Video game

01/04/2011 20h40 - Atualizado em 14/07/2011 06h56

Ubisoft embarga THQ de aliciar seus funcionários

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

Uma das mudanças que vem ocorrendo no mercado de jogos ultimamente é que grandes empresas como Electronic Arts, Activision Blizzard e Ubisoft andam tendo dificuldades em manter seu estilo de negócios, enquanto pequenas empresas como a THQ estão começando a crescer. No entanto, a Ubisoft conseguiu um embargo na justiça para que esse crescimento não seja às custas de funcionários deles.

Patrice Désilets (Foto: Divulgação)Patrice Désilets (Foto: Divulgação)

Tudo começou em Junho do ano passado quando a THQ convenceu Patrice Désilets, criador de Assassin’s Creed, a sair da Ubisoft e liderar um novo estúdio, chamado de THQ Montreal. Se fosse somente uma contratação, talvez passasse despercebida, mas desde então a THQ contratou o Diretor Artístico Alex Drouin, o Gerente de Produção Mark Besner e o Produtor Associado Jean-Francois Boivin, todos da Ubisoft.

O Vice-Presidente Executivo de Jogos da THQ, Danny Bilson, comentou em uma entrevista em janeiro que essas três contratações foram um pedido do game designer: “Patrice disse, “Eu preciso desses três caras”, e eu dise “Ok! Tudo que você precisar”.

Independente da parte ética que isso envolve, a confirmação da participação de Patrice no processo de escolha violou seu contrato com a Ubisoft, no qual ele teria que se abster de recrutar outros empregados da empresa em um período de doze meses.

Com isso, assim que a Ubisoft buscou uma solução legal, o Tribunal Superior de Québec garantiu um embargo proibindo a THQ de contratar mais funcionários da empresa francesa. A questão agora é onde ela vai resolver pescar novos talentos.

Via Edge

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares