Jogos de ação

03/02/2011 20h01 - Atualizado em 14/07/2011 07h04

Comparação: InFamous Vs. Prototype

Cesar Crivelaro
por
Para o TechTudo
infamous x prototype (Foto: Divulgação)Comparação (Foto: Divulgação)

Quando é lançada a continuação de uma franquia que não conhecemos, sempre vamos ao jogo anterior conferir se realmente nos agrada. Assim ocorrerá com inFamous 2 e Prototype 2, dois novos jogos que tiveram suas primeiras edições comparada pela semelhança entre ambos. Veja abaixo os quesitos julgados e avalie qual é o game que mais lhe agrada.

Tabela de comparação entre InFamous e Prototype (Foto: Divulgação)Tabela de comparação entre InFamous e Prototype (Foto: Divulgação)


Ambos tem enredos muito originais e interessantes. Em Prototype você é Alex Mercer, um cidadão sem memória, que busca verdades e vinganças sobre sua força e suas mutações. A história acontece em Manhattan, isolada depois de um atentado terrorista que transforma os moradores em monstros. Em InFamous, você é Cole MacGrath, um office-boy que adquire superpoderes elétricos por meio de uma explosão de um artefato. Com esses superpoderes, Cole tem a opção de escolher entre usá-los para o bem (tornando-se herói) ou para proveito próprio (tornado-se vilão).

Superpoderes

Tratando de pessoas que se descobriram com superpoderes, a curiosidade já é iminente a estes, e como são desenvolvidos; e isto ambos fazem bem. Em Prototype, você tem a capacidade de mudar de formas, assim você pode absorver os inimigos para recuperar a energia, além de adquirir suas formas e passar despercebido por um grupo deles. Você também pode transformar-se em diversas armas que adquire ao longo do jogo, desde facões a projéteis, porretes e propulsores.

Em InFamous, a relação de superpoderes é elaborada também de forma única. Antes de tudo existem dois grupos de superpoderes, os que o tornam herói e os que o tornam vilão, dependendo da sua escolha no enredo é possível apenas uma única especialização de superpoderes. Além disso, há várias categorias de superpoderes e vários upgrades: descarga elétrica, tiro de precisão, bombas de eletricidade, cair de um prédio com energia, além de criar escudo elétrico e usar esses superpoderes para salvar pessoas (choque elétrico no peito) ou sugar-lhes a vida (jogar uma descarga elétrica no corpo da pessoa). Os upgrades são feitos por pontos de experiência que se consegue ao longo do jogo derrotando inimigos e cumprindo missões.

infamous (Foto: Divulgação)InFamous (Foto: Divulgação)

Gráficos

Não há como negar que os gráficos dos dois jogos são ricos em detalhes. A cidade de InFamous, Empire City, é dividida em três zonas, que a exploração delas avança com o progresso do jogo. Como Cole tem a habilidade de escalar paredes e dar saltos longos, no melhor estilo Homem-Aranha, o herói/vilão encontra em sua cidade vários pontos para escalar.

Desde janelas a canos, telhados, estruturas em construção, árvores, postes, entre outros, os lugares para escalar tornam a cidade muito mais explorável e muito mais rica em detalhes.
Já a ilha de Manhattan, em Prototype, é ofuscada por Empire City. A cidade não tem muita variedade, parece que poucas cores foram utilizadas para a sua construção. Mesmo com uma grande quantidade de pessoas, veículos e inimigos ao mesmo tempo na tela (e a quantidade é enorme), a cidade parece sem vida, parece não ter uma rotina.

prototype (Foto: Divulgação)Prototype (Foto: Divulgação)

Jogabilidade

Novamente, InFamous se sobressai em relação à jogabilidade que Prototype. Como em Manhattan há, ao mesmo tempo, muitas pessoas, muitos carros e muitos inimigos acontecendo ao mesmo tempo na tela, o motor gráfico não suporta, diminuindo a quantidade de quadros por segundo. Com muita gente, o protagonista teria dificuldades de locomoção pelo cenários; assim, Alex Mercer se 'choca' com um transeunte e ele simplesmente morre. Na verdade, qualquer pessoa na rua morre com qualquer ataque do personagem. E escalar os prédios é muito fácil: Alex corre pelas paredes sem nenhuma dificuldade, tirando um pouco da sensação de realidade.

Em InFamous, por mais que os saltos pareçam irreais (eletricidade permite saltos grande?), eles fluam na jogabilidade. E escalar as paredes, procurando lugares para se pendurar, e deslizar sobre fios elétricos ou trilhos de trem é algo bem fácil, bem automático. O cenário te dá total liberdade de exploração e a jogabilidade auxilia a essa experiência se tornar prazerosa. A câmera está sempre a favor do jogador e escolher a mira para atirar os projéteis elétricos é intuitiva. Veja abaixo uma missão do jogo:

 

Missões

Como os jogos são em mapa aberto, no mesmo estilo que Grand Theft Auto, as missões são espalhadas pelo cenário. Em Prototype, além das missões que participam da campanha principal, há as missões paralelas, que não interferem na história mas ajudam a explicar toda a história por trás do jogo, além de serem um bom desafio. No game, estas missões estão em um nível de dificuldade superior, tornando-o mais desafiador. Além disso, elas são importantes para o desenvolvimento do protagonista: como você acumula pontos por inimigos que derrota, as essas missões são cheias de monstros que precisam de estratégia, aí se encontra um bom fator para desenvolver as habilidades.

Em InFamous, a diferença está na variedade dos múltiplos resultados, o que torna a situação mais interessante. Como você pode escolher o caminho do bem ou do mal, há missões com as respectivas índoles: desde roubar um banco, matar uma pessoa, até salvar um trem de acidente ou um carro; cada uma contribui para o caminho que você escolhe. Mas há também missões que ajudam você a conquistar território, para que inimigos não retornem mais. Outro grande diferencial é que, caso você falhe nas missões, você adquire índole de vilão, ou se em vez de matar alguém, o ajudar, ganha o status de herói; tudo é uma questão de como seus atos serão interpretados.

Multiplayer Online / Offline

O fator multiplayer é algo que pesa tanto para InFamous quanto a Prototype, isso pela sua ausência. Nenhum dos jogos trazem em sua campanha algum fator que tenha multiplayer online ou local; os jogos são estritamente de um único jogador. E para falar que multiplayer é desnecessário ou atrapalha o jogo normal, basta fazer uma boa adaptação. Vejam Bioshock 2 ou Assassin's Creed Brotherhood: ambos tiveram uma campanha multiplayer distinta da história principalmente nada foi prejudicado; só acrescentou mais ainda ao enredo.


Dificuldade

InFamous é um jogo fácil. Por mais que haja opção de escolher os níveis de dificuldade, você percebe que, sabendo se esconder, se esquivar e utilizar o cenário a seu favor (poças d'água, usinas elétricas, caixas de registro), o jogo se torna fácil. Claro, há coisas difíceis e trabalhosas no jogo, como es esquivar da população caso seja vilão ou mesmo procurar os pedaços do artefato que explodiu e se espalharam por todos os lados, mas o enredo principal não oferece muita dificuldade, podendo desapontar os que buscam desafio.

Em Prototype, a dificuldade tem um ponto de vista mais interessante. A habilidade com os controles do personagem deve ser levada em conta, pois, com tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo, é necessário se esquivar de pessoas e acertar os inimigos corretamente. E a palavra 'inimigos' é citada no plural porque são muitos inimigos ao mesmo tempo. Então é necessário derrotar certo indivíduo com uma arma específica e ou, logo atrás de Alex, ser derrotado com outra arma. A agilidade nos comandos se torna até algo cinematográfico.

infamous x prototype (Foto: Divulgação)InFamous x Prototype (Foto: Divulgação)

Conclusão

As notas de InFamous são maiores que as de Prototype, uma vez que este apareceu como um jogo genérico do gênero. Porém, com o sucesso de ambos, sequências são produzidas e serão lançadas brevemente. Quem será melhor neste segundo round?

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares