Tablet

01/02/2011 16h42 - Atualizado em 14/07/2011 07h05

Um case para iPhone cheio de furos que custa US$ 1270

Eduardo Moreira
por
Para o TechTudo

Produtos como o iPhone merecem ser bem protegidos. Ainda mais no caso dos usuários brasileiros. Afinal de contas, são caros o suficiente para que você procure ter o maior cuidado possível. Para isso, todo o tipo de precaução é válido: capinhas, películas protetoras e cases laterais. Esses itens passaram a ser requisitos básicos para proprietários do smartphone da Apple.

Cases para iPhone (Foto: Divulgação)Cases para iPhone (Foto: Divulgação)

E, quando chegou o iPhone 4, o uso de cases protetores se tornou obrigatório para aqueles que queriam evitar a falha de projeto do aparelho que bloqueava o sinal da rede de telefonia. Uma vez que só a Apple acreditou que uma antena que rodeava o telefone daria certo, diversos fabricantes de acessórios tiveram um vasto mercado para desenvolver cases e capas protetoras para resolver o problema do “Antennagate”. E não pouparam em criatividade para apresentar soluções atraentes e baratas para os consumidores.

Agora… algumas dessas soluções fogem do objetivo principal, para ser mais um objeto de ostentação. Um belo exemplo disso está nesses cases que foram desenvolvidos pela relojoaria suíça Frank Mueller.

O que torna esse case especial é que, além de ser totalmente vazado, é que ele é uma edição especial da operadora japonesa Softbank. Foram produzidos apenas 500 unidades do case, em 6 diferentes modelos. Por ser um produto tão exclusivo, o seu preço vai ser elevado. Mais elevado do que o próprio iPhone 4. Para colocar um desses cases em seu smartphone Apple, você vai precisar desembolsar a “bagatela” de US$ 1.270! É, talvez alguma capa que você compre nos mercados alternativos sejam mais eficientes e baratos que esse.

Mas, se você ainda está empolgado em ter um case desses, não se desespere: ele está em pré-venda no Japão (provavelmente para os clientes da Softbank), e tem lançamento previsto para abril de 2011.

Via: Technabob

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares