17/02/2011 16h36 - Atualizado em 14/07/2011 07h02

Watson vence humanos mas vai ajudar a salvar a vida de outros

Rafael Silva
por
Do Tecnoblog

Essa semana vai ficar marcada na história como uma das duas alternativas: ou o começo de um grande desenvolvimento em termos de inteligência artificial ou o início do fim da humanidade. O computador Watson, criado pela IBM, conseguiu vencer dois campeões do programa de TV Jeopardy, que foi ao ar entre os dias 14 e 16 dessa semana. Ele teve que analisar as pistas dadas em plena linguagem humana e, com a ajuda da programação e da base de dados fornecida (sem acesso à internet), tentar adivinhar o que melhor encaixava como resposta da pista. E se saiu vitorioso.

Watson da IBM (Foto: Reprodução: Physorg / AFP)Watson da IBM (Foto: Reprodução: Physorg / AFP)

Watson não venceu dois oponentes quaisquer. Eles eram Brad Rutter e Ken Jennings, dois dos maiores campeões do programa. O computador, no entanto, não funcionou por todo o tempo sem erros. Ele travou diversas vezes e precisou ser reiniciado, o que fez com que a gravação do programa demorasse por volta de 4 horas. Ainda assim o computador da IBM conseguiu 77 mil dólares, enquanto que seus oponentes Jennings e Rutter não passaram de 24 e 21,7 mil, respectivamente.

Agora a tarefa de Watson será mais nobre do que ganhar prêmios em programas de TV. O supercomputador criado pela IBM vai ser usado em hospitais para ajudar a diagnosticar pacientes. A Escola de Medicina da Universidade de Maryland e o Centro Médico da Universidade de Columbia estão muito interessados em testar a habilidade dele em descobrir doenças de acordo com os sintomas inseridos, algo que os médicos fazem em um período de tempo mais prolongado por causa da quantidade de informações que precisam procurar.

A IBM não revelou quanto cada hospital pagou, mas qualquer quantia de dinheiro que ajude a salvar vidas mais rápido é uma grana bem investida.

Via Physorg

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares