Jogos de ação

19/04/2011 18h26 - Atualizado em 14/07/2011 06h53

"Consoles estão segurando os PCs", diz produtora de Battlefield 3

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

Uma plataforma de jogos que vem passando por uma extensa crise é com certeza o PC, vivendo atualmente de migalhas de consoles e ports em maior resolução. Algumas poucas empresas ainda se mantém firmes defendendo a plataforma, como a DICE, produtora da série Battlefield, que reclama como os consoles tem segurado o avanço dos PCs

Battlefield 3 (Foto: Divulgação)Battlefield 3 (Foto: Divulgação)

Patrick Bach, produtor executivo da DICE estava dando uma entrevista para um site de fãs da Nvidia, quando foi perguntado se os videogames estavam segurando o avanço dos PCs, atrasando-os. Back respondeu: “Sim, absolutamente. Esse é o maior problema que nós temos hoje”. 

Ele comentou sobre o que seria de certa forma um desrespeito ao jogador de PC. Como os jogos são feitos para o menor denominador comum, como os videogames, e então são convertidos depois para o PC com algumas texturas em maior resolução. 

E explicou que estão fazendo exatamente o contrário com Battlefield 3, sendo o PC a plataforma dominante e os consoles recebendo uma versão piorada do título pra PC, ao invés de melhorar uma versão dos consoles. 

A DICE sempre foi uma defensora dos PCs, sendo um dos melhores exemplos o modo multiplayer que virá em Battlefield 3, o qual nos PCs oferecerá suporte para até sessenta e quatro jogadores, número que nos consoles estará limitado a vinte e quatro. 

Patrick terminou a entrevista afirmando que as versões para o Xbox 360 e PlayStation 3 ainda vão ter gráficos tão bons quanto qualquer outro jogo de console, mas que não pretendem licenciar sua engine Frostbite 2.0, a ferramenta gráfica usada para criar o título. 

 

 

Via Battlefield 3 Blog

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares