Publicidade

Por Shoptime

Reprodução/HP

Existem alguns cuidados necessários para manter uma impressora ou multifuncional funcionando sem problemas. E, além desses hábitos, você pode fazer ajustes no aplicativo do aparelho para melhorar suas impressões em casa e ainda economizar tinta. O Shoptime traz as dicas.

- Respeite os tempos da impressora e evite o liga-desliga

Em primeiro lugar, é importante respeitar os tempos de inicialização e de desligamento do aparelho. Quando ligamos uma impressora ou uma multifuncional jato de tinta ou com ecotanque, principalmente nos modelos mais modernos, ela realiza um ciclo rápido de preparação do equipamento com limpeza e alinhamento dos cabeçotes e cartuchos, que são necessários para uma boa impressão.

As impressoras a laser não possuem cartucho, mas também fazem uma verificação de seus componentes e o preparo do toner ao serem iniciadas.

O hábito de ligar e desligar o equipamento várias vezes ao dia pode danificar cartuchos e trilhos, causar desgaste de peças e reduzir a vida útil da impressora.

Então, é importante evitar uma rotina de liga-desliga várias vezes ao dia. A melhor forma de usar o aparelho é ligá-lo, respeitando o tempo da inicialização, e depois, fazer o maior número de impressões de uma vez.

- Não coloque muito papel e use papel de qualidade

Excesso de papel na bandeja aumenta as chances da impressora puxar mais de uma folha e mastigar, o que vai causar desperdício e pode até desalinhar o equipamento.

Aproveite para verificar se as folhas estão secas. Nunca use papel úmido na impressora. E se possível, utilize papel de boa qualidade, que vai passar bem pelo equipamento, sem deixar resquícios ou sujeirinhas.

- Compre cartuchos e toner de qualidade

Todas as marcas recomendam o uso de cartuchos originais das próprias fabricantes, mas existem alternativas que funcionam perfeitamente e têm preço mais baixo. Só é preciso atenção para adquirir produtos de qualidade.

Cartuchos e toners não são descartáveis. Muitas lojas oficiais e representantes conseguem reutilizá-los, retornando um bônus para sua próxima compra. Mas também é possível recarregá-los em empresas especializadas. Vale a pena avaliar.

Além disso, aprenda a usar o cartucho ou toner até o fim. Depois da impressora indicar que a tinta está acabando, você pode retirar o cartucho e dar uma sacudida, para que o restante de tinta seja melhor distribuído e permita mais uma quantidade de impressões. Aguarde até a qualidade da impressão começar a cair para fazer a troca.

- Familiarize-se com o programa da impressora

Todas as impressoras possuem um aplicativo para computador ou para tablet ou celular (no caso dos equipamentos Wi-Fi) que possibilita monitorar o equipamento e fazer ajustes para as impressões. Aprenda a utilizá-lo, explore as opções e configurações para ganhar qualidade.

É nesse programinha onde você vai regular tipo de impressão e de papel, uso da tinta colorida ou apenas preta, modo de qualidade alta, normal ou econômico e até impressão de fotos e/ou alta resolução.

O modo econômico é o melhor amigo de quem deseja economizar tinta nas impressões. Além disso, imprima documentos do dia a dia apenas em P&B ou tons de cinza. Até porque o cartucho de tinta preta costuma ser mais barato do que os coloridos.

Deixe para imprimir no modo normal apenas os documentos que precisam ser enviados, registrados ou certificados.

- Mais economia: só imprima o essencial

Para economizar tinta/toner e papel, a primeira dica é: pensar duas vezes antes de mandar um arquivo para a impressora.

Falando de imprimir o essencial, não imprima textos diretamente do navegador. Copie e cole o conteúdo no Word ou Google Docs para deixar somente o texto que importa, sem imagens, links e banners. Aproveite para ajustar o tamanho da fonte e espaço entre linhas.

Para economizar tinta, mude a fonte dos textos e documentos de Arial ou Calibri para Times New Roman ou Century Gothic. Entre as fontes gratuitas, essa última é a mais econômica: você consegue reduzir até 30% no gasto de tinta utilizando a Century Gothic.

E se sua empresa, trabalho ou estudo ainda exige imprimir muitos documentos, pense em alternativas ou pesquise sistemas automáticos e digitais, que possam ser feitos na tela.

- Monitore as impressões

Como dissemos, o mais recomendável é ligar a impressora, esperar a inicialização, fazer a limpeza e alinhamento dos cartuchos (se o equipamento ficou desligado muitos dias) e tentar mandar todos os documentos na sequência.

Porém, é importante respeitar o tempo da impressora e ir acompanhando os resultados. Coloque papel de pouco em pouco na bandeja de entrada e não deixe acumular muitas impressões na bandeja de saída, até para facilitar a organização do que já foi impresso.

Se perceber queda na qualidade ou um papel atolado, interrompa o processo pelo aplicativo, verifique se há alguma mensagem de erro e tente resolver. Se precisar, consulte o manual.

- Aprenda a imprimir fotos

Para imprimir fotos e imagens com boa qualidade em casa, o mínimo recomendado é ajustar a impressão para alta qualidade em 200 dpi e usar um bom papel fotográfico. Existem opções foscas ou brilhantes e essa escolha depende só da sua preferência.

Quanto à gramatura do papel fotográfico, é melhor consultar o manual do equipamento para saber qual usar. Papel com gramatura alta pode atolar na impressão em aparelhos mais simples.

Antes de começar a impressão, realinhe os cartuchos e faça a limpeza, usando o aplicativo da impressora. Faça um teste para não desperdiçar material. A impressão em qualidade melhor com papel fotográfico utiliza menos tinta e seca mais rápido, uma vez que papel sulfite comum absorve muito mais o líquido.

Vale a pena comprar uma impressora para o home office ou para seu negócio? É preciso avaliar os custos e os benefícios. Leia mais aqui.

Para pesquisar impressoras, acessórios e tudo mais o que você precisa, visite o Shoptime ou baixe o app Shoptime no seu celular, para receber ofertas exclusivas e acompanhar suas entregas.

Shoptime
Mais do TechTudo