18/02/2011 12h44 - Atualizado em 14/07/2011 07h02

Será o início do fim para a pirataria nos games?

Luiz Carlos Almeida
por
Para o TechTudo

A Industria de games ao longo dos anos sempre sofreu com a pirataria, muitas formas de procurar diminuir esses prejuízos foram adotadas: números seriais, chaves, travamento nos consoles e por ai vai.

Recentemente a Sony viveu o drama de ter sua plataforma “Hackeada” e arcou com enorme prejuízo. Como resolver essa questão de uma vez por todas?

Crysis 2 (Foto: Divulgação)Crysis 2 sofre com o vazamento de sua versão beta (Foto: Divulgação)

Parece que a resposta está às portas, uma delas é: Com a vinda das conexões de banda larga, podemos caminhar para o ínicio do fim desse problema, pois a autenticação em tempo real de uma cópia original do game se faz necessária à conexão em rede para jogos multiplayer.

A própria Sony já deve usar essa estratégia e ameaça banir da PlayStation Network e do serviço Qriocity (atualmente disponível somente na Europa) para quem instalar software mal intencionado em seus consoles.

No meio desse turbilhão de divergências, encontramos um fato no mínimo curioso. Em resposta a o vazamento do beta de Crysis 2, jogo conhecido mundialmente por seus gráficos incríveis, foi relatado pela revista Escapist Magazine que jogadores de PC já estão cheios com a pirataria e colocaram uma petição online comprometendo-se a comprar o jogo legalmente.

A petição é a chamada de “Crytek, We Care” e afirma:

“Em resposta ao vazamento do Beta de Crysis 2, fizemos um documento online com o compromisso de comprar uma cópia legal de Crysis 2. Esperamos também que este documento mostre para a Crytek, que tem vários fãs leais no PC que pretende apoiar os seus trabalhos, e não roubar-lhes como os piratas faz constantemente acabando com o Pc como uma plataforma de jogos. Crytek, nós nos importamos.”

Atitudes como esta mostram que a principal forma de conter a pirataria é a conscientização, todos devemos parar pra pensar que isso prejudica todo o mercado, e quem paga a conta somos nós mesmos. É fato que quanto mais retorno financeiro a industria conseguir, mais investirá na qualidade dos jogos. E no final quem sairá ganhando com isso?

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Alexandre Caetano
    2011-03-01T18:25:49

    O pior é ver pirata tentando se justificar. Aff é triste esta mentalidade mediocre - É caro então eu vou piratear. Esta é a mesma ideia do ladrão comum - Ele tem mais que eu, então vou roubar ele /aff.......

  • Murilo Muniz
    2011-02-23T16:15:05

    (cont)... A divergência de opiniões quanto a pirataria não influenciam no conhecimento sobre os games. Portanto, primeiro peça para sua professora de português revisar seu "post" antes de comentar sem embasamento nenhum sobre jogos. Ps.: Você conhece o Phantom System? Vai jogas super mário...

  • Murilo Muniz
    2011-02-23T16:12:36

    Ao Senhor Claudio Lima. Bom para você que é da época do super nintendo, considerando que sou da época do Atari posso concordar com a questão do valor dos jogos no Brasil, porém como afirmou, as taxas são impostas pelo governo e não pelas produtoras dos games. Refletindo um pouco sobre o infeliz que passa anos virando noite nesse joguinho do seu "super nintendo" você pode parar e pensar no trabalho que teve.

  • Gilmar Oliveira
    2011-02-21T15:20:58

    HEuaheuhae Cara, Brasil é uma praga... Tudo bem que a Pirataria ferra tudo, mas, quando você compra um jogo aqui no Brasil, o governo lucra mais que a própria produtora do game, já que o valor MUITAS vezes é mais que o dobro do valor real sem o imposto doentio.

  • Guilherme Gasparin
    2011-02-20T17:03:04

    prefiro a pirataria, é um modo de qm não tem condições, de poder jogar

  • Claudio Lima
    2011-02-20T08:43:55

    Ao Senhor Luiz carlos de Almeida. Bom depois de ler seus comentários conclui duas coisas: que você não joga vídeo game ,pois quem joga a muito tempo(eu por exemplo da época do super nintendo) sabe jogar tem que ser uma ação despretensiosa ; e que parece que não conhece a realidade sobre os preços no brasil, injustas com o consumidor, o responsável são as altas taxa cobradas pelo governo , reduzir isto sim ajudaria principalmente no brasil a combater a pirataria.