Wearables
Publicidade

Por Pedro Cardoso, para o TechTudo

Reprodução/MacMagazine

Os óculos de realidade mista da Apple podem vir equipados com o chip M2, mais recente processador produzido pela marca da maçã. Além disso, de acordo com o analista Mark Gurman, da Bloomberg, o dispositivo deve chegar com 16 GB de memória RAM. Outros destaques da ficha técnica devem ser os displays microLED e AMOLED com resolução em 4K. A ficha técnica recheada deve custar caro: o preço estimado do produto, que só deve chegar em 2023, é de mais de R$ 15 mil.

O rumor sobre o chip M2 vai de encontro à especulação levantada pelo analista Ming-Chi Kuo, que está próximo da rede de suprimentos e costuma acertar com frequência as suas observações sobre a indústria de eletrônicos. Para Kuo, a Apple traria o chip M1 como processador principal, porém, também teria um secundário, de menor custo, apenas para coordenar os sensores.

Frente da Apple Store (Foto: Allan Melo / TechTudo) — Foto: TechTudo

O relatório do portal de notícias The Information, publicado em maio deste ano, como lembra o site The Verge, também cita a presença de mais de um chip no dispositivo, para outras funções, corroborando com o que foi mencionado por Kuo. Embora Gurman não mencione isso no texto publicado no último domingo (26), o uso de um chip secundário é até uma escolha normal no mundo atual da tecnologia.

Durante o evento para desenvolvedores WWDC 2022, que aconteceu no começo de junho, nos Estados Unidos, a Apple apresentou algumas informações sobre o novo chip M2 e afirmou que o hardware pode ter CPU e GPU mais rápidas do que o modelo M1, com desempenho 18% e 35% maiores, respectivamente.

Os óculos de realidade mista da Apple devem trazer as tecnologias de realidade aumentada (AR em inglês) e realidade virtual (VR em inglês) no mesmo dispositivo. Rumores anteriores indicam que o aparelho deve ser lançado somente em 2023 e pode ter dois displays MicroOLED com resolução 4K, além de um terceiro painel AMOLED. Os óculos VR da Apple, como também estão sendo chamados, podem ter 14 câmeras internas para escaneamento facial e conexão Wi-Fi.

iPhone não deve ser necessário para a utilização dos óculos VR da Apple — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O aparelho deve rodar um sistema operacional próprio, o RealityOS, e tende a custar pelo menos US$ 3 mil, ou cerca de R$ 15,6 mil, de acordo com a cotação atual do dólar. Se os rumores levantados no meio do ano forem verdadeiros, os óculos de VR podem funcionar sem a necessidade de um iPhone.

Com informações de Bloomberg e The Verge

Confira no vídeo abaixo todos os detalhes do iPhone 13

6 fatos sobre o iPhone 13! Preços, novidades e tudo que você precisa saber!

6 fatos sobre o iPhone 13! Preços, novidades e tudo que você precisa saber!

Mais do TechTudo