Sua Casa Mais Tech
Publicidade

Por Shoptime

Reprodução/Shoptime

Se você tem crianças ou adolescentes na família, é enorme a chance de já ter pedido para eles diminuírem o tempo que passam com o celular, ou de ter presenciado uma mãe ou um pai tentando fazer isso. O Shoptime tem algumas dicas para você restringir o tempo de uso de smartphones e tablets pelas crianças.

Com a presença da tecnologia e de dispositivos conectados em nosso dia a dia, é inegável como isso pode proporcionar conteúdos educativos, cultura e diversão para as crianças e adolescentes.

Ao mesmo tempo, o uso prolongado de celular pode levar os pequenos a uma situação de redução da concentração e enfraquecimento da memória, além de alterações no sono, impulsividade, ansiedade e até mesmo agressividade. Tudo isso pode prejudicar seriamente o desenvolvimento e o desempenho escolar da criança e do adolescente.

Especialistas e até mesmo produtores de conteúdo para crianças já criticaram o uso dos celulares em excesso, em especial, os aplicativos e redes sociais com "timeline infinita", em que os vídeos nunca deixam de ser atualizados. O efeito é praticamente hipnótico, até mesmo para adultos.

Qual o tempo de tela recomendado para crianças?

Especialistas em educação e desenvolvimento infantil são categóricos ao afirmar que crianças menores de 2 anos não devem ser expostas a jogos eletrônicos, celulares e tablets.

Para crianças entre 3 a 5 anos, o uso de celular deve ser restringido a uma hora por dia.

E de 6 a 13 anos, a recomendação é que o uso de telas não ultrapasse duas horas por dia.

Como manter o equilíbrio no tempo de uso das crianças?

Existem algumas atitudes que você pode tomar para limitar o uso do celular em excesso por crianças, pré-adolescentes e adolescentes, mas ainda preservando um equilíbrio na presença da tecnologia em sua rotina. Principalmente com aulas e atividades escolares online, equilíbrio é a palavra chave.

A primeira dica é estabelecer limites, com dias e momentos específicos para que seu filho ou filha possa ter acesso ao celular ou tablet. É essencial explicar como o uso das telas em excesso pode trazer riscos e que o mais importante, naquele momento da vida, é a dedicação aos estudos e ao desenvolvimento.

Ao mesmo tempo, é importante ter coerência e dar o exemplo. Não adianta nada regular o tempo de uso do celular da criança e você ficar rolando o Instagram e vendo vídeos no TikTok por horas, sentado ao lado dela no sofá.

Para não regular e proibir sem dar qualquer alternativa, promova momentos de atividades sem tecnologia, como brincadeiras em casa ou ao ar livre. Para crianças mais velhas, os pais também podem compartilhar responsabilidades, como arrumar o quarto, tirar o lixo, alimentar os pets, etc.

Você pode ainda acostumar a criança a manter a atenção em um filme apropriado por uma ou duas horas sem parar, e até conversando durante a sessão. Se não é possível ir ao cinema, faça uma sessão especial em casa, com pipoca e celular desligado.

Por fim, é essencial monitorar o uso do celular ou tablet enquanto a criança estiver usando o aparelho, seja um dispositivo dela ou o dos adultos. Direcione o uso para aplicativos e conteúdos educativos. Separamos alguns apps e recursos que ajudam os adultos a controlar e limitar o que os pequenos e pequenas acessam com o celular.

- Controle o tempo de tela em iPhone ou iPad

Abrindo seu perfil do iCloud, é possível configurar o Compartilhamento Familiar e criar uma conta ID Apple para a criança. O perfil ou aparelho vai aparecer em Uso da Família, onde você encontra a opção do Tempo de Uso e de Controles Parentais.

Nessa seção, é possível estabelecer um horário determinado para que as crianças usem o celular ou tablet, mandem mensagens e façam chamadas. Também é ali onde devem ser indicados os apps permitidos, limitados ou fora de alcance para os pequenos.

- Google Family Link

Disponível para Android e iOS, o aplicativo gera um relatório sobre tempo de uso, localização e apps utilizados no celular da criança, uma vez por semana ou uma vez por mês, para o dispositivo dos pais.

- Controle Parental Screen Time

Permite monitorar assuntos, sites e redes sociais, além de controlar o tempo. Na versão paga, os pais podem regular horários e interromper o uso do aparelho da criança.

- AppBlock

Aplicativo para ser instalado no celular da criança para bloquear chamadas, fotos, vídeos e downloadas sem autorização, além de limitação para horário escolar ou hora de dormir.

- FamiSafe

Aplicativo de controle parental pago, disponível para Android e iOS, que permite monitorar aplicativos em uso, limita downloads e acessos e regula tempo de uso.

- Life360

Aplicativo de segurança que pode ser usado por toda a família, já que permite acompanhar a localização dos dispositivos em tempo real. Em caso de emergência, o app faz uma chamada automática para os contatos selecionados. Esse é mais para monitorar os filhos à distância.

Uma preocupação óbvia dos pais é impedir que crianças tenham acesso a conteúdos impróprios também no notebook ou desktop. Existem maneiras de monitorá-los. Leia mais aqui.

Visite o Shoptime para pesquisar os celulares em promoção e para conhecer as novidades em smartphones.

Você pode comprar pelo site ou baixar o app Shoptime, que tem promoções exclusivas e permite acompanhar a sua entrega.

Shoptime
Mais do TechTudo