Placas
Publicidade

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


GeForce GTX 1080 Ti e RTX 3060 são placas de vídeo da Nvidia de gerações bem diferentes. As GPUs, no entanto, demonstram performances equivalentes, sobretudo rodando games em 1440p. Mais antiga, a GTX 1080 Ti pode até ter um bom desempenho na execução de games mais novos, mas a idade da arquitetura fica evidente na ausência de recursos mais recentes. Entre eles, tanto a aceleração de Ray Tracing em tempo real ou mesmo a reconstrução de imagem por meio do DLSS não estão presentes nela — mas ambos estão na RTX 3060 e seu hardware de última geração.

Na sequência, vamos comparar as especificações técnicas e níveis de performance das duas placas em maiores de detalhes. Assim, você fica mais informado para decidir uma eventual compra entre a GTX, mais antiga, e a RTX, com a tecnologia mais avançada.

RTX 3060 tem tecnologias mais recentes e é mais fácil de encontrar — Foto: Divulgação/Nvidia

Especificações

Entre essas duas placas, a GTX 1080 Ti é a mais antiga delas. Lançada ainda em março de 2017, a GPU foi a mais rápida da sua geração, mas hoje já mostra sinais de descompasso com aquilo que há de melhor no mercado. Sem Ray Tracing ou DLSS, duas tecnologias que estreariam na geração subsequente, a 1080 Ti tem hoje perfil de placa intermediária mais simples.

Nas especificações gerais, o processador gráfico da 1080 Ti é formado por um total de 3.584 núcleos CUDA. Eles são capazes de atingir clocks de até 1.582 MHz com o turbo acionado, partindo de uma base de 1.481 MHz.

As duas placas praticamente empatam rodando Cyberpunk 2077 em 1440p e no ultrA — Foto: Divulgação/CD Projekt RED

A RTX 3060, por outro lado, é uma placa de vídeo de última geração da Nvidia. A GPU oferece o que há de melhor em tecnologias para placas GeForce, com direito a 28 núcleos RT dedicados a Ray Tracing. Há também 112 núcleos Tensor para inteligência artificial e as tarefas vinculadas ao DLSS. Além disso, a placa da Nvidia soma ainda um total de 3.584 núcleos CUDA — a mesma quantidade da 1080 Ti.

Nas velocidades, a RTX 3060 pode chegar a 1.777 MHz, considerando o uso do turbo. Sem a funcionalidade, a velocidade padrão da GPU fica em 1.320 MHz segundo os valores de referência da Nvidia.

Há ainda questões de memória RAM a se considerar. Embora separadas por alguns anos, as duas placas são parecidas na quantidade, com 11 GB na 1080 Ti e 12 GB na RTX. O que muda é a tecnologia de memória, GDDR6 na 3060 e GDDR5X na placa mais antiga.

Desempenho

GTX 1080 não apresenta Ray Tracing e DLSS — Foto: Viviane Werneck/TechTudo

A GTX 1080 Ti é uma placa de vídeo mais antiga, roda com memória RAM de uma geração anterior e não oferece tecnologias mais avançadas como DLSS e Ray Tracing. Ainda assim, com todos esses aspectos adversos, a GTX 1080 Ti pode ser no mínimo tão rápida quanto a RTX 3060 — ou até mesmo mais veloz em alguns casos e games.

Testes do canal Benchmark mostram que a RTX 3060 chega a uma média de 43 FPS rodando Cyberpunk 2077 no ultra com resolução de 1440p. No mesmo perfil, a GTX 1080 chega bem perto, com uma média de 41 FPS. Já em Assassin's Creed Valhalla, com a mesma faixa de resolução e configurações também no ultra, há um empate: 54 FPS de média.

A RTX 3060 só irá mesmo ter grande vantagem em games que ofereçam suporte ao DLSS. Nesse caso, não só a placa poderá entregar resolução mais alta, mas também terá resultados melhores na qualidade de imagem e na performance. O Ray Tracing também é um diferencial, já que a GTX 1080 Ti carece do hardware específico dedicado ao processamento desse tipo de efeito.

Recursos

RTX 3060 tem mais recursos e hardware mais sofisticado — Foto: Divulgação/Nvidia

Nós já tocamos no assunto anteriormente, mas vale o reforço: a RTX 3060 é uma placa de última geração. Por ser oriunda de uma arquitetura mais recente da Nvidia, ela acaba tendo acesso a tecnologias mais recentes, como o suporte ao Ray Tracing em tempo real e também à reconstrução de imagem por meio do DLSS em certos jogos.

O que existe em comum para as duas placas são algumas funcionalidades acessíveis por meio do GeForce Experience, software de controle e personalização das placas da Nvidia. Filtros para games, overlays para realização de capturas de imagem e vídeo são alguns desses recursos.

Consumo

Encontrar a 1080 Ti nova no mercado não é uma tarefa tão simples — Foto: Viviane Werneck/TechTudo

Uma das características das duas placas que torna mais evidente a diferença que existe entre as duas arquiteturas é a eficiência energética. Enquanto a GTX precisa de 250 W para operar a 100%, a RTX 3060 se vira com 170 W.

Além da maior demanda de energia para operar no máximo das suas capacidades, a GTX 1080 Ti também precisa de uma fonte mais parruda. A Nvidia recomenda unidades de, no mínimo, 600 W para dar conta da placa e do restante do sistema. Do lado da RTX 3060, 450 W são suficientes para operar a GeForce e os demais componentes do computador.

Preço e disponibilidade

RTX 3060 é mais fácil de encontrar do que a concorrente — Foto: Divulgação/Gainward

Lançada em 2017, a GTX 1080 Ti não é mais produzida pela Nvidia, e comprar um modelo novo não é uma tarefa fácil. A placa nem mesmo aparece nos catálogos das lojas mais famosas no seguimento de hardware para PC. As opções que restam são anúncios de usados ou se arriscar na compra do equipamento na mão de importadores.

Já a RTX 3060 é fácil de achar nova. Nas nossas pesquisas, é possível encontrar a RTX em versão com três coolers da Gigabyte começando em R$ 2.799. Versões com overclock de fábrica mais agressivo, design mais arrojado e sistema de arrefecimento mais extravagante existem e passam da casa dos R$ 3.000.

Custo-benefício

De olho na performance, dá para dizer que as duas placas são equivalentes: a GTX 1080 Ti, uma das mais rápidas do mundo de sua geração, hoje tem performance comparável à RTX 3060. Entretanto, encontrar um modelo novo da placa de 2017 é um desafio.

E mesmo que você dê sorte e encontre a GTX novinha, vale ponderar se você não está abrindo mão de muita coisa ao deixar de lado o acesso ao Ray Tracing e ao DLSS. O DLSS, por exemplo, permite que a intermediária da Nvidia tenha performance e qualidade de imagem de top de linha — e isso pode acabar se mostrando cada vez mais relevante com a chegada de games mais exigentes.

Ficha técnica de RTX 3060 e GTX 1080 Ti

Nvidia GeForce RTX 3060 vs Nvidia GeForce GTX 1080 Ti

Especificações GeForce RTX 3060 GeForce GTX 1080 Ti
Lançamento janeiro de 2021 março de 2017
Núcleos 3.584 núcleos CUDA 3.584 núcleos CUDA
Velocidade 1.320 a 1.777 MHz 1.481 a 1.582 MHz
Memória RAM 12 GDDR6 11 GB GDDR5X
Velocidade de memória 15 Gb/s 11 Gb/s
Interface de memória 192 bits 352 bits
Largura de banda 360 GB/s 484 GB/s
TGP 170 W 250 W

Com informações de Nvidia, Benchmark e GPU UserBenchmark

No vídeo abaixo, veja como descobrir o modelo de sua placa-mãe

Como descobrir o modelo de sua placa-mãe

Como descobrir o modelo de sua placa-mãe

Mais do TechTudo