Sistemas Operacionais

11/02/2011 18h01 - Atualizado em 14/07/2011 07h03

Microsoft quer desenvolvedores de apps do iOS no Windows Phone 7

Bruno do Amaral
por
Para TechTudo

Nesta sexta-feira (11), dia em que a Nokia anunciou parceria com a Microsoft, a companhia de Steve Ballmer anunciou uma estratégia para angariar mais desenvolvedores para o Windows Phone 7, sistema operacional que irá equipar os smartphones da empresa finlandesa. O plano é facilitar a adaptação de aplicativos para iOS para o WP7, incentivando os softwares multiplataforma.

Infinity Blade (Foto: Divulgação)Infinity Blade (Foto: Divulgação)

A iniciativa, chamada de Windows Phone 7 Interoperability (em inglês), tem como objetivo “ajudar desenvolvedores a tirarem melhor proveito de seus conhecimentos e criarem aplicativos de sucesso para o Windows Phone”. Para começar, o site contém guias e vídeos para assegurar que os apps, criados originalmente para o iPhone, sejam adaptados facilmente. Mas a empresa pretende expandir a ideia com “conteúdo e tutoriais” sendo adicionados “nos próximos meses” para conversão a partir de outras plataformas (sim, o Android deverá ser o próximo).

As ferramentas são gratuitas para os desenvolvedores e incluem Visual Studio Express, Express Blend, Silverlight, XNA Game Studio e um emulador do Windows Phone para PC para testar aplicativos. Claro que, entre programas de consumo e de negócios, há o incentivo também de desenvolvimento de games – inclusive com conectividade na Xbox Live.

Para evitar a fragmentação, a empresa deixa claro que é preciso um mínimo de poderio nas configurações (como é necessário para ter o Windows Phone 7 instalado), que inclui um CPU ARM7, GPU com suporte ao DirectX, câmera e um display capacitivo multitouch.

Expansão

Isso mostra que a Microsoft está adotando uma estratégia mais agressiva para recuperar a fatia perdida no mercado de smartphones desde que o iOS e o Android entraram na disputa. A chegada do sistema operacional Windows Phone 7 e o anúncio de pareceria com a Nokia (embora não exatamente uma unanimidade) também indicam a vontade de crescer exponencialmente.

Não que a loja virtual Windows Phone Marketplace seja um fracasso, pois 7.500 aplicativos é um bom número. Mas é irrisório se comparado com os 200 mil do Android Marketplace e ainda mais com os 350 mil da App Store (que já alcançaram a marca de 10 bilhões de downloads em janeiro). Se desenvolvedores realmente comprarem a ideia, podemos ver um aumento significativo da plataforma da Microsoft – para alívio da Nokia, diga-se de passagem.

Via: IT News

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares