04/02/2011 11h48 - Atualizado em 14/07/2011 07h04

Sacred Odyssey Rise of Ayden: Novo jogo da Gameloft está disponível na App Store

Rodrigo Cezzaretti
por
Para o TechTudo

The Legend of Zelda, como não poderia deixar de ser, foi criado por Shigeru Miyamoto, em 1986 e se tornou referência para diversos jogos que surgiram após o seu lançamento. Enredo envolvente, bons personagens, carisma e produções adequadas transformaram as aventuras de Link em uma lenda dos videogames.

O novo RPG de ação da Gameloft, Sacred Odyssey: Rise of Ayden, que foi lançado essa semana na App Store, para iPad e iPhone, não foge desse legado e possui características inspiradas no sucesso da Nintendo.

sacred (Foto: Divulgação)Sacred (Foto: Divulgação)

O herói escolhido para a ventura é Ayden, um jovem designado pelo deus Uryah para salvar o reino de Lasgalen do apocalipse. Para chegar ao triunfo, deve-se reunir os quatro fragmentos do graal de Uryah e, com isso, ganhar os poderes sobrenaturais para derrotar Amonbane, o lorde da escuridão. Para ajudar nas decisões e nas missões do protagonista, temos a companhia da princesa Lyanora.

Começamos o game com apenas uma espada, entretanto, ao longo da jornada, conquistamos novas armas como, por exemplo, escudo sagrado, a ave locriana (bumerangue), a cobra Nagual (corda com gancho) e a luva de Brakor. Todas as vezes que for adquirida uma nova arma, outros níveis serão destravados, assim como novos desafios de quebra-cabeças e obstáculos.

O game possui uma história interessante e os gráficos estão bem trabalhados o que pode, assim, ser um ponto positivo para a produção. Se Sacred Odyssey: Rise of Ayden será um sucesso, só o tempo poderá dizer. Mas, bons RPG´s são sempre bem vindos no mercado e ter como inspiração um jogo do nível de Zelda, é um bom começo. Para baixar o game acesse a App Store.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares