Jogos simuladores

28/12/2010 19h39 - Atualizado em 14/07/2011 07h08

Os 10 jogos mais decepcionantes de 2010

Diego Borges
por
Da redação

O TechTudo separou algumas das maiores decepções do mundo dos jogos neste ano. Alguns prometeram bem mais do que cumpriram, enquanto outros foram desenvolvidos de um jeito que, provavelmente, seria melhor que nem tivessem sido lançados. Confira a lista abaixo:

Final Fantasy 13

Depois de muita expectativa em volta do primeiro RPG da série para a atual geração de consoles, a Square Enix decidiu inovar, mas acabou errando feio na dose. Além de um começo extremamente linear (algo pouco comum nos títulos da série), alguns elementos tradicionais foram alterados de forma insatisfatória para os fãs da saga. Como exemplo, cito as Summons em forma de veículos. Somente os belos gráficos e o enredo envolvente conseguiram agradar aos fãs da série.

Os gráficos do Final Fantasy são ótimos. E o que mais?Os gráficos do Final Fantasy 13 são ótimos. E o que mais? (Foto: Divulgação)

Front Mission Evolved

Mais uma inovação da Square Enix que não deu certo. O seu tradicional game de estratégia Front Mission virou um jogo de ação no estilo Armored Core, e acabou sendo um dos grandes fiascos do ano. O game consegue ser chato, confuso e repetitivo, além de ter gráficos que deixam a desejar (logo a Square Enix, do Final Fantasy?!). Para piorar, o controle dos Machs tem pouca precisão, e a dificuldade do game alterna momentos simples com tarefas que duram horas, quando o que o jogar quer é continuar sua aventura. É um jogo que definitivamente não vale a pena comprar, mesmo que esteja sendo vendido em promoção.

front missionFront Mission, a grande decepção da Square Enix (Foto: Divulgação)

Nier

2010 definitivamente foi um ano para ser esquecido pela Square Enix. Nier é mais um jogo com um grande apelo de marketing, que prometia ser um excelente RPG mesclado a um intenso adventure, mas na realidade o jogo se resume a missões extremamente chatas, com um personagem principal pouco carismático e gráficos decepcionantes. O impressionante é que os (corajosos) jogadores que conseguiram terminar o game, disseram que o mesmo possui algo em torno de 35 horas de gameplay. Outra bola fora da poderosa Square Enix.

O tempo passa mais lento jogando Nier... O tempo passa mais lento jogando Nier... (Foto: Reprodução)

Pure Footbal

Quando a Ubisoft começou a divulgar que iria lançar um jogo de futebol, poucos acharam que o ele seria bom o suficiente para brigar pela hegemonia do gênero com FIFA e PES. Só que ninguém achou que uma empresa desse porte conseguisse fazer um game tão ruim como este. Além de gráficos caricatos e pouco atraentes, o game possui uma jogabilidade fraca, que chega a assustar os que tentam encarar esse pesadelo. Pure Football também consegue ser chato e limitado, com poucas opções de jogadas e nenhuma modalidade diversificada ou divertida o suficiente para te prender por pelo menos uma partida.

pure footbalAté os jogadores se desanimaram com o game (Foto: Divulgação)

Medal of Honor

Diante de um poderoso marketing, muito se esperava da nova versão de Medal of Honor. Porém, parece que a EA parou no tempo e desenvolveu um game que seria muito bom para os consoles da antiga geração (de 128 bits). O jogo perde muito em jogabilidade, com movimentos que não rodam a 60 quadros por segundo. Para completar, o jogo possui missões cansativas e pouco atraentes, comparadas ao ritmo frenético de seu rival, Black Ops. Medal of Honor não é um game para se atirar pela janela, mas diante da fortíssima concorrência, precisa melhorar muito para voltar a ser um título de referência no gênero.

medal of honorFaltou munição para Medal of Honor derrubar seus concorrentes (Foto: Divulgação)

Lost Planet 2 

Depois do enorme sucesso do primeiro título (considerado um dos melhores da atual geração), foi criada uma enorme expectativa em torno da sequência de Lost Planet. O problema é que depois do lançamento do jogo, a decepção foi total. Um dos grandes atrativos do game eram as enormes e variadas criaturas, parecidas com insetos gigantes, que insistiam em atormentar a sua vida. Na nova versão elas continuam presentes, mas como coadjuvantes, dando lugar a soldados e robôs inimigos fortemente armados. O resultado final é um game de ação sem nenhum diferencial e que não oferece nada demais aos jogadores.

Olha aí o Lost Planet se perdendo no meio dos outros títulos...Olha aí o Lost Planet se perdendo no meio dos outros títulos... (Foto: Divulgação)

Prince of Persia: The Forgotten Sands

Com a promessa de retomar a fórmula do sucesso da geração 128 bits, o novo game da saga Prince of Persia acabou não atendendo às expectativas. Além de extremamente curto, o jogo consegue ser muito repetitivo, com poucos desafios. Outro ponto decepcionante é o enredo simples e previsível, que vai te deixar com vontade de pular boa parte das cenas de animação. Por mais que a versão anterior também tenha recebido muitas críticas, mesmo assim ela ainda consegue ser melhor que The Forgotten Sands.

Prince of Persia: The Forgotten SandsEm The Forgotten Sands, não é difícil encontrar cenas parecidas com essa (Foto: Divulgação)

Metro 2033

Outro game que prometeu mais do que cumpriu. Com uma bela estratégia de marketing, este jogo despertava a nossa imaginação durante os vídeos de gameplay, dando sinais de que estava surgindoum novo game totalmente envolvente, nos moldes de títulos como FEAR e Doom 3. Mas depois de algumas horas jogando, você vai descobrir que é fácil enjoar de Metro 2033, principalmente por conta dos cenários simples e enredo pífio. Além disso, o jogo apostou em ambientes muito escuros que, no final das contas, acabam irrita o jogador pela falta de iluminação durante as sequências de ação.

Aumenta o brilho da sua TV para jogar... Não, melhor desligar mesmo.Aumenta o brilho da sua TV para jogar... Não, melhor desligar mesmo. (Foto: Divulgação)

Top Gun

Um dos filmes mais populares dos anos 90 ganhou sua versão para PS3 em 2010, mas seria melhor que ele nem tivesse sido lançado. O jogo parece guardar algumas heranças das antigas gerações do título no Master System ou no Mega Drive, fazendo com que muitos fãs achem que Top Gun pareça uma nova versão de After Burner. E a situação piora quando ele é comparado aos último lançamentos da categoria, como Ace Combat e Tom Clancy's H.A.W.X, pois Top Gun fica muito atrás nos quesitos de gráficos e jogabilidade. Mesmo sendo vendido por download com um preço bem mais em conta que seus rivais, o melhor a fazer é assistir ao DVD do filme, acompanhado da trilha sonora clássica.

A versão para iPhone emociona mais...A versão para iPhone emociona mais... (Foto: Reprodução)

Prison Break


Antes é preciso perguntar: Alguém acreditava que este jogo seria um sucesso? Com gráficos ridículos e um enredo totalmente previsível, o game é um dos maiores fiascos da atual geração de consoles. Como se não bastasse, Prison Break ainda tem bugs constantes, que aparecem nos momentos de combate e fugas. Para completar, o jogo ainda possui inúmeras cenas de animação extremamente chatas, que insistem em aparecer a toda hora. Que a justiça seja feita - cadeia para os desenvolvedores que cometeram este crime com uma das melhores séries da TV mundial.

Agora queremos saber a sua opinião. Qual game foi a maior decepção do ano para você? Por quê? Mande o seu comentário pelo Twitter ou Facebook do TechTudo.
 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Pedro Oliveira
    2013-02-15T20:38:44

    Medal of Honor não é ruim e sim fez um trailer tão bonito com gráficos lindos mas acabou que os gráficos não era aquilo e decepcionou

  • Felipe Sampaio
    2012-01-25T01:05:14

    TOP GUN - Um dos filmes mais populares dos anos "90" ganhou sua versão para PS3 em 2010.... Que eu me lembre, o filme é de 1986, ou seja, anos 80...... Valeu Techtudo DEVE MELHORAR

  • Eliseu Cordeiro
    2011-11-08T14:31:51

    q merda de jogos