Câmera
Publicidade

Por Igor Nishikiori, para o TechTudo


A Nikon, fabricante japonesa de câmeras fotográficas , não deverá mais produzir novos modelos do tipo DSLR. Segundo o jornal Nikkei Asia, a empresa deve focar apenas em dispositivos mais simples do tipo mirrorless. O motivo para isso é a perda de espaço no mercado de câmeras profissionais para os smartphones, algo semelhante ao que aconteceu com as câmeras digitais compactas na década passada.

A Nikon ainda não se pronunciou sobre essa informação. Se confirmada, ela iria ao encontro da decisão, tomada em dezembro de 2021 pela Canon, de encerrar a produção de novas câmeras DSLR. A Canon é a maior fabricante de câmeras digitais do mundo, seguida pela Nikon.

Nikon Z7 é uma câmera mirrorless profissional da marca — Foto: Divulgação/Nikon

Ainda segundo o Nikkei Asia, a Nikon deverá continuar fabricando os atuais modelos de câmeras DSLR, porém, não haverá novos lançamentos. O último modelo do tipo foi a Nikon D6 SLR, lançada em fevereiro de 2020.

Segundo a Associação de Fabricantes de Câmeras do Japão, o mercado de câmeras fotográficas sofreu uma forte queda nos últimos anos. Em 2017, foram comercializadas 11,6 milhões de unidades; enquanto em 2021, o número caiu mais da metade: 5,34 milhões.

Smartphones provocaram a diminuição do mercado de câmeras — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Essa queda pode ser explicada pela qualidade cada vez maior das câmeras de smartphones. Fotógrafos iniciantes e mesmo profissionais têm usado o celular como ferramenta de trabalho. Mas ela também se explica pela ascensão das câmeras mirrorless no mercado de câmeras. Em 2020, pela primeira vez, as câmeras DSLR foram ultrapassadas pelas mirrorless no Japão, vendendo 2,37 milhões contra 2,93 milhões, respectivamente.

Diferente das câmeras DSLR (Digital Single Lens Reflex), que usam um espelho para refletir a luz até o sensor, as câmeras mirrorless exibem a imagem direto para o sensor digital. Isso significa corpos menores, mais leves e mais baratos do que as DSLR.

Novos modelos de câmeras DSLR não deverão ser lançados pela empresa — Foto: Divulgação/Nikon

Quanto à qualidade de imagem, as câmeras mirrorless evoluíram e hoje estão praticamente no mesmo patamar das DSLR. Por serem totalmente digitais, elas contam com diversos recursos, como inteligência artificial, estabilização de imagem, autofoco instantâneo e maior velocidade. Uma câmera mirrorless é capaz de tirar até 120 fotos por segundo — cerca de dez vezes mais do que as câmeras DSLR.

Por isso, especula-se que a Nikon deve seguir a Canon e focar mais no mercado de câmeras mirrorless, que tende a ser mais promissor no momento. Enquanto a D1, a primeira DSLR da Nikon, foi lançada em 1999, a primeira câmera mirrorless da marca chegou ao mercado apenas em 2011.

Com informações de Nikkei Asia, Engadget e 9to5Mac

No vídeo abaixo, veja o teste do TechTudo com a GoPro Hero7 Black

GoPro Hero7 Black faz imagens incríveis? Testamos a câmera de ação

GoPro Hero7 Black faz imagens incríveis? Testamos a câmera de ação

Mais do TechTudo