22/02/2011 17h07 - Atualizado em 14/07/2011 07h01

Jogos que mereciam um remake: Rival Schools

Bruno Lazzarini
por
Para o TechTudo

Os apreciadores de Fighting Games aparentemente não têm do que reclamar: depois de quase uma década de poucos (e péssimos) games, finalmente o gênero está de volta aos holofotes. Basta ver a quantidade de lançamentos nos últimos três anos: Street Fighter IV, Blazblue, Marvel vs. Capcom 3… isso sem contar Mortal Kombat e Street Fighter X Tekken que ainda estão por vir.

Rival Schools (Foto: Divulgação)Rival Schools (Foto: Divulgação)

Parece bom né? Acontece que isso não é nada perto da avalanche de jogos do gênero que saíam anualmente nos anos 90. Eram tantos que o público acabava não dando o devido valor a alguns deles, e infelizmente este foi o caso de Rival Schools: United by Fate

Justice Gakuen – como é conhecido no Japão – estreou nos Arcades em 1997 e narra a história de alguns estudantes japoneses que resolveram cair na porrada para solucionar os misteriosos ataques aos seus colégios. A pancadaria é poligonal, mas não se parece com os jogos 3D da época. Na verdade, Rival Schools lembra muito X-Men vs. Street Fighter com seus golpes especiais, super pulos e air combos.

Tiffany e seus dotes nada modestos (Foto: Divulgação)Tiffany e seus dotes nada modestos (Foto: Divulgação)

Assim como nos crossovers, as batalhas também são em dupla, mas só é possível utilizar um personagem por round - a não ser, é claro, na hora de dar ataques combinados. O bacana é que cada personagem ajuda de um jeito diferente, podendo não só desferir ataques devastadores, mas também recuperar a barra de energia e de vigor (como é chamada a barra de especial).

O elemento mais marcante de United by Fate, no entanto, é o elenco. Todos os personagens são absurdamente carismáticos e únicos, e seus estilos refletem diretamente o perfil de suas escolas. Só para exemplificar, a Taiyou High School prima pelo respeito às tradições e pela individualidade de seus matriculados (o que é nítido quando comparamos o protagonista Batsu com o estiloso Kyosuke), enquanto a Pacific High School é o lar dos estrangeiros, filhos de pessoas importantes e celebridades.

A narrativa também ajuda a marcar ainda mais a personalidade do elenco, com diálogos entre cada luta no modo Arcade – algo incomum no gênero.

Rival Schools (Foto: Divulgação)Rival Schools (Foto: Divulgação)

A versão para Playstation pintou em 1998 e contava com novos modos e personagens. Na edição japonesa era possível criar seu próprio lutador do zero e jogar uma espécie de simulador de encontros, desenvolvendo suas habilidades e interagindo com os outros personagens – o que enriqueceu ainda mais o universo de United by Fate. Infelizmente, este modo foi cortado na versão americana por falta de tempo no desenvolvimento.

O último suspiro da franquia ocorreu em 2000 no Dreamcast. Com batalhas em trio, Project Justice é ainda melhor que seu antecessor, mas vendeu pouquíssimo – assim como quase todos os jogos lançados para a última plataforma da SEGA. Para não dizer que a CAPCOM esqueceu totalmente da série, Kyosuke faz uma aparição em Capcom vs. SNK 2 e Batsu é um dos guerreiros da Tatsunoko vs. Capcom.

A Capcom bem que podia aproveitar o retorno triunfal das brigas virtuais e lançar um remake ou uma nova versão de Rival Schools. Com a tecnologia atual, poderíamos ver um jogo mais rápido, dinâmico e bonito. Imagina se colocassem aquelas expressões faciais exageradas de Street Fighter IV nos carismáticos lutadores de Justice Gakuen? Ia ser demais! Melhor ainda, só se a Capcom finalmente trouxesse o modo de criação de personagens para o ocidente, em inglês – ou até em português, já que estamos sonhando alto…

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Vitor Melo
    2013-01-26T23:13:55

    Um dos melhores jogos de luta que já joguei.