Internet

04/04/2011 18h38 - Atualizado em 14/07/2011 06h56

Google oferece US$ 900 milhões por patentes da Nortel

Renato Galisteu
por
Para o TechTudo

O Google conseguiu o que tanto queria: chegar a um acordo em números para comprar mais de seis mil patentes e pedidos de patentes relativos a serviços de telefonia celular, tecnologia 4G, ópticas e de voz, internet, prestação de serviços, semicondutores e redes de dados. Quanto a empresa de Larry Page e Sergey Brin desembolsará para conquistar tudo isso? US$ 900 milhões! Ou seja quase R$ 1,5 bilhão!

Google (Foto: Divulgação)Google (Foto: Divulgação)

Ousadia a parte, essa é uma ação já planejada pelo Google a fim de ampliar o leque de opções de mercado, o que mostra a agressiva vontade de expansão que uma das maiores empresas de tecnologia do mundo está em busca.

Adquirir todas essas patentes trará inúmeros benefícios à gigante das buscas, que sofre diversos processos de empresas mais antigas no mercado, exatamente sendo acusada de infringir patentes. Segundo o vice-presidente do Google, Kent Walker, essa compra trará paz para o desenvolvimento de novas soluções para a empresa, assim como para o upgrade de diversos produtos e softwares no mercado.

Essa oferta do Google – sim, trata-se apenas de uma oferta de compra ainda – dá abertura para que outras companhias como a chinesa ZTE, a Ericsson, RPX e Nokia, possam também entrar na luta pelas patentes oferecidas pela Nortel. Entre essas citadas acima, apenas a Ericsson já realizou negócios com a Nortel, quando comprou a maior parte das operações de serviços móveis da empresa canadense.

O prazo limite para novos lances foi estendido pela Nortel. Agora é esperar novas cifras no mercado, ou não, já que US$ 900 milhões é considerado um valor de extrema relevância no mercado financeiro.

Via: Intomobile e GoogleBlog

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares