E-reader
Publicidade

Por Pedro Cardoso, para o TechTudo

Divulgação/Amazon

Usuários do Kindle receberam a notícia de que novos ebooks no formato .MOBI (com final .mobi ou .azw) não serão mais compatíveis com o leitor digital. Em questão de meses, a Amazon planeja desativar por completo a função que permite enviar conteúdos neste formato para o e-reader. Consumidores brasileiros foram informados da mudança por meio de um comunicado enviado pela gigante do varejo por email nos últimos dias.

Vale destacar que os arquivos deste tipo já gravados na memória do aparelho não serão afetados. Eles poderão ser abertos e lidos normalmente.

Kindle de 10ª geração oferta 8 GB de armazenamento — Foto: (Foto: Reprodução/Amazon)

Além do aviso enviado para os consumidores, a página de “Ajuda e Serviço de atendimento ao cliente” da Amazon também foi atualizada para explicar que o suporte ao referido formato de livros será encerrado ao final de 2022.

A Amazon argumenta em comunicado enviado ao TechTudo que “o MOBI é um formato de arquivo mais antigo e não é compatível com os recursos mais recentes do Kindle para documentos.” Deste modo, a medida visa otimizar a experiência dos consumidores.

Alternativamente, o usuário ainda poderá subir para o seu Kindle documentos nos formatos TXT, RTF, DOC e DOCX, estes dois últimos próprios do Microsoft Word. Vale lembrar que o leitor digital da Amazon também segue com apoio ao PDF, outro tradicional formato para ebooks, e ganhou suporte para ePub, de acordo com a mesma página oficial de suporte.

Página oficial de suporte do Kindle no Brasil — Foto: Reprodução/Pedro Cardoso

Não é a primeira vez que a Amazon limita recursos do Kindle por causa do avanço tecnológico da web. Os modelos mais antigos do e-reader, por exemplo, não poderão acessar a loja digital de livros diretamente a partir de agosto.

Com informações de Amazon Brasil

Mais do TechTudo