Jogos de RPG

17/02/2011 18h19 - Atualizado em 14/07/2011 07h02

Preview: The Witcher 2: Assassins of Kings, o destino nas mãos de Geralt de Rivia

Thiago Rufino
por
Para o TechTudo

Em 2007 a desenvolvedora polonesa CD Projekt Red lançou o RPG The Witcher, que logo se tornou conhecido pelo público por sua trama densa, não-linear e cheia de temas controversos ambientada em cenários medievais habitado por criaturas fantásticas e monstruosas. Na época, um dos pontos fortes do título era o excelente visual empregado nos ambientes e suas mudanças climáticas.

The Witcher 2: Assassins of Kings promete seguir a mesma linha do primeiro game, mas com uma série de melhorias, especialmente na jogabilidade. O motor do primeiro game, a Aurora Engine de propriedade da BioWare, foi abandonado para dar lugar a um completamente novo. Porém, uma das características mais marcantes da série continua: a ausência de um universo maniqueísta. Ou seja, as escolhas do próprio jogador vão influenciar diretamente o andamento do jogo.

The Witcher 2: Assassins of Kings (Foto: Divulgação)The Witcher 2: Assassins of Kings (Foto: Divulgação)

Inspiração literária

A franquia é baseada nos best-sellers do escritor polonês Andrzej Sapkowski, ainda inéditos no Brasil, e retrata a saga do feiticeiro de cabelos brancos Geralt de Rivia. O personagem foi treinado desde a infância por uma antiga irmandade para se tornar um exímio assassino capaz de eliminar qualquer criatura que cause problemas aos humanos. Boa parte do obscuro universo criado por Spakowski está presente no primeiro game.

A continuação acontece logo após os eventos do jogo original e Geralt segue em busca do assassino que tentou matar o rei Foltest. Em sua jornada, o feiticeiro encontra um grupo responsável por uma série de mortes no Reino do Norte e precisa descobrir qual a relação do bando com o clã dos bruxos. A nova narrativa será mais madura e realista com missões focadas apenas na história principal.

The Witcher 2: Assassins of Kings (Foto: Divulgação)The Witcher 2: Assassins of Kings (Foto: Divulgação)

Sequência grandiosa

A equipe da CD Projekt Red está apostando alto em seu próximo lançamento. The Witcher 2: Assassins of Kings terá 3 aberturas diferentes, 16 finais possíveis e mais de 150 minutos de diálogos – tudo para tornar a experiência de imersão na trama o mais profunda possível. Os produtores prometem que esse será o RPG com melhor visual já lançado.

Entre as melhorias propostas pela desenvolvedora, o game terá um novo sistema de diálogos integrado à inteligência artificial e cada personagem do jogo reagirá de alguma maneira às ações de Geralt. A mecânica de combate será mais dinâmica e sangrenta, a física também foi aprimorada tornando os movimentos, golpes e magias muito mais convincentes. As batalhas contra os chefões vão contar com quick time events para tornar o confronto mais desafiador.

The Witcher 2: Assassins of Kings (Foto: Divulgação)The Witcher 2: Assassins of Kings (Foto: Divulgação)

Os aficionados pela franquia ainda podem comprar a edição de colecionador do game que está em pré-venda por US$ 130. O preço diferencial é justificado pela quantidade de itens que integram a versão especial:

- Código de acesso a um DLC exclusivo;
- DVD com making off do game;
- CD com trilha sonora;
- Um guia e um mapa do jogo;
- Um panfleto e uma moeda estilizada;
- Um livro de aproximadamente 200 páginas com as artes de The Witcher 2;
- Três papercrafts inspirados nos personagens do título;
- Um busto detalhado de Geralt de Rivia;
- Um baralho e um jogo com cinco dados de pôquer inspirados no título;
- E um box estilizado para guardar todos os itens.

The Witcher 2: Assassins of Kings deve chegar às lojas 17 de maio de 2011 para PC. É possível que uma versão para consoles também seja lançada, mas ainda não há nada confirmado.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares