Video game

10/05/2011 15h22 - Atualizado em 14/07/2011 06h49

Blizzard divulga novos números de World of Warcraft

Lorena Boyer
por
Para o TechTudo

Na reunião de investidores realizada ontem à noite pela Blizzard Entertainment, o CEO Mike Morhaine revelou que o número de assinantes do seu maior sucesso, o World of Warcraft, caiu de 12 para 11,4 milhões no mês de março. Entre os motivos, talvez seja importante mencionar a chegada de um concorrente de peso no mercado dos MMORPGs, Rift da Trion Worlds, e a ausência de novo conteúdo no momento desse lançamento. 

World of Warcraft: Cataclysm bateu recorde de vendas (Foto: Divulgação)World of Warcraft: Cataclysm bateu recorde de vendas (Foto: Divulgação)

Também vale lembrar que o mercado chinês representa uma grande parte dos assinantes da Blizzard, e eles ainda não receberam a última expansão World of Warcraft: Cataclysm, fato que ajudou a atingir a meta no ano passado. 

Como resposta, Morhaime declarou que o foco da Blizzard Entertainment agora é acelerar o desenvolvimento dos próximos conteúdos para os jogadores, incluindo o lançamento de expansões do World of Warcraft, que até agora tradicionalmente tinham um intervalo de aproximadamente dois anos entre elas. “Nossos jogadores adquiriram experiência no World of Warcraft, jogando todos esses anos e agora consomem conteúdo muito mais rápido.”, disse Morhaime. 

Os jogadores podem esperar o lançamento do próximo patch de conteúdo, Firelands, para o mês que vem, trazendo uma nova masmorra com 7 novos chefes , novas áreas, missões, montarias, achievements e poderosos itens para os jogadores de nível 85 e suas guildas. 

A última expansão World of Warcraft: Cataclysm foi lançada no dia 7 de dezembro de 2010, batendo recorde no mercado, vendendo mais de 3.3 milhões de cópias nas primeiras 24 horas do lançamento, tornando-se o jogo que vendeu mais rapidamente em toda a história. 

Via IGN

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares