Celular
Publicidade

Por Rômulo Diego Moreira, para o TechTudo

Thássius Veloso/TechTudo

O iPhone 13 faz sucesso no mercado, mesmo depois de quase um ano. O celular pode ser uma excelente oportunidade para os fãs que sonham em ter um produto Apple compatível com internet 5G, que chegou recentemente ao país. O modelo também apresenta câmera potente e boa performance. Apesar disso, há alguns limitadores, conforme você vê nas linhas abaixo.

Lançado no país por R$ 7.599, hoje em dia o iPhone 13 é encontrado por preços a partir de R$ 5.399 no evento de vendas Amazon Prime Day 2022, o que representa uma redução de R$ 2.200. O smartphone é ofertado em cinco opções de cores: rosa, azul, branco, verde, vermelho e preto.

Conheça o iPhone 13 no vídeo abaixo

Conheça o iPhone 13

Conheça o iPhone 13

PONTOS POSITIVOS DO IPHONE 13

1. Câmeras com excelente performance

A qualidade da câmera sempre foi um dos destaques do telefone da Apple — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O conjunto fotográfico do iPhone 13 é um dos principais destaques do aparelho e traz múltiplos recursos aos usuários. Esse arranjo é composto por dois sensores de 12 MP, além da câmera para selfies. Na prática, o modelo se organiza da seguinte forma:

  • Principal de 12 MP (abertura de f/1.6)
  • Ultra wide de 12 MP (abertura de f/2.4)
  • Câmera frontal de 12 MP (abertura de f/2.2)

As câmeras contam com estabilização ótica por deslocamento do sensor, o que possibilita fotos menos tremidas. No iPhone 13, a câmera ultra wide permite imagens com amplitude e consegue entregar detalhes mesmo em lugares escuros, enquanto o sensor principal captura 47% mais luz do que o presente no iPhone 12.

Nessa geração, a Apple trouxe como recurso o Modo Cinema, que permite mudar o foco durante a gravação de vídeo. Outro recurso útil é o Modo Noite para registros noturnos e sob pouca luminosidade, bem como os Estilos Fotográficos que permitem capturar a mesma imagem com ajustes e realces diferentes.

O telefone permite vídeos gravados em 4K, em HDR com a tecnologia Dolby Vision e sempre contando com o foco automático. Já a câmera frontal, por sua vez, não apresenta nenhuma diferença significativa em relação à geração anterior.

2. Internet 5G

Apple tem smartphones que se conectam à nova geração da internet móvel desde 2020 — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O iPhone 13 tem o suporte necessário para acessar a rede de internet 5G de altíssima velocidade. A tendência é que as principais cidades brasileiras tenha acesso a essa conexão ainda em 2022. Por conta disso, o modelo não deve ficar defasado num curto espaço de tempo, uma vez que ele vem preparado para a conexão do futuro.

Vale lembrar que a internet móvel da quinta geração está em fase de implementação no Brasil. O 5G já é encontrado em algumas capitais trazendo altíssima velocidade de transmissão de dados, com números entre 20 e 50 vezes maior do que os encontrados na rede 4G LTE.

3. Biometria por Face ID (inclusive de máscara)

Face ID no iOS 15.4 é compatível com máscaras — Foto: Danilo Paulo de Oliveira/TechTudo

Um benefício considerável do iPhone 13 é o Face ID melhorado. A chegada do novo iOS 15.4 ao iPhone possibilitou novos recursos como, por exemplo, o desbloqueio por meio do Face ID com máscara. Com isso, o usuário ganha em agilidade e praticidade com o seu telefone.

A inteligência artificial permite ao usuário não retirar mais o acessório de proteção do rosto para fazer o reconhecimento facial no telefone da Apple. A tecnologia está disponível apenas para o iPhone 12 e o iPhone 13.

4. Preço e a oportunidade de revenda

iPhone 13 deve manter valor de mercado considerável — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Uma vantagem de comprar um iPhone é a grande procura pelo celular no mercado de usados, com o produto perdendo pouco valor de mercado. Como no geral os preços da marca são mais altos, os fãs e pessoas que alimentam o desejo de ter um celular da grife muitas vezes esperam a oportunidade perfeita para adquirir ou trocar seu telefone.

E, como a Apple costuma atualizar os seus telefones por seis anos, o iPhone 13 deve receber updates até 2027.

5. Alto desempenho

Processador A15 Bionic traz potência ao telefone — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Um dos destaques do iPhone 13 é o recente chip Apple A15 Bionic. Como o processador da empresa tem alta velocidade, o smartphone agrada ao público gamer, já que e consegue executar tarefas pesadas sem grande esforço. Além disso, o telefone é eficiente quando o usuário tem simultaneamente vários aplicativos abertos.

O dispositivo traz processador com seis núcleos, sendo dois para desempenho e quatro para eficiência. Já a placa de vídeo, por sua vez, dispõe de quatro núcleos. Sobre o armazenamento, o iPhone 13 começa em 128 GB, com opções de 256 GB ou 512 GB.

6. Tecnologia OLED

iPhone 13 conta com imagens 28% mais brilhante — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O iPhone 13 possui uma tela Super Retina XDR de 6,1 polegadas e painel OLED. De acordo com a Apple, o modelo apresenta a imagem até 28% mais brilhante, com 800 nits para enxergar sob a luz do sol e picos de 1.200 nits em conteúdo em HDR. Em relação à geração anterior, vale ressaltar que, apesar de ser mais potente, essa linha de iPhone promete consumir menos energia.

PONTOS NEGATIVOS DO IPHONE 13

1. Tela de somente 60 Hz

A taxa de atualização de somente 60 Hz é um dos pontos fracos do iPhone 13. Essa configuração representa uma tecnologia ultrapassada até por muitos aparelhos intermediários. Não condiz, portanto, com um smartphone da categoria premium.

Telas em 120 Hz – presentes apenas no iPhone 13 Pro e no iPhone 13 Pro Max – podem ser úteis para garantir mais qualidade gráfica em jogos ou obter imagens mais fluidas durante a exibição de vídeos. Esse processo garante uma imagem estável, já que é tão rápido que os nossos olhos não percebem a tela piscando a todo instante.

2. Sem carregador nem fone de ouvido na caixa

iPhone 13 ao lado de carregador — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Além do carregador, outro item que deixou de acompanhar o iPhone são os fones de ouvido. Com isso, os fãs da marca são obrigados a ficar dependente dos AirPods , que são vendidos à parte, caso queiram escutar música no iPhone 13. Os fones sem fio da Apple podem ser encontrados no site da Amazon por valores a partir de R$ 1.949.

3. Design remete ao passado

iPhone 13 traz a mesma estética das últimas versões — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

A Apple já foi reconhecida com a empresa referência no quesito design e criatividade. Contudo, nos últimos anos, a empresa tem mantido o mesmo padrão estético desde 2017, pouco depois do lançamento do iPhone X. O iPhone 13 segue o design de estrutura retangular, laterais achatadas e bordas mínimas já presente na geração anterior.

Por isso, o modelo pode ser considerado um iPhone 12 com a câmera traseira distribuída de forma diagonal. Também tem o notch um pouco menor que na geração anterior, mas ainda impactando parte da tela.

4. Sem proteção Ceramic Shield na traseira

O aparelho é habilitado com a proteção Ceramic Shield na tela. Desta forma, o smartphone fica protegido contra riscos e arranhões. A Apple, no entanto, não traz esse recurso na parte traseira do iPhone 13. Pode ser necessário buscar opções como a capa “blindada”, que protege o telefone por completo e pode ser encontrada por R$ 169 na Amazon.

Ficha técnica – iPhone 13

Especificação iPhone 13
Lançamento outubro de 2021
Preço de lançamento a partir de R$ 7.599
Preço atual R$ 5.399
Tela 6,1 polegadas
Resulução 2532 x 1170 pixels
Processador A15 Bionic
Memória RAM 4 GB
Armazenamento 128, 256 e 512 GB
Cartão de memória sem suporte
Câmera traseira Principal de 12 MP e ultra wide de 12 MP
Câmera frontal 12 MP
Sistema operacional iOS 15
Bateria 3.240 mAh
Dimensão 146,7 x 71,5 x 7,65 mm
Peso 173 gramas
Cor rosa, azul, estelar, vermelho e meia-noite

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques. Os valores indicados no texto são referentes ao mês de julho de 2022.

Mais do TechTudo