Internet

26/01/2011 19h48 - Atualizado em 14/07/2011 07h05

Yahoo faz novas demissões e segue caminho similar ao da AOL

Thássius Veloso
por
Do Tecnoblog

Carol Bartz, a executiva que atualmente comanda esse pepino chamado Yahoo, entrou na empresa com uma tarefa muito clara: voltar a trazer alta lucratividade para o buscador. Aliás, para o ex-buscador, pois o Yahoo dos dias de hoje pode ser chamado de qualquer coisa, menos de site de buscas. Ele tornou-se um grande portal de conteúdo com serviços agregados, e segue num caminho parecido com o da AOL.

Yahoo Mail (Foto: Reprodução)Yahoo Mail (Foto: Reprodução)

Não é surpreendente, pois, que a empresa tenha anunciado nessa semana que vai colocar mais 140 funcionários na rua. A equipe de marketing do Yahoo foi a mais afetada pela mudança, talvez porque seus planejamentos não têm dado muito certo. As dificuldades do Yahoo não são de hoje, mas continuam sendo um problema para o gigante de Sunnyvale.

Quem não se lembra da AOL, que no auge de seu império conseguiu uma fusão com o grupo Time Warner? O foco da empresa acabou virando conteúdo, a mesma história que o Yahoo repete atualmente. Um de seus maiores ativos, o serviço de busca já está nas mãos da Microsoft, que trabalha numa integração com o Bing, e o mais provável é que continue nesse caminho.

A boa notícia é que, pelo menos no caso da AOL, os negócios conseguiram se recuperar com o passar dos anos. Hoje em dia a empresa investe bastante em sites hiperlocais, para públicos de regiões bastante seletas, o que tem feito o dinheiro voltar a entrar. Além disso, fortaleceu sua rede de blogs, com direito à recente compra do “TechCrunch”, um dos mais importantes de seu nicho. Será que podemos esperar o mesmo do Yahoo?

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares