Video game

08/02/2011 12h31 - Atualizado em 14/07/2011 07h04

TOP 10 de RPGs para PSP

Cesar Crivelaro
por
Para o TechTudo

Listar RPGs de PSP é mais difícil do que parece pela carência de jogos deste gênero. Na verdade, no PSP os RPGs estão camuflados por outros gêneros, como o de ação, estratégia e aventura, e não na forma canônica como conhecemos. Veja abaixo a lista dos RPGs mais atraentes de PSP até 2010.

10 – Wild Arms XF

Este Wild Arms não segue a linha dos outros RPGs da série, que são de aventura/estratégia. Em XF, o jogador controla os irmãos Arwin, Clarissa e Felius pelo reino de Elesius. Quando a princesa Alexia morre, o reino vê-se dominado por um grupo de demônios, ordenando assassinatos em massa. Clarissa, aproveitando-se de sua aparente semelhança com a princesa morta, lidera um grupo rebelde e lidera dezenas de batalhas contra os inimigos.

Uma das novidades em Wild Arms XF são as batalhas em uma espécie de tabuleiro hexagonal, com 16 profissões disponíveis a evoluir. Cada profissão tem habilidades específicas, como usar itens, magias, habilidades de força, quantidades de vida etc. Como as trocas de personagens e profissões são constantes, o jogo torna-se mais estratégico que um próprio RPG clássico.

wild arms (Foto: Divulgação)Wild Arms (Foto: Divulgação)

9 – Star Ocean: Second Evolution

Star Ocean: Second Evolution acontece 20 anos após o final do primeiro game da série, Star Ocean, the First Departure. O protagonista é Claude C. Kenny, filho de Ronyx Kenny (protagonista do primeiro jogo) e também a jovem Rena Lanford, nativa do mundo Expel. No game, Claude acidentalmente aparece no mundo de Rena e a salva de um animal selvagem. Por ter uma arma a laser, ao usá-la, é confundido com o “Guerreiro da Luz”, uma lenda de um salvador do planeta.

O game é uma cópia do próprio jogo lançado para Playstation One em 1998. Na versão do PSP estão inclusas várias cenas de anime muito bem feitas, além de um novo filtro gráfico, novos cenários para explorar e poderes para se adquirir.

star ocean (Foto: Divulgação)Star Ocean (Foto: Divulgação)

8 – Persona 3 Portable

O enredo conta a história de um estudante de Ensino Médio no Japão que se alia a um grupo de investigação da Dark Hour, um pequeno período de tempo entre a mudança dos dias. Durante esta Dark Hour, o jogador entra em Tartarus, uma grande torre contendo Shadows, criaturas que alimentam a mente humana. Para enfrentar estes inimigos, os membros do grupo utilizam suas Personas, uma manifestação do “eu interior”.

Persona 3 foi originalmente lançado para o PlayStation 2, em 2007. Na versão para PSP, o jogador pode escolher como protagonista tanto um homem quanto uma mulher e, se tratando de um RPG social, esta escolha é trivial para o enredo.

persona (Foto: Divulgação)Persona 3 (Foto: Divulgação)

7 – Final Fantasy Tactics: War of the Lions

Final Fantasy Tactics acontece no mundo de Ivalice (o mesmo de Final Fantasy XII), um mundo com características medievais onde a guerra espalha-se por vários reinos e várias classes sociais. O protagonista é Ramza Beoulve, um jovem de sangue nobre e coração puro que luta por um mundo justo, mas os seus ideais não são apropriados para a época, e como tal, cedo descobre o preço pela sua inocência. Uma nova guerra está prestes a começar, fruto da cobiça por poder e falta de escrúpulos das classes que controlam os reinos, é conhecida como a Guerra dos Leões.

As batalhas são feitas em uma espécie de tabuleiro que os movimentos dos personagens e os ataques são baseados em “casas”. Os cenários são ricos e cheios de influências em táticas de ataque. O jogo, além de uma incrível história adulta cheia de traição e reviravolta, contém um profundo e bem trabalhado sistema de profissões, em que cada uma carrega habilidades específicas e status distintos. Também pode-se misturar as habilidades das profissões, tornando o jogo estratégico e tático. O jogo foi lançado originalmente para Playstation One em 1997. A versão para PSP possui um novo filtro gráfico, além de cenas cinematográficas, efeitos sonoros remasterizados, novas profissões e um grau de dificuldade mais elevado.

final fantasy tatics (Foto: Divulgação)Final Fantasy Tatics (Foto: Divulgação)

6 – Valkyria Chronicles 2

O protagonista Avan Hardins recebe uma proposta para estudar na Academia Militar Lanseal, após ser observado por um dos professores de lá. O jovem aceita o convite e vê nele a oportunidade de descobrir os mistérios por trás da morte do irmão Leon (que foi professor na instituição). O enredo se passa dois anos após o começo da Segunda Guerra Mundial, em que o grupo militar tenta prevenir uma campanha de limpeza étnica de um grupo rebelde.

Assim como o primeiro jogo da série, lançado para Playstation 3, Valkyria Chronicles 2 herda elementos de RPG e tiro em terceira pessoa. Enquanto o foco do primeiro jogo é na evolução dos personagens, Valkyria Chronicles 2 é voltado aos combates, com planejamentos prévios em um mapa onde você escolhe em que ponto cada membro do esquadrão fica ao iniciar cada combate.

Valkyria Chronicles (Foto: Divulgação)Valkyria Chronicles (Foto: Divulgação)

5 – Kingdom Hearts: Birth By Sleep

Birth by Sleep foca a sua história nos personagens Terra, Ven e Aqua, portadores da Keyblade (espada em forma de chave). O pronto principal do game é a localização do mestre Xenahort, que está desaparecido. Com isso, cada personagem traça seu caminho em busca do líder e vê-se necessário para proteger os mundos de criaturas chamadas Unversed, que são monstros nascidos de sentimentos humanos ruins.

A história de Kingdom Hearts: Birth By Sleep serve como prólogo à franquia, que teve seu primeiro jogo lançado para Playstation 2 em 2002, misturando personagens da série Final Fantasy e da Disney. A trama deste novo episódio da franquia é totalmente focada nos três novos portadores da Keyblade, em que cada um possui uma jogabilidade distinta e um foco na história completamente diferente.

  •  
Kingdom Hearts (Foto: Divulgação)Kingdom Hearts (Foto: Divulgação)

4 – Final Fantasy: Dissidia

Cosmos, a deusa da ordem e da paz, reúne os 10 protagonistas da série Final Fantasy para enfrentar o exército de Chaos, deus da discórdia, composto pelos 10 vilões da série. Cada personagem tem a sua linha histórica para coletar um artefato específico que dará mais poder a Cosmos nesta batalha em que o mal é mais forte. O jogo é uma sequência de batalhas muito bem estruturadas.

O game possui elementos de RPG no quesito de customização de personagem. Há um complexo sistema de armas, habilidades, desenvolvimento de status e evolução não só do personagem em si, mas do controle do jogador perante ele. Além disso, cada personagem tem um sistema de luta distinto, dando particularidade a cada aliado e inimigo. Esse sistema de luta não é apenas um apertar aleatório de botões, mas um esquema profundo e equilibrado, que permite uma ampla variedade de estratégias.

Final Fantasy Dissidia (Foto: Divulgação)Final Fantasy Dissidia (Foto: Divulgação)

3 – Monster Hunter: Freedom Unite

Monster Hunter: Freedom Unite coloca o jogador no papel de um Hunter, chegando a uma aldeia após ser mortalmente ferido por um dos mais fortes monstros da região, um dos dragões que habitam as montanhas. As missões são dadas pela chefe da aldeia e, prosseguindo o jogo, por um felino que permite aceitar as missões de Unite. Estas missões variam entre recolher itens, matar certo número de monstros ou até uma criatura especial. Elas podem ser feitas por até quatro jogadores e em locais variados como montanhas geladas, selva, pântanos ou até desertos.

Monster Hunter é uma franquia de muito sucesso no Japão, com vários números não só de games vendidos, mas também de tempo jogado. Esta disciplina de treino de animais, captura de monstros e evolução do personagem é bem apreciada pela cultura nipônica, e fazê-la com mais pessoas torna o jogo ainda mais apreciado.


2 – Final Fantasy VII: Crisis Core


A história é centrada em Zair Fair, um soldado que almeja crescimento profissional em sua carreira por meio de bons resultados nas missões. O enredo gira em torno de Genesis, um SOLDIER que se rebelou e resolveu por em prática seu sonho. Zack, seu mentor, Angeal, e Sephiroth (vilão de Final Fantasy VII) são enviados para capturar Genesis, antes que este execute seu plano de construir um exercito de clones.

Crisis Core pode ser considerado um título feito apenas para fãs de Final Fantasy VII, mas ainda sim é um jogo bem feito. A história precede os acontecimentos do FFVII, um dos jogos mais importantes da história. O game mistura elementos de RPG à ação frenética, como evolução de personagens, o famoso sistema de matérias, batalhas em tempo real e um protagonista carismático que se decepciona com verdades e amadurece ao longo da história. O jogo possui as melhores CGs já mostradas no PSP.


1- Jeanne D’Arc


A história é da famosa Joana D’Arc, em que o foco do game é a guerra dos “Cem anos”. Na realidade, esta guerra é travada entre Inglaterra e França; no jogo é entre humanos e demônios. O pequeno rei Carlos, que ainda é uma criança, foi possuído por um espírito das trevas que, para dominar o mundo, evoca vários demônios. Nesse contexto aparece Jeanne, uma mulher que acha uma pulseira que dá o poder de se transformar em uma grande guerreira, fazendo-a participar do exército humano contra os demônios.
 

Com uma jogabilidade bastante simples, o jogo acaba focando em seu potencial estratégico, em que as batalhas não se tornam repetitivas; pois em quase todos os combates alguns inimigos ficam em certo local de difícil acesso ou possui diferentes características que necessitam de variadas formas para serem derrotados. O jogo também conta com batalhas no estio “Procurar e destruir”, em que além de enfrentar os inimigos, é necessário destruir algum dispositivo, envolvendo estratégias diferentes em todos os aspectos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Carlos Constantino
    2011-09-20T10:08:01

    Final Fantasy VII deveria ser o primeiro, mas tá valendo! Muito boa a lista, parabéns

  • Paul Silveira
    2011-12-15T07:56:37

    Kingdom Hearts deveria ser o primeiro muito bom jogo!