Celular
Publicidade

Por Danilo Paulo de Oliveira, para o TechTudo

Divulgação/Samsung

A Samsung foi multada em 14 milhões de dólares australianos (aproximadamente R$ 50 milhões) pelo Tribunal Federal da Austrália por propaganda considerada enganosa de celular. Uma campanha de marketing veiculada no país entre os anos de 2016 e 2018 sugeria que Galaxy A5, Galaxy S7 e Galaxy S8, smartphones resistentes à água, poderiam ser submersos na piscina e até mesmo no mar. Os dispositivos possuem a certificação IP68 e não devem ser usados dessa forma. Até mesmo o site da fabricante sul-coreana desaconselha a ação.

Um dos anúncios mostrava uma foto debaixo do mar, com uma mulher surfando, o que poderia levar o consumidor a pensar que o aparelho seria resistente a mergulhos na água do mar. De acordo com a decisão judicial, a propaganda era enganosa.

Samsung é multada por propaganda enganosa — Foto: Reprodução/Samsung

Os três produtos envolvidos no processo (Galaxy A5, Galaxy S7 e Galaxy S8) são equipados com a certificação IP68. Isso significa que os modelos foram projetados para resistirem a submersão de no máximo 30 minutos a uma profundidade máxima de 1,5 m, somente em água doce. A água salgada do mar e a água com cloro da piscina, presentes nas peças publicitárias distribuídas na Austrália, poderiam danificar os aparelhos e corroer componentes importantes.

Gina Cass Gottlieb, presidente da Comissão Australiana de Concorrência e Consumidor (Australian Competition and Consumer Commission), afirmou que a organização recebeu centenas de reclamações de usuários da Samsung, que se queixaram de danos em seus aparelhos após contato com água. O caso então foi encaminhado ao Tribunal Federal do país, que ordenou que a gigante sul-coreana pagasse a multa equivalente a R$ 50 milhões.

Galaxy S7 é resistente à água, mas não pode ser levado para o mar — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Um dos motivos responsáveis pelo mal funcionamento dos aparelhos, como apontou o portal The Verge, pode ser a corrosão na porta de carregamento. Esse dano ocorre em especial quando o telefone é exposto a água salgada ou clorada e é conectado ao carregador antes que a entrada esteja completamente seca.

Não é a primeira vez que uma empresa é multada por conta de publicidade enganosa sobre resistência a água. Em 2020, como o TechTudo noticiou, a Apple recebeu uma multa equivalente a R$ 64 milhões na Itália por motivo semelhante ao caso da Samsung.

Com informações de Samsung

Confira no vídeo abaixo os celulares dobráveis da Samsung resistentes à água

Galaxy Z Flip 3 e Galaxy Z Fold 3 são anunciados (agora resistentes à água)

Galaxy Z Flip 3 e Galaxy Z Fold 3 são anunciados (agora resistentes à água)

Mais do TechTudo