Publicidade

Por Igor Oliveira, para o TechTudo


Alguns dos melhores jogos de 2022 chegaram ao mercado nos primeiros 6 meses do ano. Entre lançamentos aguardados que não decepcionaram, como Elden Ring e Horizon: Forbidden West, novas versões de clássicos para outras plataformas, como God of War no PC, ou mesmo surpresas agradáveis, como o indie Tunic, chegaram conquistando a comunidade e impressionando a crítica especializada. Pensando nisso, o TechTudo fez uma lista de títulos que se destacaram e são apontados como 8 melhores jogos do primeiro semestre.

Vale ressaltar que, para fechar essa lista, os critérios utilizados foram notas em sites especializados, como o Metacritic, além de informações como o número de vendas e também a recepção geral da comunidade. Confira, a seguir, a nossa seleção.

Horizon Forbidden West é um dos maiores lançamentos de jogos de 2022 — Foto: Reprodução/Luiza M. Martins

Depois de anos de espera, o novo jogo da From Software chegou ao PlayStation 5 (PS5), PlayStation 4 (PS4), Xbox Series X/S, Xbox One e PC em fevereiro de 2022. Aguardado desde 2019, quando foi anunciado, o RPG de mundo aberto foi uma das maiores estreias do ano; talvez, a maior delas. Isso porque Elden Ring foi um sucesso instantâneo de crítica, debutando com nota 98 no Metacritic. Outro detalhe é que, segundo o último dado divulgado pela desenvolvedora, o game passou a marca de 13,6 milhões de unidades vendidas - número muito expressivo, principalmente para um jogo souls-like.

Para a parte criativa do jogo, a From Software, famosa pela franquia Dark Souls e notoriamente conhecida pela gameplay desafiadora, formou parceria com o autor de Crônicas de Gelo e Fogo, George R.R Martin, que assinou o roteiro do jogo. Em Elden Ring, o jogador é um Tarnished, seres banidos das Terras Intermédias que retornam ao lugar para cumprir uma missão. A partir disso, o desbravamento do mapa e a direcionamento da história são responsabilidade do player.

Elden Ring teve o maior lançamento do ano e bateu recordes de vendas no primeiro mês — Foto: Divulgação/From Software

O RPG que simula um mundo aberto de Pokémon chegou ao Nintendo Switch logo no primeiro mês do ano, surpreendendo os fãs da franquia pela grande possibilidade de exploração. Em Arceus, o jogador têm a missão de completar sua Póke-Agenda, registrando todos os Pokémon com que teve contato, batalhou ou, até mesmo, capturou. A nota 83 no Metacritic, bem como mais de 12 milhões de unidades vendidas colocam este game como um dos grandes lançamentos de 2022.

Além do mundo aberto com algumas limitações, outra mudança na gameplay é a necessidade de esquiva, visto que agora os Pokémon podem perceber a presença do jogador e atacar, causando dano ao personagem. Pokémon Legends: Arceus fez sucesso justamente pelas mecânicas de caçada aos Pokémon e a possibilidade de exploração do mundo, que era muito pedida pelos fãs de longa data da série.

Pokémon Legends: Arceus fez sucesso por reunir, em um jogo, pedidos feitos pelos fãs de longa data da franquia — Foto: Reprodução/Bruno Magalhães

A sequência de Horizon Zero Dawn era uma das grandes promessas do ano - especialmente para os fãs da franquia, que ansiavam pela continuação da história de Aloy. O jogo exclusivo para PlayStation (PS4 e PS5) trouxe uma narrativa ímpar, além de corrigir alguns pontos críticos da gameplay do primeiro. Outro detalhe é que Forbidden West foi considerado por muitos o primeiro grande lançamento exclusivo da marca depois que o console mais recente, o PS5, chegou ao mercado.

Em Forbidden West, a história se inicia logo após os eventos finais de Zero Dawn. O enredo gira em torno da jornada de Aloy em busca de um backup de GAIA para restaurar o processo de terraformação. Contudo, após salvar Meridiana, a protagonista precisa enfrentar uma nova peste que domina o mundo, atrapalhando o cultivo e matando os animais.

Horizon Forbidden West é a sequência direta do primeiro jogo da franquia, Zero Dawn — Foto: Reprodução/Luiza M. Martins

A coleção Legado dos Ladrões foi a junção dos remasters de A Thief’s End e The Lost Legacy, da franquia Uncharted, para o PlayStation 5 e para PC. Apesar da coletânea não ser muito diferente daquilo que os players já conhecem, a grande novidade do lançamento é a chegada do jogo nos computadores. Assim como foram os jogos em seus primeiros lançamentos, Legado dos Ladrões foi um sucesso com a crítica e ostenta a nota 87 no Metacritic.

Em A Thief’s End, Drake volta à ativa para ajudar seu irmão Sam a encontrar o tesouro perdido de Henry Avery, e o roteiro segue o fechamento para a história de Nathan Drake. Já em The Lost Legacy, Chloe parte em uma aventura na Índia em busca da relíquia da Presa de Ganecha. Para conseguir completar a missão, ela busca ajuda de Nadine Ross, uma mercenária conhecida na saga. O segundo jogo mostra como a franquia consegue manter a qualidade mesmo sem seu personagem principal.

Kirby, um dos mascotes mais adorados dos videogames, embarca em uma nova aventura no jogo exclusivo no Nintendo Switch. O título de 2022 da criaturinha rosa foi o primeiro a ser lançado após um intervalo de dois anos da franquia. E a espera valeu a pena para boa parte das pessoas que jogaram Kirby and the Forgotten Lands. O first party da Nintendo conta com uma nota de 85 no Metacritic.

A história do game acontece fora do planeta Pop Star, em uma terra esquecida, com Kirby e os Waddle Dees sequestrados por meio de fendas no espaço. O cenário conta com prédios, shopping centers e ruas abandonadas, lembrando muito um contexto pós-apocalíptico. Assim, passando por tigres, raposas e flamingos que dominaram a ilha abandonada, Kirby tem que salvar seus protegidos Waddle Dees.

Kirby and the Forgotten Land é aventura 3D do mascote da Nintendo — Foto: Reprodução/Bruno Magalhães

O lançamento mais recente da Supermassive Games trouxe elementos de filmes de terror slasher, como os jumpscares e a violências gráfica, focando no storytelling para atrair os jogadores. No game, um grupo de adolescentes fica preso em um acampamento de verão por conta de problemas no carro e, apesar das recomendações para ficarem trancados dentro das cabanas, os jovens resolvem curtir uma festa ao ar livre para celebrar os últimos momentos do verão.

Apesar do roteiro clichê, o player se torna responsável por quem morre e quem sobrevive através de suas escolhas in-game. Segundo a desenvolvedora, The Quarry tem 186 finais possíveis, o que ajuda a manter o jogador preso à narrativa. Consequentemente, o público e a crítica gostaram bastante deste game, que foi um dos últimos lançamentos do semestre e conseguiu uma nota 80 no Metacritic. The Quarry está disponível para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X/S e PC.

The Quarry é um jogo de terror interativo baseado em filmes como Evil Dead e Sexta Feira-13 — Foto: Reprodução/Luiza M. Martins

Neste primeiro semestre do ano, a Sony adotou de vez a estratégia de trazer seus first party de peso para o PC. God of War, o sucesso de 2018, foi relançado para PC em janeiro. Com uma portabilidade muito bem feita, a história de Kratos no mundo da cultura nórdica foi um sucesso retumbante entre os jogadores de computador. O jogo conta com uma avaliação de 100% na Steam, além de nota 93 no Metacritic.

Em God of War, o icônico personagem Kratos ganha um novo capítulo de sua jornada. Dessa vez, ele navega por territórios nórdicos enquanto tenta se adaptar ao seu novo momento, como pai de Atreus. Com uma narrativa impecável e uma direção construída a partir de um plano-sequência que permeia o jogo inteiro, God of War não só revitalizou a franquia, como deixou a comunidade ansiosa pela continuação dessa nova história.

Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder's Revenge é o mais novo jogo das Tartarugas Ninjas, que segue o molde dos clássicos games da franquia dos anos 1980 e 1990. O game, que assume mecânicas de beat'em up tão populares nessa época, representa um mergulho na nostalgia, o que o ajudou a conquistar de vez o coração dos jogadores. Shredder’s Revenge foi um grande sucesso com a crítica e, em sua versão de Nintendo Switch, tem nota 89 no Metacritic. Outro detalhe que ajudou na recepção do jogo das Tartarugas Ninjas foi o multiplayer, que permite até seis amigos jogando juntos.

TMNT: Shredder’s Revenge foi desenvolvido pela DotEmu e Tribute Games, dois estúdios conhecidos por franquias retrô, em parceria com a Nickelodeon. O jogo foi lançado para Xbox Series X/S, Xbox One e Nintendo Switch, PS4 e PS5. Além disso, ele foi disponibilizado no Game Pass no dia de lançamento.

Bônus: Tunic

Tunic é uma grata surpresa do ano de 2022. Lançado em março para PlayStation (PS4 e PS5), Xbox One, Xbox Series S/X e PC, o indie ganhou muita popularidade por ter sido disponibilizado direto no Xbox Game Pass. Inspirado por games clássicos como os da saga Zelda, Tunic é um game de visão isométrica que narra a aventura da simpática raposinha Foks enquanto ela desbrava mundos de biomas diferentes, criaturas perigosas e segredos escondidos.

Apesar da inspiração visível nas jornadas de Link, o jogo apresenta um estilo de combate mais refinado e técnico. O game pode ser uma boa opção para quem sempre teve vontade de experimentar a franquia da Nintendo, mas nunca conseguiu. No Metacritic, o jogo da raposinha conquistou uma nota alta: 85, na versão de Xbox One. Isso sem falar da aprovação do público, que também foi bem ampla. Na Steam, 92% das quase quatro mil análises do game são positivas.

Tunic é um game de aventura inspirado por clássicos onde uma pequena raposa se arrisca em uma grande jornada — Foto: Reprodução/Steam

Com informações de Metacritic e Steam

5 jogos que são considerados os melhores da história e você não sabia!

5 jogos que são considerados os melhores da história e você não sabia!

Mais do TechTudo