Video game

13/04/2011 11h34 - Atualizado em 14/07/2011 06h54

Nintendo publicará esperado RPG Solatorobo

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

Já há algum tempo o Nintendo DS estava meio esquecido por parte da Nintendo, e com o lançamento do Nintendo 3DS já estávamos com a pá nas costas prontos pra cavar a sepultura do velho guerreiro. Mas parece que esse destino ainda esperará um pouco. A Nintendo pretende agora estender a vida útil do aparelho publicando jogos exclusivos do Japão, começando com o esperado RPG Solatorobo: Red the Hunter

Solatorobo: Red the Hunter (Foto: Divulgação)Solatorobo: Red the Hunter (Foto: Divulgação)

Publicado pela Namco Bandai e conhecido como Solatorobo: Sore kara Coda, na terra do sol nascente, a maioria dos jogadores ligados em importação já estavam cientes da existência do jogo desde a Tokyo Game Show 2010, quando seu trailer chamou bastante atenção. 

O estúdio por trás do jogo é a CyberConnect2, o mesmo da série .hack para o PlayStation 2, também criadores de Tail Concerto para PlayStation One, do qual este título é uma espécie de sucessor espiritual, mas não exigindo que as pessoas conheçam o anterior para jogá-lo. 

Como mencionado, Solatorobo é um RPG em um mundo de animais antropomórficos onde você joga com Red Savarin, um cachorro que tem a habilidade de tomar forma humana. Junto com ele, você terá um robô que ajudará você a se locomover pelas ilhas flutuantes do mundo do jogo. 

O mais curioso desse movimento da Nintendo é que apesar das declarações, não foi confirmado o lançamento do título nos Estados Unidos, confirmando-o em praticamente todo o resto do mundo, como Europa, Rússia, Turquia, África do Sul, Austrália e Nova Zelândia. Felizmente o Nintendo DS não tem travas de região e alguns sortudos poderão importar a versão européia sem problemas.

Estaria a Nintendo of America dormindo no ponto ou guardando a surpresa para a Electronic Entertainment Expo, E3, em junho?

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares