energia do que as convencionais.

A explicação para isso está na evolução tecnológica das impressoras. Agora, os jatos de tinta não precisam se aquecer para que a tinta seja borrifada no papel, o que faz o consumo de energia diminuir.

DESVANTAGENS

1. Ocupa bem mais espaço

Esse tipo de impressora, por ser grande, pode não caber em todos os lugares — Foto: Foto: Divulgação/HP

As multifuncionais costumam ser aparelhos mais robustos, que precisam de um espaço relativamente maior. Quanto mais sofisticada é a configuração do aparelho, maior ele costuma ser. Um exemplo disso são as impressoras multifuncionais que comportam diversos tamanhos de papel, ou ainda aquelas que possuem função de cópia frente e verso.

Caso a intenção do consumidor seja ocupar o menor espaço possível ou apenas utilizar a função de impressão, as impressoras convencionais talvez sejam a melhor opção.

2. Os preços são bem mais altos

Uma impressora multifuncional é mais cara do que uma impressora convencional. O preço é maior quando pensamos a curto prazo, na hora da compra. Enquanto uma impressora convencional custa cerca de R$ 200, uma multifuncional intermediária custa, em média, a partir de R$ 500. O susto inicial pode ser superado quando o cliente tem em perspectiva o longo prazo, visto que, dependendo do modelo, a tinta pode durar mais, além de ter menor consumo de energia.

Além disso, uma impressora convencional vai ser mais barata na maioria das vezes porque exerce apenas uma atividade: imprimir. Já a multifuncional cumpre uma série de outras tarefas.

3. Modelos baratos têm menos recursos

Impressoras com tanque de tinta podem ultrapassar as convencionais em custo-benefício — Foto: Divulgação/HP

Um modelo intermediário de impressora multifuncional tem recursos como conectividade sem fio, impressão através do aplicativo da marca, opção de impressão preto e branco ou colorido e suporte a alguns papéis. Os modelos mais sofisticados podem, inclusive, imprimir diretamente a partir da nuvem, mesmo que o usuário esteja num local distante. Além disso, oferecem impressões de fotografia ou em papéis especiais. Algumas são controladas por assistentes virtuais como a Siri ou Amazon Alexa.

No entanto, os modelos variam muito e os preços acompanham a complexidade do aparelho. Quanto mais barata é a impressora, menor é a chance de oferecer os recursos citados acima. Portanto, é preciso ver quais recursos a impressora multifuncional tem antes de comprá-la.

Com informações de Epson e Toner Buzz

Nota de transparência: Shoptime e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques. Os valores indicados no texto são referentes ao mês de junho de 2022.

Mais do TechTudo