Campeonatos
Publicidade

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A Ninjas in Pyjamas foi derrotada pela KRÜ Esports nesta quinta-feira (30) e perdeu a vaga para o Valorant Masters Copenhagen 2022. A equipe brasileira teve sua última oportunidade de avançar para o torneio na Dinamarca após ter perdido para a LOUD na final da Etapa 2 do VCT BR. No duelo contra a vice-campeã da região LATAM, KRÜ, pesou o histórico positivo da organização do ex-jogador Kun Aguero contra os brasileiros, e a NiP acabou derrotada por 3–0. As parciais foram de 13–8, na Breeze, 13–5, na Fracture, e 13–10, na Icebox.

Por conta da derrota da NiP, o Brasil terá somente a LOUD como representante no Masters em Copenhague, enquanto a região LATAM contará com a própria KRÜ e a Leviatán. Veja, a seguir, os destaques da série entre NiP e KRÜ e mais detalhes a respeito do próximo Masters.

Ninjas in Pyjamas perdeu por 3–0 da KRÜ Esports e não irá para o Valorant Masters na Dinamarca — Foto: Divulgação/Valorant Brasil

👉 Qual é o melhor jogo de FPS online e gratuito? Opine no Fórum do TechTudo

Mapa 1 (Breeze)

A Ninjas in Pyjamas mostrou bastante irregularidade no começo da Breeze. A exceção ficou para um jogador: Cauan "cauanzin" Pereira (Sova). Depois de fazer um 3K no pistol, cauanzin trouxe a rodada seguinte com um novo 3K após a NiP se encontrar em uma situação muito delicada. No entanto, a KRÜ levou a melhor em seu mapa de escolha na rodada com ambas as equipes armadas e emplacou mais quatro rodadas na sequência. Cauanzin voltou a ser impactante para sua equipe ao buscar um clutch 1v2, mas a KRÜ conseguiu a vantagem na defesa por 7–5.

Na virada de lados, a NiP enfrentou ainda mais problemas no lado defensivo. Entre dificuldades para segurar os spikesites e nos retakes, principalmente pela região da B, os brasileiros foram perdendo o controle do confronto pouco a pouco. Quando achou um espaço para se recuperar e chegar ao oitavo ponto, Juan Pablo "NagZ" Lopez (Chamber) frustrou a NiP com um clutch 1v2 bastante rápido e deu para a KRÜ a tranquilidade para fechar a Breeze em 13–8.

Clutch de NagZ era o que a KRÜ Esports precisava para quebrar a reação da NiP e levar a Breeze para casa — Foto: Divulgação/Riot Games

Mapa 2 (Fracture)

A Ninjas in Pyjamas teve a oportunidade de iniciar a recuperação em seu mapa de escolha, mas as dificuldades no duelo continuaram. Já no pistol, a KRÜ contou com uma boa rodada Roberto Francisco "Mazino" Rivas (Sage) para abrir o placar na Fracture e logo chegar ao 4–0. A NiP voltou a ter Cauan "cauanzin" Pereira chamando a responsabilidade para trazer o primeiro ponto, mas a situação não mudou. Entre muitas dificuldades com os after plants, os brasileiros viram os adversários jogarem o duelo com bastante tranquilidade e fecharem a metade em 8–4.

Na defesa, a NiP não conseguiu encaixar novamente a Fracture, que é um de seus melhores mapas. A defesa não funcionou e as trades não entraram quando mais precisavam. KRÜ foi liderada pelas excelentes atuações de Juan Pablo "NagZ" Lopez (Chamber) e Angelo "keznit" Mori (Raze) e venceu o seguindo mapa sem dificuldades por 13–5.

Cauanzin voltou a se destacar pela NiP, mas não conseguiu evitar a derrota — Foto: Divulgação/Valorant Brasil

Mapa 3 (Icebox)

No começo da Icebox, a Ninjas in Pyjamas se encontrou em seu melhor momento em toda a série. Foram duas vitórias suadas no pistol e no anti-eco, antes de derrubar a KRÜ na rodada bônus adversária. Na quarta rodada, parecia que a sequência se encerraria para os brasileiros, mas Gabriel "v1xen" Martins (Viper) fez um clutch sensacional no retake ao derrubar quatro adversários e garantir o defuse no limite. A KRÜ viu fragilidade na defesa da NiP pelo spikesite A e "deu aula" na coleta de informações para virar o duelo. Foram sete rodas na sequência, até v1xen (Viper) fazer um 3K para diminuir o prejuízo para 7–5.

No ataque, um começo promissor para a NiP, com um bom pistol e um round tranquilo para chegar ao empate em 7–7. O jogo se equilibrou, e cada rodada foi decidida no limite. Os brasileiros encontraram um bom momento quando abriram o 10–8 ao derrotar a KRÜ em um forçado. Apesar disso, Roberto Francisco "Mazino" Rivas (Sage) acumulou abates atrás de abates e frustrou os avanços dos brasileiros. No map point dos adversários, Gabriel Luiz "bezn1" da Costa (Omen) fez um 4K e quase colocou sua equipe de volta no jogo, mas a KRÜ garantiu essa rodada e fechou a Icebox em 13–10.

Ninjas in Pyjamas não teve um bom desempenho no duelo contra a KRÜ e perdeu a chance de disputar o torneio na Dinamarca — Foto: Divulgação/Valorant Champions Tour

Valorant Masters Copenhagen 2022

O próximo Valorant Masters será na capital da Dinamarca, Copenhague, e acontece do dia 10 ao dia 24 de julho. A LOUD já estava garantida na competição graças ao título da Etapa 2 do VCT BR que conquistou em cima da própria Ninjas in Pyjamas. As outras equipes classificadas para o torneio são OpTic Gaming, XSET, Fnatic, FunPlus Phoenix, Guild Esports, DRX, Paper Rex, XERXIA, Northeption, Leviatán e a própria KRÜ Esports.

Além dos pontos de circuito, que decidirão algumas das vagas no Valorant Champions 2022, o Valorant Masters Copenhagen 2022 também terá premiação em dinheiro, valor que será divulgado em outro momento.

LOUD já estava garantida em Copenhague graças ao título da Etapa 2 do VCT BR — Foto: Divulgação/Valorant Brasil

Com informações de Valorant Esports e Liquipedia

Mais do TechTudo