Esports
Publicidade

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


BD Vasco é o campeão da C.O.P.A. Free Fire: Corrida do Milhão. A grande final, que ocorreu neste sábado (2), contou com duelos muito equilibrados e só foi decidida na última queda. Com três BOOYAHS! conquistados, a LOUD era a favorita na queda final, em Alpine, mas não conseguiu superar o Vasco. O esquadrão liderado pelo jogador "Easy" encerrou a decisão conquistando o BOOYAH! em cima da LOUD na queda decisiva, levantou a taça e levou para casa o prêmio de R$ 1 milhão. Vale destacar que esse é o segundo título de C.O.P.A. Free Fire conquistado pela Black Dragons, que hoje faz parceria com o Vasco eSports.

A Corrida do Milhão também contou com um título de MVP para o melhor jogador do torneio. O vencedor foi "Raone7", da TSM FTX, que foi o líder de abates com 39 no total. A seguir, confira os destaques das oito quedas da Corrida do Milhão e a tabela final de classificação.

BD Vasco campeão da Corrida do Milhão — Foto: Reprodução/Free Fire Esports Brasil

👉 Free Fire é o melhor jogo do mundo? Participe da discussão no Fórum do TechTudo

Dobradinha da LOUD

Fluxo e TSM, líder e terceira colocada da primeira fase, respectivamente, não tiveram uma boa primeira queda. Depois de um começo bastante monótono em Purgatório, uma série de duelos se iniciou aos 12 minutos, com a eliminação do BD Vasco e depois do Fluxo, que foi surpreendido pelo Team Capgui enquanto batalhava contra a GOD Unidas. TSM caiu momentos depois, finalizada pela paiN. No final, as três melhores equipes da LBFF 7, LOUD, Vivo Keyd e Magic Squad, sobreviveram. Nesse confronto, a LOUD, com um posicionamento excelente no morro, conquistou o primeiro BOOYAH! da final.

LOUD fez a dobradinha e deu indícios de que a final poderia se encerrar mais cedo do que o esperado — Foto: Divulgação/Garena Free Fire

Em Kalahari, a Vivo Keyd foi eliminada em 11° e deu o espaço para suas rivais diretas se afastarem na pontuação. Minutos depois, o Fluxo somou mais uma atuação ruim, caiu antes da última safe e viu o sonho do milhão ficar muito mais distante. As últimas sobreviventes foram LOUD, Team Liquid e BD Vasco. Caiu primeiro o BD Vasco, que fez uma excelente queda, acumulando 16 pontos, mas não teve o posicionamento decente para sobreviver na reta final. Embora a Liquid tivesse a vantagem numérica, a LOUD se segurou no talento de Cauan "Cauan7" da Silva e Willian "Noda" de Oliveira para marcar a dobradinha.

Vasco cresce em Alpine

Após duas quedas dominantes, a LOUD não conseguiu repetir o mesmo desempenho em Bermuda e caiu somando apenas dois pontos. O destaque do mapa foi o Cruzeiro, que, de pouco em pouco, foi acumulando abates atrás de abates e encontrou seu espaço para chegar na reta final do confronto. Magic Squad também pontuou bem e, apesar de não ter chegado ao BOOYAH! na queda, fez a pontuação necessária para encostar na LOUD na tabela. B4 Esports, que focou no posicionamento e na visão de jogo, superou o Cruzeiro no final para ficar com a vitória. Mesmo assim, o Cruzeiro chegou a 16 abates, oito apenas para Gabriel “BielGod” Farias, e fez impressionantes 27 pontos em Bermuda.

Vasco cresceu na decisão e iniciou sua caminhada para disputar pelo título — Foto: Divulgação/Garena Free Fire

Apesar da grande apresentação em Bermuda, a Raposa não teve a mesma sorte em Alpine e foi a primeira equipe eliminada após sofrer o squad wipe para a Team Liquid. Em uma queda bastante confusa e com muitos duelos paralelos, quem mais aproveitou foi o Fluxo, que buscou um bom posicionamento no final para derrubar B4 e BD Vasco e chegou ao BOOYAH! em Alpine. No entanto, o BD Vasco adquiriu o maior número de abates no mapa, principalmente graças à mira firme de Hender “Hender” Almeida, chegou a 21 pontos e assumiu a liderança provisória com 47 pontos.

Duelo por abates

Animado com a liderança, BD Vasco chegou em Purgatório punindo a paiN logo no começo e garantiu mais quatro abates na conta com o squad wipe, mas após duelos com LOUD e Team Liquid, o esquadrão foi eliminado na 11° colocação. Quem cresceu no mapa foi o Cruzeiro, que encontrou muitos abates, mas não conseguiu um posicionamento decente na reta final. TSM puniu bem a rotação do Cruzeiro, que ainda contou com jogador Luiz "Trap" Henrique para fazer dois abates na Magic Squad, que nada tinha a ver com aquele duelo. Assim, TSM não teve dificuldades para confirmar seu primeiro BOOYAH! no dia.

Restando duas quedas, BD Vasco se manteve na liderança, mas Cruzeiro, Magic, LOUD B4 e Capgui seguiram com chances claras de título — Foto: Reprodução/Free Fire Esports Brasil

O retorno para Kalahari teve a LOUD esboçando uma reação após passar em branco nas últimas quedas. Ao mesmo tempo, BD Vasco voltou a se destacar com um bom número de abates e aulas de rotação para chegar na reta final com chances de BOOYAH! novamente. Nessa brincadeira, também estava Team Capgui, que encarou o duelo final contra Vasco e LOUD na busca pela vitória. As três equipes demoraram para iniciar o duelo, e tudo foi definido quando o gás dominou o mapa. Nessa batalha em um espaço minúsculo, Capgui se saiu melhor e superou suas adversárias.

Últimas quedas

Na segunda e última passagem por Bermuda, a Magic Squad foi surpreendida pela B4 Esports logo no começo, caiu na última colocação e se complicou de vez na batalha pelo título. Logo em seguida, a B4, que também tinha chances de levar o milhão, se encontrou em uma situação complicada ao ver a aproximação de paiN e Vivo Keyd ao mesmo tempo e também caiu cedo nessa queda. Entre os líderes, BD Vasco e LOUD se saíram melhor. A princípio, o Vasco tinha o melhor posicionamento na reta final, mas TSM e Team Capgui frustraram sua vitória, enquanto a LOUD aproveitou da confusão para fazer mais abates e chegar ao seu terceiro BOOYAH! do dia.

Com 87 pontos na tabela, a LOUD tinha a liderança e a vantagem de BOOYAHS, que é o principal critério de desempate. Sem um único BOOYAH, BD Vasco aparecia com 84 pontos e tinha uma missão difícil em Alpine para superar a LOUD e levar o milhão para casa. Enquanto a dupla jogou defensivamente, a Team Liquid aproveitou para brilhar, correr atrás de eliminações e tentar um milagre na última queda. A Cavalaria até chegou no final, mas caiu para o BD Vasco, que seguiu forte para derrubar a LOUD, ficar com o BOOYAH! e conquistar o título.

Resultados da Final da Corrida do Milhão

  • Queda 1 (Purgatório): BOOYAH! da LOUD (+21 Pontos)
  • Queda 2 (Kalahari): BOOYAH! da LOUD (+18 Pontos)
  • Queda 3 (Bermuda): BOOYAH! da B4 Esports (+19 Pontos)
  • Queda 4 (Alpine): BOOYAH! do Fluxo (+19 Pontos)
  • Queda 5 (Purgatório): BOOYAH! da TSM FTX (+19 Pontos)
  • Queda 6 (Kalahari): BOOYAH! do Team Capgui (+20 Pontos)
  • Queda 7 (Bermuda): BOOYAH! da LOUD (+24 Pontos)
  • Queda 8 (Alpine): BOOYAH! do BD Vasco (+21 Pontos)

C.O.P.A. Free Fire Corrida do Milhão – Classificação Final

Colocação Equipe BOOYAHS! Abates Pontuação
BD Vasco 1 50 105
LOUD 3 40 99
Team Liquid 0 43 84
B4 Esports 1 31 78
Team Capgui 1 29 76
Cruzeiro Esports 0 40 73
Magic Squad 0 27 67
TSM FTX 1 23 63
paiN Gaming 0 32 61
10° Fluxo 1 20 49
11° GOD Unidas 0 19 49
12° Vivo Keyd 0 17 39

Com informações de ffesportsbr

Veja também: Free Fire: conheça cinco dicas para subir capa e jogar melhor

Free Fire: veja cinco dicas para subir capa e jogar melhor

Free Fire: veja cinco dicas para subir capa e jogar melhor

Mais do TechTudo