Tablet

18/05/2011 17h07 - Atualizado em 14/07/2011 06h47

iPhone 4 começa a dar espaço para produção de sucessor em Agosto

Bruno do Amaral
por
Para o TechTudo
iPhone 4 branco (Foto: Divulgação)iPhone 4 branco (Foto: Divulgação)

Não há nada nem de longe confirmado, mas os rumores de que a Apple planeja uma atualização para o iPhone, chamando-o de 4S, vêm ganhando força nas últimas semanas. Desta vez é uma fornecedora de peças em Taiwan que informou ao site Digitimes nesta quarta-feira (18) alguns detalhes, alegando que já houve até diminuição na demanda da empresa de Steve Jobs para a fabricação da versão atual do smartphone.

Segundo o site também baseado em Taiwan, o volume de unidades do iPhone 4 para o segundo trimestre do ano (que se encerra em junho) diminuiu de 20 milhões para entre 17,5 e 18 milhões de aparelhos. Desses, cerca de 16 milhões são da versão 3G (a mesma vendida no Brasil) e de 1,5 a 2 milhões da versão CDMA, da operadora norte-americana Verizon.

Com cerca de 2 milhões de unidades em estoque para cerca de um mês e meio de vendas, haveria sobra de aparelhos para o mercado, já estabilizado. Com isso, as fábricas de componentes e montagem do suposto iPhone 4S já poderiam começar em agosto, com lançamento previsto para setembro.

Ainda de acordo com o Digitimes, todos os chips 3G e CDMA do novo smartphone seriam da fabricante Qualcomm (a mesma que fornece os processadores Snapdragon para aparelhos como Xperia Play) e as câmeras possuirão resolução de 8 megapixels. Os sensores e lentes seriam, respectivamente, da OmniVIsion Technologies e da taiwanesa Largan Precision.

Independente de como será chamado o novo iPhone, há provavelmente uma grande chance do rumor ser correto, já que casa com o padrão de operações da Apple. Como é de se notar pelas informações das empresas taiwanesas, há uma enorme probabilidade de o aparelho ser uma versão atualizada assim como ocorreu com o 3GS, com melhorias sutis em relação à geração que sucedeu.

Mas enquanto a produção de celulares da empresa diminui para dar espaço aos novos produtos, a do iPad 2 só cresce: de até 8 milhões de unidades, a gigante da maçã precisou aumentar a linha para entre 10 e 10,5 milhões de aparelhos. A previsão de vendas totais? Até 40 milhões de tablets até o final de 2011. Definitivamente, a Apple não está numa pior.

Via: Digitimes

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares