Segurança
Publicidade

Por Raisa Monteiro Capela, para o TechTudo


Seja pelo alto custo de manter assinaturas de serviços que fazem a cobertura de campeonatos ou pela distribuição restrita de alguns jogos, muitos torcedores recorrem a sites piratas para assistir a partidas de futebol ao vivo e de graça. À primeira vista, os streamings ilegais parecem incômodos apenas pela quantidade excessiva de anúncios e pelas imagens de baixa qualidade. Acontece que eles podem também ser perigosos, escondendo malwares capazes de infectar o dispositivo e roubar dados do usuário. Além disso, o uso de sites piratas prejudica não apenas a segurança digital dos torcedores, como também a própria manutenção da indústria futebolística.

Ainda que hajam esforços das autoridades para derrubar links com transmissões ilegais, a prática de assistir a partidas de futebol online e grátis em sites não autorizados para tal tem se tornado comum entre torcedores. Pensando nisso, o TechTudo listou os principais problemas dos streamings ilegais, dicas de como se proteger e opções de plataformas seguras para assistir a jogos de futebol ao vivo. Confira a seguir.

Serviços de streaming pirata de futebol comprometem segurança dos usuários; entenda — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

Perigos e problemas do streaming ilegal de futebol

1. Contração de malware

A publicidade invasiva e abundante é uma marca dos sites piratas de streaming de futebol. Como marcas consolidadas no mercado não estão dispostas a associar seus nomes a conteúdos ilegais, as publicidades enganosas ou de conteúdo explícito acabam ocupando esses espaços. Acontece que, além de incômodos, os anúncios espalhados nas páginas podem ser perigosos e esconder malwares. Assim, basta um clique, ainda que acidental, para infectar o dispositivo com vírus. A prática de usar publicidade online para espalhar malware recebe o nome de malvertising (mistura dos termos "malware" e "advertising", que significa "publicidade", em tradução para o português).

Malwares presentes em sites de streaming pirata podem infectar celular e computador do usuário — Foto: Getty Images

Outra forma de contrair malwares nos streamings ilegais é a partir da instalação de extensões e plugins de navegador maliciosos. Muitos sites exigem que o usuário faça esse tipo de procedimento para assistir aos jogos. Mas, após o download, as extensões infectam o computador e conseguem capturar credenciais de login e senhas salvas no navegador. Algumas ainda são capazes de visualizar o histórico de navegação do usuário, informação que pode ser usada em golpes de phishing e engenharia social.

2. Roubo de dados

Os sites de streaming ilegais também podem ser usados para difundir golpes de phishing. Nessa modalidade de fraude, os golpistas costumam prometer brindes e prêmios em dinheiro a usuários que preencherem formulários com seus dados pessoais (endereço de e-mail, número de telefone credenciais de login e senha, entre outros) e bancários. De posse dessas informações, cibercriminosos podem se passar pela vítima para aplicar novos golpes (clonando os perfis das redes sociais ou enviando mensagens falsas no WhatsApp, por exemplo) ou, em casos mais graves, roubar a identidade do usuário para contrair empréstimos em seu nome.

3. Violação de direitos autorais

O compartilhamento de conteúdo televisivo e de serviços de streaming é crime previsto no artigo 184 do Código Penal. Isso porque a prática viola os direitos autorais das empresas que compraram a autorização para transmitir o campeonato ou partida em questão. Os infratores estão sujeitos a pena de detenção por até um ano e multa.

Sites piratas violam direitos de empresas legalmente autorizadas a transmitir partidas de futebol — Foto: Ana Marques/TechTudo

Embora o caminho de combate à pirataria digital seja longo, as autoridades brasileiras já vêm promovendo ações para derrubar esquemas de distribuição ilegal de conteúdo na Internet. Neste ano, o Ministério da Justiça e polícias civis de 11 estados deflagraram a quarta edição da "Operação 404", que desde 2019 trabalha com o objetivo de desmontar as quadrilhas de pirataria digital no Brasil.

4. Roubo de recursos que poderiam ser reinvestidos no futebol

A pirataria de streaming de futebol há muito deixou de ser uma "indústria caseira", com o envolvimento de poucas pessoas que compartilhavam partida e a divulgavam em redes, para se tornar uma atividade que envolve robustas organizações criminosas. Os sites piratas se multiplicaram por todo o mundo, preocupando autoridades de diversos países. A liga de futebol inglesa Premier League, por exemplo, denunciou cerca 250 mil transmissões pirata durante a temporada 2021/2022.

Segundo relatório da empresa de segurança de vídeo Synamedia, que analisou os esportes mais impactados pela pirataria no mundo, a transmissão irregular de jogos retira até 28 bilhões de dólares anualmente da indústria do futebol. Isso mostra que a prática, embora comum entre muitos torcedores, prejudica os clubes, já que rouba uma quantia que poderia ser reaplicada no próprio esporte.

Como se proteger

Não existe uma forma totalmente segura de assistir a partidas de futebol transmitidas em serviços ilegais. Entretanto, caso o usuário insista, é importante ter um bom antivírus instalado no dispositivo. Além disso, é necessário ter o cuidado de não clicar em anúncios e não instalar extensões ou plugins no navegador.

Outra dica válida é ter uma VPN (rede virtual privada) instalada no computador. Esses programas criptografam o tráfego e utilizam bloqueadores de anúncio, impedindo que janelas pop-up apareçam durante a navegação.

Vale ressaltar que, apesar de minimizarem riscos, essas medidas não oferecem proteção completa a malwares e outros perigos. O único meio seguro de assistir a jogos de futebol online é acessar plataformas legais e autorizadas a transmitir as partidas.

Plataformas legais para assistir futebol em tempo real

Existe uma grande variedade de plataformas que transmitem partidas de futebol ao vivo de forma legal, entre elas o serviço de streaming Globoplay. Com o plano Globoplay + Premiere , torcedores podem acompanhar o Brasileirão (séries A e B), a Copa do Brasil e campeonatos estaduais, além de conteúdos de entretenimento do catálogo do serviço. A assinatura sai por 12 parcelas de R$ 39,90.

Globoplay também permite assistir a jogos de futebol ao vivo de graça — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

Vale ressaltar que a programação aberta da Globo, incluindo as partidas de futebol, pode ser acessada gratuitamente pelo Globoplay em celulares Android e iPhone (iOS), smart TVs, tablets e computadores. Para isso, basta fazer um cadastro rápido na Conta Globo.

2. Star+

A Star+, plataforma de streaming da Disney, transmite a programação do canal esportivo ESPN, com a exibição da Copa Libertadores, Copa do Nordeste, Premier League e outros campeonatos europeus. A assinatura sai por R$32,90 ao mês. O streaming está disponível em aplicativos para celulares com Android e iOS, e também pode ser acessado em smart TVs, computadores e tablets.

Star Plus transmite a programação do canal esportivo ESPN — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

3. DirectTV Go

O serviço de streaming e TV ao vivo DirectTV Go, além de reunir as programações dos canais ESPN, SportTV e Premiere, também transmite os jogos do Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores. O plano mensal custa R$ 79,90, e os usuários podem adicionar pacotes extras de outros esportes e campeonatos. É possível acessar o DirectTV Go por celulares Android e iPhone (iOS), tablet, computador e smart TV.

DirectTV Go transmite os jogos do Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores — Foto: Paulo Alves/TechTudo

4. Eleven Sports

A Eleven Sports, plataforma de streaming disponível na versão web e aplicativo para celulares com Android e iOS, transmite partidas de futebol ao vivo e de graça. As transmissões incluem campeonatos regionais (Copa do Nordeste e Campeonato Capixaba, por exemplo) e partidas Sub-20 e Sub-17, bem como campeonatos do Futebol Feminino. Além disso, é possível acompanhar partidas de outros países, como o Campeonato de Portugal e Campeonato Nigeriano.

Aplicativo Eleven Sports transmite partidas de futebol de todo o mundo — Foto: Divulgação/Eleven Sports

5. BandPlay

O aplicativo BandPlay, disponível para celulares com Android e iOS, é mais uma alternativa para os torcedores que querem assistir futebol online e grátis. Nele, os usuários podem se cadastrar para acompanhar ao vivo as partidas do Campeonato Brasileiro série C, Campeonato Brasileiro Sub-20, além do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino.

BandPlay reúne programas de TV e rádio da rede bandeirantes — Foto: Reprodução/BandPlay

Com informações de Synamedia, BBC, G1 e TechRadar

Veja também: como assistir a jogos de futebol pelo celular pelo Globoplay

Como assistir a jogos de futebol pelo celular pelo Globo Play

Como assistir a jogos de futebol pelo celular pelo Globo Play

Mais do TechTudo