Campeonatos
Publicidade

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A 00 Nation superou a Imperial Esports, nesta quarta-feira (6), e avançou para a próxima fase da IEM (Intel Extreme Masters) Cologne 2022, torneio de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). O duelo reuniu grandes lendas do CS:GO brasileiro e foi chamado pela comunidade como "The Last Classico", fazendo referência ao projeto "The Last Dance". A série melhor de três partidas (MD3) definiu a equipe que seguiria na IEM Cologne e o esquadrão que seria eliminado. Quem se saiu melhor foi a 00 Nation, que conquistou a vitória por 2–0, parciais de 16–12, na Ancient, e 16–12, na Overpass.

Com a vitória, a 00 volta a jogar nesta quinta-feira (7) em série válida já pela fase de grupos da competição. O esquadrão também terá a companhia da FURIA Esports, que já estava classificada para a segunda fase graças à sua primeira colocação no circuito norte-americano. A seguir, veja os destaques da série que classificou a 00 e acabou eliminando a Imperial.

00 Nation venceu o clássico brasileiro contra a Imperial e avançou na IEM Cologne 2022 — Foto: Divulgação/ESL

👉 Counter-Strike ainda é o melhor game FPS? Opine no Fórum do TechTudo

Mapa 1 (Ancient)

A Imperial iniciou a Ancient na vantagem como CT, com vitória no pistol e no anti-eco, ambas com Vinícius "VINI" Figueiredo liderando nos abates. A resposta da 00 Nation chegou nos dois rounds armados, com uma vitória restando quatro segundos para encerrar a rodada, e com Eduardo "dumau" Wolkmer fazendo um bom clutch no after plant pelo bombsite B. No entanto, a IMP emplacou bons retakes e abriu 6–3 no marcador. Dessa forma, a 00 precisou se reinventar como TR, fez excelentes rotações e confundiu os adversários para chegar ao empate. No final dessa metade, a 00 se saiu melhor nesse duelo equilibrado e ficou com a vantagem de 8–7.

Como TR, Lincoln "fnx" Lau deu aulas de pistol e, com um 3K, levou a IMP à vitória e ao empate. Porém, um duelo que estava muito equilibrado mudou de cenário na rodada seguinte, quando a 00 surpreendeu a IMP ao se sair vitoriosa com um armamento bem inferior. A equipe de Marcelo "coldzera" David passou a mostrar um sólido CT e segurou bem os avanços dos adversários até abrir 13–8. A IMP ainda encontrou uma boa rotação para a B e contou com outra boa jogada de fnx para esboçar uma reação, mas não foi o suficiente para impedir a derrota por 16–12.

fnx se destacou na Ancient, mas não conseguiu evitar a derrota para a 00 — Foto: Divulgação/ESL

Mapa 2 (Overpass)

Lincoln "fnx" Lau voltou a ter um enorme impacto no round pistol e trouxe essa primeira vitória para a Imperial, que logo abriu 3–0 no marcador. No primeiro armado, Santino "try" Rigal chamou a responsabilidade com sua AWP e buscou três abates importantes para trazer essa vitória. Nas rodadas seguintes, Bruno "latto" Rebelatto e Eduardo "dumau" Wolkmer dividiram destaques em cada duelo e levaram a 00 para a virada. Quando tudo parecia que a metade iria para o esquadrão de Marcelo "coldzera" David, a Imperial acordou e passou a dominar o duelo. Foram cinco rodadas na sequência, até a IMP fechar esse half em 9–6.

Na virada de lados, a IMP levou o pistol novamente e deixou sua adversária em situação complicada. A 00 se viu obrigada a forçar na rodada seguinte, teve um bom começo, mas falhou na execução do after plant. Depois, em mais um forçado, foi a vez de Epitácio "TACO" de Melo brilhar e fazer um clutch 1v3 para colocar a 00 de volta no confronto. A vitória deu um novo ânimo para a 00, que mostrou um TR muito forte e muita qualidade quando a IMP tentava se recuperar. Assim, coldzera e seus companheiros fecharam o mapa em 16–12 e seguiram vivos na IEM Cologne 2022.

Clutch de TACO deu confiança para a 00 buscar a virada e vencer na Overpass — Foto: Divulgação/ESL

Com informações de HLTV e Liquipedia

Mais do TechTudo