Wearables
Publicidade

Por Danilo Paulo de Oliveira, para o TechTudo

Thássius Veloso/TechTudo

O Apple Watch será utilizado para rastrear sintomas da doença de Parkinson. Nesta semana, o órgão dos Estados Unidos equivalente à vigilância sanitária concedeu autorização para que o instituto de pesquisas neurológicas Rune Labs iniciasse o experimento, que tira proveito dos sensores de movimento do relógio da Apple para gerar uma série de relatórios. Eles servirão de apoio no tratamento dos pacientes. A organização tem a ambição de fazer um acompanhamento mais detalhado das pessoas que convivem com esta condição de saúde.

Apple Watch possui sensores de movimento que são explorados por pesquisa relacionada ao Mal de Parkinson — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Os sensores presentes no Apple Watch conseguem perceber, por exemplo, quando uma pessoa cai. No ano passado, o relógio salvou um idoso que sofreu uma queda e ficou inconsciente. A Apple costuma destacar os recursos do relógio voltados à saúde e segurança das pessoas, além dos muitos atributos fitness.

A doença de Parkinson é um distúrbio do sistema nervoso central que interfere nos movimentos do corpo. A doença causa, por exemplo, tremores nas mãos, perda de equilíbrio e rigidez. Um dos problemas principais enfrentados pelos médicos no diagnóstico da doença é o fato de que, atualmente, a maioria dos médicos tem que coletar dados sobre os movimentos de um paciente observando-os durante uma breve consulta clínica. Esse método nem sempre se mostra eficiente, já que os sintomas da doença podem variar muito ao longo do tempo.

A ideia é combinar a prática com o uso do software para Apple Watch, a fim de obter um diagnóstico mais detalhado e completo. Relatórios mais complexos e o monitoramento dos tremores por longos períodos devem facilitar bastante o trabalho médico e o tratamento da doença.

Não é a primeira vez em que os potenciais do Apple Watch são explorados no mundo médico. No começo do mês, o TechTudo noticiou que cientistas australianos estão explorando as possibilidades oferecidas pela função de eletrocardiograma (ECG) para o auxílio de crianças com câncer.

Com informações de Reuters

Confira o lançamento do iPhone 13 no vídeo abaixo

Confira o lançamento do iPhone 13 no vídeo abaixo

Confira o lançamento do iPhone 13 no vídeo abaixo

Mais do TechTudo