Fabricantes

01/03/2011 16h03 - Atualizado em 14/07/2011 07h00

Panasonic cancela seu console

Rodrigo Cezzaretti
por
Para o TechTudo

Existem alguns aparelhos na história da indústria do videogame que nasceram e morreram em um curto período de tempo. Virtual Boy, Jaguar, Gizmondo, Sega Activator e CD-ROM do Snes (nem chegou a ser lançado) são bons exemplos dessa realidade. A indústria pode ser cruel com as boas idéias que falham na execução final, pois, se o gamer não comprar o conceito inicial, pode esquecer, melhor pensar em outra coisa.

Jungle (Foto: Divulgação)Jungle (Foto: Divulgação)

Entrar nessa concorrência mundial não é fácil. A Panasonic, em outubro do ano passado, anunciou que estava produzindo o Jungle. O aparelho era um console portátil focado na execução de jogos MMO, como, por exemplo, World of Warcraft. Um pequeno vídeo foi divulgado na época e mostrava o portátil em um formato de concha com, ainda, um teclado completo.


Na época do anúncio, Billy Pidegon, analista da M2 Reseach, afirmou para o site Industry Gamers, que o Jungle entraria em um novo nicho de mercado. “é um portátil especializado e dedicado para um mercado inexistente. Esta é uma estratégia de hardware sem precedentes e, provavelmente, por uma boa razão. Se os jogadores de MMO querem mais o portátil do que um laptop, eu acho que esse seria o caminho a percorrer.”

Entretanto, algumas características de programação emperraram o projeto e a Panasonic anunciou, hoje, o cancelamento do Jungle. Um dos problemas apontados é que o portátil utilizava o Linux como Sistema Operacional, que não é suportado por muitos jogos de MMO.

Em um comunicado divulgado na Reuters a empresa declarou: “a Panasonic decidiu suspender o desenvolvimento devido às mudanças no mercado e em nossa própria direção estratégica”. Infelizmente, os reais motivos para o cancelamento não foram esclarecidos. Esse poderia ter sido o primeiro projeto da Panasonic Cloud Entertainment Division (PCENT). Agora, não se tem informação se esse departamento continuará funcionando. Vamos aguardar!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares