Video game

07/04/2011 15h06 - Atualizado em 14/07/2011 06h55

Final Fantasy XIV continuará grátis

Cesar Crivelaro
por
Para o TechTudo

Quando a Square-Enix reiniciou os servidores de Final Fantasy XI e Final Fantasy XIV depois do terremoto e do tsunami no Japão, ela ofereceu aos usuários o poder conferir de graça os dois jogos no mês de abril. Porém, a própria Square-Enix está, na verdade, oferecendo o Final Fantasy XIV para ser jogado de graça desde seu lançamento – a versão trial vem sendo mantida e expandida e até agora não deu sinais de acabar. Este prazo grátis foi estendido desde que a empresa reestruturou o time e anunciou planos para a melhoria do game. 

Final Fantasy XIV (Foto: Divulgação)Final Fantasy XIV (Foto: Divulgação)

O novo produtor Naoki Yoshida disse que o fim do ‘free trial’ está “ainda longe de se concretizar”, e que o time somente começará a aceitar pagamentos quando um plano sólido para melhorar o jogo em todos os aspectos for implantado. “Sem isto, eu, pessoalmente, como um jogador, não me sentiria muito satisfeito em ser cobrado para jogar”, disse Yoshida. O prolongado ‘free trial’ é “um dos meios que encontramos para mostrar aos jogadores que somo sérios e estamos levando a sério a proposta do game”. 

Considerado como uma jornada épica, Final Fantasy XIV é o mais novo revolucionário MMORPG da Square-Enix. Admirando todo o visual e a jogabilidade de Eorzea, os jogadores tem a total liberdade que o gênero oferece para criar histórias narrativas pela alta definição do game, em eventos em tempo real por meio de personagens totalmente personalizáveis, não apenas na aparência, mas também nas habilidades e equipamentos. 

Enquanto explorar as planícies é uma admiração da grandiosidade do mundo, os jogadores têm a liberdade de alterar a jogabilidade por realizar objetivos com ou sem a ajuda de outros. A experiência em Eorzea é definida pela possibilidade de escolha entre a variedade de estilos de jogos, desde o estilo ‘lobo solitário’ a integrante de grupos e caça. 

Via Joystiq

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares