Video game

23/03/2011 11h49 - Atualizado em 14/07/2011 06h58

Nintendo admite ter ficado decepcionada com o N Channel

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

Um dos maiores avanços da Nintendo no ramo do online foi definitivamente o Nintendo Channel no Wii. Apesar de simples em conceito, era um espaço onde o público casual do console, que não compra revistas nem visitas sites de jogos, poderia se informar sobre os produtos da empresa e expandir seus interesses em videogames. Mas a Nintendo ficou decepcionada com o resultado.

Nintendo Channel  (Foto: Divulgação)Nintendo Channel (Foto: Divulgação)

Hideki Konno, criador do Nintendo 3DS, explicou sobre as experiências passadas da Nintendo em uma entrevista ao site de notícias Gamasutra, enquanto comentava do por que do Nintendo 3DS ser lançado sem o sistema de loja online, que virá em uma atualização futura.

“As iterações que nós tivemos antes – para o Wii e DS – para ser honesto, nós simplesmente não temos estado tão satisfeitos quanto gostaríamos. É baseado em um navegador, e para ser sincero, a facilidade de uso não estava como queríamos, e eu não acho que ninguém tenha ficado satisfeito com a resposta dos usuários. E eu não acho que as pessoas tenham usado com tanta frequência quanto nós queremos. E podendo, novamente, facilmente ir lá, olhar e comprar coisas. Novamente, simplesmente não funcionou bem como estávamos esperando”, disse o desenvolvedor.

Ele menciona que foi um erro tratar o Nintendo Channel e o Wii Shop como se fossem entidades separadas. Obviamente um canal que tem trailers dos jogos, notícias e demos, tem uma relação direta com o canal que vende os jogos e acabou tendo menos usuários acessando do que o esperado.

Hideki Konno pretende consertar isso no novo portátil: “Para o Nintendo 3DS, nós realmente queremos cobrir tudo isso em um ponto só e cobrir por todos os lados. Então estamos realmente tomando a quantidade certa de tempo para ter certeza que está certo. E porque nós também estamos tomando o aspecto promocional que antes nós separávamos e colocávamos juntos com as compras para trazer pra vocês o eShop, que não será baseado em um navegador; é um aplicativo nativo. Então novamente, a preparação necessária pra isso é bem extensiva”.

“Estamos tomando mais tempo porque queremos poder criar um sistema onde o consumidor vê uma promoção e diz: “Uau! Isso parece ótimo!”, vê a demo de um jogo, um trailer, o que quer que seja e diz: “Eu quero isso!”, e a capacidade para então dizer: “Agora eu posso comprar isso bem aqui sem ter que sair e ir em outro lugar” – nós queremos prover essa experiência”, declarou Hideki Konno, finalizando: “Então essa é outra razão pela qual nós não estamos lançando [a loja] com o próprio sistema”.

O Nintendo 3DS será lançado dia 27 de Março e a Nintendo confirmou que o eShop ficará disponível já em Maio através de uma atualização do sistema. Nele jogadores poderão comprar jogos do DSi Ware, jogos clássicos do GameBoy, GameBoy Color, TurboGrafx-16 e Game Gear, jogos remasterizados para se aproveitar do efeito 3D do portátil, além de trailers para jogos e futuros filmes em 3D através de parcerias com os estúdios, transformando o 3DS na melhor propaganda para filmes em 3D que eles poderiam querer.

Via Eurogamer

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares