Celular
Publicidade

Por Danilo Paulo de Oliveira, para o TechTudo

Bruno De Blasi/TechTudo

Um dono de iPhone XR conseguiu na Justiça uma indenização de quase R$ 10 mil depois que a Apple se recusou a consertar o celular. O modelo – que tem resistência à água – entrou em contato com o líquido e passou a apresentar problemas. De acordo com os autos do processo, a fabricante recomendou que o consumidor comprasse um novo smartphone.

O caso corre na 8ª Vara Cível de Cuiabá, no Mato Grosso, e cabe recurso. A decisão foi proferida em 12 de julho, mas só agora ganhou destaque na imprensa local. A Apple informou ao TechTudo que não comentaria.

iPhones mais recentes são comercializados com a promessa de resistência à água — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O que diz o processo

O cliente comprou o iPhone XR em junho de 2019 diretamente no site da Apple. De acordo com as informações do processo, o dispositivo apresentou mau funcionamento em março de 2020, após ser submetido a “respingos” de água. A decisão de processar a Apple veio após a marca recusar o conserto do modelo, mesmo dentro da garantia e com smartphone sendo ofertado como “resistente à água por até 30 minutos, numa profundidade máxima de 2 metros”. A fabricante orientou que o cliente adquirisse um aparelho novo.

Apesar da existência da certificação IP67 no iPhone XR, que garante a tal resistência mencionada nos autos do processo, a Apple informa no site oficial da companhia no país que “os danos provocados por água ou outros líquidos no iPhone ou iPod não estão cobertos pela garantia”.

 Relembre o lançamento do iPhone XR e outros modelos da Apple

Relembre o lançamento do iPhone XR e outros modelos da Apple

A juíza Edna Ederli Coutinho, responsável pelo caso, entendeu que, mesmo com o informe da companhia, a resistência à água é divulgada nos canais de comunicação da ré e induzem o consumidor a acreditar que o iPhone XR é de fato resistente à água “numa profundidade máxima de dois metros e pelo limite de tempo de até 30 minutos”. Desta forma, a decisão foi de que o cliente recebesse uma indenização de R$ 9,8 mil por danos morais e materiais, acrescidos de juros e correção monetária. A Apple ainda pode recorrer da decisão.

Resistência à água do iPhone já rendeu outros processos

Não é a primeira vez que a Apple gera polêmica por se recusar a consertar iPhones resistentes à água, mesmo sob garantia legal do produto. No final de 2020, o TechTudo noticiou que a gigante foi multada em cerca R$ 64 milhões por propaganda enganosa na Itália pelo órgão responsável por garantir a competitividade entre empresas.

Empresa já foi processada antes por conta da publicidade acerca da resistência à água — Foto: Reprodução/CNET

Lançado em setembro de 2018, o iPhone XR foi o smartphone mais vendido do mundo em 2019, com 46,3 milhões de unidades comercializadas. O motivo de tamanho sucesso é explicado pelo valor mais econômico em relação aos irmãos da mesma geração, bem como a presença de uma tela grande e bom desempenho. Atualmente, o modelo ainda é encontrado no varejo online por preços que partem de R$ 2.600.

Com informações de FolhaMax

Mais do TechTudo