Celular
Publicidade

Por Thássius Veloso (@thassius), do TechTudo

Reprodução/Daniel Yubi

Imagine ter o iPhone roubado, ligar a função de localizar o celular e perceber que ele está a quase 10 mil quilômetros de distância. Foi exatamente isso que aconteceu com Daniel Yubi, um especialista em pagamentos digitais. O relato viralizou no Twitter, com quase 36 mil curtidas até a publicação deste texto.

Na postagem, Yubi ainda ironiza dizendo que este é “o ciclo da vida”. Ele divulgou um print que mostra o aparelho a muitas milhas do local do crime.

“O ciclo da vida”, ironiza Yubi — Foto: Reprodução/Daniel Yubi

De acordo com o relato, o roubo aconteceu em Londres, onde o usuário do Twitter vive atualmente. Já a função nativa de buscar iPhone – que funciona inclusive sem internet – aponta que o smartphone está atualmente em Shenzhen, uma província da China que concentra diversas fábricas de dispositivos eletrônicos. É altamente provável que o iPhone tenha sido produzido naquela mesma região. Um dos mistérios diz respeito ao trajeto para que o aparelho saísse da Europa e chegasse à Ásia.

Yubi não especifica a geração do iPhone roubado, mas é possível supor que se trata pelo menos do iPhone X, de 2017, tendo em vista que o indicador do telefone tem o notch na tela.

Ainda não se sabe o que o especialista pretende fazer a partir de agora. Ele poderia tentar acionar a polícia chinesa, por exemplo. Também existe a opção de mandar travar o iPhone de maneira remota, a partir do painel de controle do iCloud, o serviço de nuvem da Apple.

Mapa da função Buscar mostra localização do iPhone — Foto: Reprodução/Daniel Yubi

Os seguidores estão curiosos sobre o desfecho da história. Há quem acredite que os bandidos irão desmontar o aparelho para revender as peças. Pode haver alguma dificuldade nisso, já que alguns componentes da Apple possuem uma espécie de código de DNA e só funcionam quando estão em conjunto.

No entanto, ainda mais ao se considerar que o procedimento pode ocorrer na China, a grande fábrica de iPhones do planeta, também pode ser que os criminosos por lá já tenham ferramentas para burlar os componentes de segurança da Apple.

Com informações de Daniel Yubi (Twitter)

Confira o lançamento do iPhone 13 no vídeo abaixo

Confira o lançamento do iPhone 13

Confira o lançamento do iPhone 13

Mais do TechTudo